PARTIDO

Terça-Feira, 15 de Março de 2011, 19h:55 | Atualizado: 16/03/2011, 07h:04

CONJECTURAS

Jayme não crê no fim do DEM; saída de Kassab fortalece sigla

Jayme Campos   O senador Jayme Campos (DEM) não acredita no fim do seu partido e afirmou que a provável saída do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, da legenda, fortalecerá os democratas. “Não existe essa história de acabar (extinção do partido). E a eventual saída do prefeito fará o partido mais forte, coeso. A eleição de Agripino deixou o partido mais fortalecido”, afirmou o senador, ao avaliar a convenção nacional do partido, realizada na tarde desta terça (15), em Brasília, que aclamou o senador Agripino Maia (PI) na presidência da sigla. O DEM era presidido pelo deputado Rodrigo Maia (RJ).

   O partido foi para a convenção desta terça com a dúvida se será ou não extinto. Tudo por conta da disposição de Gilberto Kassab de deixar a legenda e fundar outra sigla, o Partido da Democracia Brasileira (PDB). Essa movimentação de Kassab tem origem, entre outros aspectos, na indisposição dele com a direção partidária, cada vez mais alinhada aos tucanos serristas. O distanciamento entre Kassab e o ex-governador José Serra se aprofundou nas eleições passadas. De outro lado, Kassab ensaia se alinhar à base do governo. Não é à toa que, além de criar a nova sigla, já praticamente fundada formalmente, o prefeito paulista namora com o PSB e com o PMDB.

   A eleição de Agripino Maia para a presidência do DEM é tida como uma ruptura com os serristas e a busca de uma personalidade própria do partido como nos tempos do PFL. O DEM se diluiu bastante durante o governo Lula como linha auxiliar oposicionista do PSDB e praticamente foi humilhado pelos serristas durante a campanha. Para complicar a situação, o partido saiu das eleições de 2010 extremamente fragilizado, tanto numérica quanto politicamente. Sua bancada no Congresso Nacional foi drasticamente reduzida. Para se ter uma ideia, no Senado caiu de 18 para apenas cinco parlamentares.

   A eventual saída de Kassab seria um tiro de misericórdia no partido, que teria uma forte debandada de seus quadros para a nova sigla gestada em São Paulo. Com a eleição de Agripino e a disposição dos novos dirigentes de resgatar o partido, inclusive como uma legenda com forte inserção popular, angariando a representatividade da direita e centro-direita, a esperança era que o prefeito paulistano revisse sua ideia e ficasse no DEM. Ocorre que Kassab sequer compareceu à convenção e acabou sendo alvo de fortes críticas dos presentes. Um sinal de que a ruptura é mesmo iminente.

   O cientista político José Diocleciano Junior, doutor pela Universidade de Brasília e coordenador de pós-graduação do Centro Universitário do Distrito Federal, acredita que a saída de Gilberto Kassab é irreversível. Em entrevista exclusiva ao RDNews, o professor analisa que se consumar a ruptura os alicerces do DEM estarão seriamente abalados. “Podemos falar isso neste momento, mas como costumam dizer: política é como nuvens”. Ou seja, você olha agora é uma coisa, olha daqui a pouco o cenário muda”, ressalvou.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • JOCABED (JOCA) | Terça-Feira, 26 de Julho de 2011, 07h29
    0
    0

    A meu ver os tais Democratas estão fadados a desaparexcer, é só questão de tempo. Quem viver verá.

  • Paulo | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 08h01
    0
    0

    Concordo com senador em tudo, mas em se tratando de política agente numkassab o que realmente irá acontecer no curto e a médio prazo.

  • JUCA DO PEDREGAL | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 07h46
    0
    0

    JAIME, VOCE ESTÁ CORRETÍSSIMO. SE FOSSE O PREFEITO DE UMA MEGA METRÓPOLE CHAMADA LIVRAMENTO QUE SAISSE DO SEU PARTIDO, AÍ SIM, FARIA UMA FALTA IMENSURÁVEL. COMO É O PREFEITO DE UMA "CURRUTELA" CHAMADA SÃO PAULO, QUE "SÓ" TEM 18 MILHÕES DE HABITANTES NENHUMA FALTA FARÁ! DURMA-SE COM UM BARULHO DESTE.....

  • Paulo | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 07h43
    0
    0

    Concordo com senador em tudo, mas em se tratando de política agente numkassab o que realmente irá acontecer no médio e a longo prazo.

  • Luiz Melo | Quarta-Feira, 16 de Março de 2011, 00h47
    0
    0

    Sr. Jaime parabéns pela atuação, e em se tratando de pessoa como esse Gilberto Kassab, é o tipo de pessoa que nos momentos difíceis da trajetória da vida e de um grupo, sai fora pensando só em si. Os Democratas vão fortalecer, só precisa aproveitar o momento para retirar pessoas que não ajuda em nada, pois quem não ajuda atrapalha, e colocar pessoa novas com idéias diferentes junto com a tradição e experiência (do tipo do Senhor E do Sr. Julio, por exemplo). O momento é esse (Fênix)

  • adauto inacio de andrade | Terça-Feira, 15 de Março de 2011, 22h27
    0
    0

    parabens.amigo jaime esse tal de cassab nao vai fazer falta nenhuma,ja devia ter levantado vool a mais tempo.o democratas.precisa e de jaime,julio,agripino,marco maciel.rodrigo maia.e outras personagens importanters que no momento nao me recordo.agora que aqui em mato grosso precisa de uma injeçaozinha no interior e na capital.parabens por voces pensarem em mt .se unindo com o nosso governador para que seja um mato grosso para todos.se alguem achou ruim e porque nao gosta de mt.vamos ajudar com pr ,pp,pt, todos peis e mais o dem isso que o estado esta precisando.temos um governo que gosta de trabalhar e humilde vamos todos ajudar no crescimento,

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

Deputado, carona e ainda se gabando

paulo araujo 400 curtinha   Considerado de baixo clero na Assembleia, o deputado Paulo Araújo (foto) agiu de carona e num oportunismo condenável acerca do decreto do governador Mauro Mendes da última quinta, quando resolveu relaxar as medidas restritivas em meio à pandemia do coronavírus e liberou o funcionamento...

Políticos querem suspender eleição

Cresce o movimento entre políticos para adiar as eleições municipais de outubro. O argumento utilizado é o impacto que o coronavírus terá na economia, saúde e vida das pessoas. Isso porque, neste ano, uma vacina não deve ficar disponível ao mercado e os prejuízos causados pela Covid-19 ainda estão só começando. Entre os políticos de MT que defendem adiar o pleito para 2022, quando a...

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.