PARTIDO

Segunda-Feira, 04 de Janeiro de 2010, 09h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Desastre

Prefeitura de Angra calcula prejuízos de R$ 250 mi

   A Prefeitura de Angra dos Reis (RJ) estima que os deslizamentos de terra provocados pela chuva na virada do ano tenham causado um prejuízo de cerca de R$ 250 milhões. Várias casas foram soterradas na região, provocando a morte de 50 pessoas. Esse valor calculado pela prefeitura não inclui o que a cidade deixará de arrecadar após a tragédia, nas áreas de turismo, comércio e serviços.

   O vice-prefeito de Angra dos Reis, Essiomar Gomes, que acompanha as buscas a corpos de vítimas no morro da Carioca, no centro do município, informou que há um projeto para a construção de 400 moradias no bairro de Monsoaba, que custarão R$ 12 milhões, no total, e de mais 150 unidades no bairro de Bracuí, no valor de R$ 7,5 milhões. "Estamos apenas aguardando a liberação [dos recursos] pela Caixa Econômica Federal."

   Hoje, a Defesa Civil afirmou que 221 casas já foram interditadas em Angra devido ao risco de novos deslizamentos de terra. A maioria das interdições (112) foi feita no morro da Carioca, onde foram encontrados 18 corpos até a manhã de hoje. Na Ilha Grande, os bombeiros encontraram os outros 29 corpos. No Morro do Bulé, dez casas terão de ser demolidas, por causa do risco de desabamento.

   O órgão informou ainda que há 125 pessoas desabrigadas e 113 desalojadas (provisoriamente em casas de parentes) no morro da Carioca. Até esta segunda, foram registradas 138 ocorrências, entre interdições de imóveis, remoção e poda de árvores. Outras 770 pessoas também tiveram que deixar suas casas na região de Mambucaba, também em Angra.

   Os desabrigados foram levados para quatro escolas públicas da cidade. O decreto de calamidade pública, que foi divulgado no mesmo dia da tragédia, entrou em vigor nesta segunda-feira ao ser registrado no "Diário Oficial".

   Mais de cem homens do Corpo de Bombeiros trabalham nas buscas na praia do Bananal, na Ilha Grande, e no morro da Carioca. Eles contam com o apoio da Defesa Civil Municipal e Estadual, além da Marinha. Os profissionais contam também com dois helicópteros, duas retroescavadeiras e cães farejadores.  (Da Agência Brasil - Folha Online)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS