PARTIDO

Domingo, 19 de Novembro de 2017, 09h:15 | Atualizado: 19/11/2017, 09h:20

Júlio promete negociar duro, exige DEM na majoritária e ameaça romper com Taques

Assessoria

J�lio Campos e Pedro Taques

Julio Campos diz que DEM é auxiliar no Governo Taques em razão de não ocupar 1º escalão

O vice-presidente estadual do DEM, ex-deputado federal Julio Campos, afirma que a provável filiação dos dissidentes do PSB colocará o partido em um novo patamar para reivindicar cargos majoritários com partidos que sustentam o Governo Pedro Taques, entre eles o PSDB e o PSD.

“Não sei até que ponto o DEM necessita do governo. Ajudou em 2014 independentemente de cargos. Em 2018 é outra eleição. Vamos negociar duro, de igual para igual. Sem cargo majoritário o DEM não fica, de graça não mais”, garante Julio ao .

O ex-parlamentar declara que a sigla é meramente auxiliar no Governo Taques em razão de não ocupar cargos do primeiro escalão, não ter representantes na Câmara Federal ou Senado. O DEM possui apenas o deputado estadual Dilmar Dal’Bosco, líder do governo na Assembleia. Além disso, têm oito prefeitos e 140 vereadores.

Nesse sentido, Júlio explica que, em termos de expressão, o DEM não mede forças com PSDB e PSD na conjuntura atual. O movimento de peregrinação ao democratas, não só no Estado, mas a nível nacional, segundo Julio, eleva a musculatura partidária. Por isso, defender discutir no mesmo patamar com Taques ou qualquer outra coligação que venhar a aliar-se.

“A discussão também passará pelo diretório nacional. Se tivermos candidato próprio (a presidente da República), a Executiva irá exigir palanque. Ou seja, teremos que ter candidato ao governo. Mas por enquanto existem apenas blefes sobre composições”, considera.

As imposições do DEM são reflexos do movimento do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes, que articula nos bastidores, viabilizar sua candidatura ao governo, conforme publicado no Blog do Romilson. Mauro estuda filiar-se no DEM, mas também analisa o PR, do senador Wellington Fagundes.

De acordo com ex-deputado federal, Mauro está firme para filiar-se no DEM. As articulações estão sendo encabeçadas pelo deputado Federal Fabio Garbia e o presidente da Assembleia Eduardo Botelho. Ambos também pretendem levar o deputado federal Adilton Sachetti e os estaduais Mauro Savi e Adriano Silva. Oscar Bezerra tende a aderir ao PP.

Júlio pontua que o ex-prefeito possui credenciais para disputar a majoritária, uma vez que deixou a administração de Cuiabá com alto índice de aprovação. Além dele, cita nomes do irmão Jayme Campos, do deputado federal Adilton Sachetti e até o dele mesmo para concorrer ao Palácio Paiaguás

Júlio pontua ainda que o ex-prefeito possui credenciais para disputar a majoritária, uma vez que deixou a administração de Cuiabá com alto índice de aprovação. Além dele, cita nomes do irmão Jayme Campos, do deputado federal Adilton Sachetti e até o dele mesmo para concorrerem ao Palácio Paiaguás.

De todo modo, Julio pondera que as filiações e convenções partidárias só podem ocorrem em março e julho, respectivamente. Até lá, segundo o democrata, muita “água vai correr por de baixo da ponte”.

Exigências

Júlio disse que não há exigências de Fabio assumir a presidência estadual do DEM, para Mauro ingressar na sigla. Explica que em razão das filiações em todo país, o partido irá montar uma comissão provisória para fazer acomodações dessas novas lideranças até a criação de um novo diretório estadual, o que levaria cerca de seis meses.

Diante disso, o nome de Fabio foi citado para fazer essa transição, uma vez que já foi presidente estadual do PSB e ajudou a reestrurar o partido após saída do deputado federal Valtenir Pereira. “Vai depender de entendimentos, não há atrito e desagregação por causa disso”, explica o ex-parlamentar acrescentando nomes como do próprio Dilmar, Jayme e do Botelho para presidirem essa comissão.

O ex-deputado federal nega também qualquer atrito entre Jayme e Mauro, haja vista que o socialista foi contra a reeleição do senador, na eleição de 2014. Júlio nega dizendo que o PDT, então partido de Taques, gostaria de trazer o PR, do senador Wellington, para a coligação. Diante da dificuldade do DEM, pois não tinha musculatura, Jayme optou por recuar da candidatura. “Gostamos dele (Mauro), temos respeito grande, nos trata com muito respeito”, disse Júlio lembrando que Mauro homenageou seu pai Júlio Domingos de Campos, Seu Fiote (falecido) ao dar o nome do Parque das Águas.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • EX; SERVIDOR | Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017, 09h44
    0
    0

    SOU MATO GROSSENSE, SOU CUIABÁNO , VOTO . DRo JÚLIO JOSÉ DE CAMPOS, 2018 DEP ESTADUA.

  • Moises | Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017, 20h22
    2
    0

    Aliado e conivente com a ditadura militar. Exonerou os professores grevistas, mas depois, com o rabo entre as pernas, teve que tornar aquele ato sem efeito. Mandou uma banana para o Dante em 84, mas teve que descasca-la, pois Novis Neves levou uma surra. Depois, o próprio Dante, o fez engolir a banana em 1998, quando ele, Dante, estraçalhou Julio naquele ano. Nem VG o quis mais, pois até para o Murilo Dormindo, ele perdeu. Esse é o Júlio Campos. Em tempo: e a eleição contra o Pe. POMBO? Pergunte ao Júlio como ele a "venceu"? E ainda tem o Quintela. Nossa... quanta história

  • Ruy Delamonica Nogueira | Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017, 16h23
    0
    3

    Realmente, só criticam Julio Campos, aquele que não o conheçem,os mal informados e os despeitados.Pois Julio, foi um revolucionário Prefeito de V.Grande, na decada de 1970, fazendo a Industrialização e Urbanização da Cidade, foi excelente Parlamentar tanto como Deputado Federal, como Senador, e foi o Governador Estadista de Mato Grosso, dando-nos 4 anos de Governo e 40 de Progresso,e até hoje nem Blairo,nem Dante e muito menos Taques,conseguiram superar as marcas do seu Governo,que era composto por pessoas honradas, como Gabriel Novis,Oscar Travassos,Oscar Ribeiro,Haroldo Arruda,Dr.Belluca, Dr.Martines, Joel Bulhoes,Elzio Virigilio,Mario Candia e tantos outros,.Governo de seriedade,trabalho competente, e progresso.

  • Dr Davi | Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017, 08h30
    0
    0

    Mauro Mendes vai se filiar ao PR, tendo Blairo Maggi do PP ao senado e Neri Geller de vice. Só se os Campos fossem loucos pra ficar no grupo fadado a derrota e rejeitado do Taques.

  • Julio Campos Neto | Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017, 07h22
    3
    3

    A mão que faz vale mais do que a boca que fala. Suas obras estão aí governador. Agora dos comentaristas do site eu já não conheço. Se você quer, então faça. Porque os cães latem e a caravana passa.

  • Flavia Mesquita | Domingo, 19 de Novembro de 2017, 20h50
    1
    3

    Julio esta fazendo ameaças a taquex ? oh coitado, logo, logo vai estar rastejando aos pês do taquex pedindo para ficar. Esses cuiabanos pensam que podem com o pedro tx, não podem, ele é o poder, o poderosíssimo e manda nesse estado de povo medroso. O pedrinho vai mostrar para esse estado que ele manda e voces dependem dele. Aguardem, logo ele vai mostrar a carta da manga.

  • Hermogenes de Araujo | Domingo, 19 de Novembro de 2017, 18h45
    3
    6

    RESPOSTA ao internauta Jaime da Silva Rpsemberg (se é que ele existe ??): Ou voçe nunca morou em Mato Grosso, ou chegou aqui recentemente, pois antes de JULIO CAMPOS assumir o Governo de Mato Grosso em 1983, este estado não valia nada.Praticamente chegava até Cuiabá, o resto era uma BOSTA, quem levou o progresso e o desenvolvimento para o Interior do Estado,foi JULIO,que asfaltou mais de 2.200 kilometros de estradas e abriu 4.000 km de estradas em terra, criando mais de 35 novas cidades, na região Oeste(Grande Caceres), executou o POLONOROESTE trazendo vida para Cáceres,Mirassol,4 Marcos,Araputanga,Pontes e Lacerda.Construiu o CPA,a Morada do Ouro,Tijucal,Santa Amalia, ou seja mais de 20 mil casas para o povo de Cuiabá, e outras 15 mil casas no Interior. Levou rede de Energia, e Abastecimento de Agua,para nossos bairros de Cuiabá e V.Grande, e todas cidade de interior,em especial na Barra do Garças,Rondonopolis,Sinop,Alta Floresta,Colider,Cáceres e V.Grande, Deixe de ser BURRO, Julio CXampos,foi o maior Governador da nossa historia.

  • Moisés | Domingo, 19 de Novembro de 2017, 14h14
    13
    7

    Nossa!!!! Reparem que o cara está só a capaz de gaita, parece alguém com mais de 100 anos. Mas não larga o osso. Pombo, Dante... todos já morreram e esse cidadão continua aí enchendo o saco. Por isso MT está esse lixo que está.

  • Getulio Marques | Domingo, 19 de Novembro de 2017, 13h21
    4
    11

    Tá certo o posicionamento do Dr Julio, com essas novas filiações o DEM terá força para exigir cargos nas eleições majoritárias de 2018 em Mato Grosso. De um deputado (Dilmar) passará a ter 4 estaduais e 2 federais mais os líderes como Mauro Mendes,Jaime e Julio Campos o DEM será um dos fortes partidos no Estado. Pra frente.

  • cuiabano indignado | Domingo, 19 de Novembro de 2017, 12h26
    8
    0

    politico em cuiaba, tem que parar de colocar nome de de rua e depois cortar o nome e coloca um outro nome bem no meio , exemplo: julio domingos de campos , ai vem a camara de cuiaba, e coloca outro nome em um local bem no meio da rua onde se chama julio domingos de campos...nesse pedaço do parque das aguas tem 3 nomes diferentes, dr. helio ribeiro, herminia torquato da silva, e julio domingos de campos, são 3 nomes nesse pedaço, essa camara de vereadores passada aprovou isso nunca vi e se é que tem lei que pode fazer isso..

Matéria(s) relacionada(s):

Formatura motiva vinda de diretores

A secretaria estadual de Segurança Pública esclarece, em nota acerca da Curtinha intitulada "Lobby pra permanecer adjunto", que a vinda a Cuiabá de diretores de unidades prisionais tem único objetivo de participar de formatura dos novos servidores do Sistema Penitenciário, realizado nesta quarta à noite, no ginásio Verdinho. Nega, portanto, que tenha sido para reforçar movimento pela permanência de Emanuel Flores no cargo de...

Ação "lobista" pra permanecer adjunto

emanuel flores curtinha   Em tempos de crise, o secretário-adjunto de Administração Penitenciária Emanuel Flores (foto) remanescente do Governo Taques (PSDB) e para cujo cargo foi indicado pelo coronel Siqueira Junior, preso e denunciado na “grampolândia”, tomou uma decisão como parte de uma...

Gisela já some da luta dos servidores

gisela curtinha   A advogada Gisela Simona (Pros), que teve votação expressiva (50.682 votos) e ficou na 1ª suplência de deputada federal, com empurrão substancial dos servidores públicos, simplesmente sumiu dos movimentos sindicais e das campanhas da categoria neste início do Governo Mauro contra o...

Diretora-geral toca Regional de ROO

gilberto figueiredo curtinha   O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (foto) empurrou para Caroline Campos Conturbia a missão de fazer funcionar o hospital regional de Rondonópolis. Ela foi nomeada como diretora-geral. A unidade teve contrato de gestão emergencial encerrado desde novembro passado com o...

Braço de Pagot vira adjunto na Sinfra

nilton de brito curtinha   O engenheiro civil Nilton de Britto (foto) é o novo secretário-adjunto de Obras da secretaria de Infraestrutura e Logística do Estado. Trata-se de um técnico bastante experiente na atividade pública e muito ligado a Luiz Antonio Pagot, que foi supersecretário da gestão...

Irmão de senador é secretário-adjunto

wener santos nova marilandia curtinhas   Filiado ao PP, que fez parte da coligação de Wellington Fagundes (PR), segundo colocado para governador, e irmão do senador Cidinho Santos, que foi o coordenador-geral da campanha vitoriosa de Mauro Mendes, Wener dos Santos (foto) assume o cargo de secretário-adjunto de Obras...

Aprovada cota a negros em concurso

wilson santos curtinha   Outro veto do ex-governador Taques derrubado pelos deputados em sessão nesta terça assegura uma reserva de 20% de cota para pessoas negras quando da realização de concurso público. A proposta partiu do deputado Wilson Santos (foto), do mesmo PSDB de Taques, que havia considerado o projeto...

Sem Taques, ex-reitor é homenageado

carlos alberto maldonado curtinhas   Rei morto, rei posto. Quinze dias depois da saída de Pedro Taques do comando do Estado e faltando mais 15 para o fim da atual legislatura na Assembleia, deputados, em sessão nesta terça, ficaram bem à vontade para derrubar diversos vetos do então governador do PSDB. O...

Após Taques, Paola cola em deputado

paola reis curtinha   Após oito anos fazendo parte do núcleo fechado de assessores de confiança do ex-senador e ex-governador Pedro Taques, Paola Reis agora deve atuar em Brasília na equipe do deputado federal diplomado Leonardo Albuquerque (SD). Ele disse que fez o convite à ex-secretária-adjunta...