PARTIDO

Segunda-Feira, 09 de Dezembro de 2019, 15h:30 | Atualizado: 09/12/2019, 15h:59

rastros tucanos

Saad espera recursos do PSDB Nacional para pagar dívidas de Wilson em 2016

Rodinei Crescêncio

Ricardo Saad

O vereador Ricardo Saad em entrevista à imprensa; tucano demonstra preocupação com situação financeira da sigla

O diretório municipal do PSDB na Capital espera receber recursos do Diretório Nacional do partido para pagar dívidas da campanha relacionadas às eleições 2016, na qual o deputado Wilson Santos foi candidato a prefeito. O valor inclui os R$ 2,2 milhões que foram executados contra o partido e retirados da responsabilidade do parlamentar em decisão deferida pelo juiz Yale Sabo Mendes, da 7ª Vara Cívil de Cuiabá. A dívida é cobrada pela Monkey Filmes.

A execução da dívida se deu mediante um contrato assinado pela conta de campanha de Wilson e pelo diretório municipal do PSDB da Capital. O magistrado considerou que como já foi extinta a personalidade jurídica da campanha do então candidato à prefeito, não caberia execução sobre seus bens privados. Entre os imóveis empenhorados para quitar as dívidas do deputado está uma chácara em Chapada dos Guimarães.

O vereador Ricardo Saad, presidente do diretório municipal da sigla, afirma que houve um acordo entre Wilson e o diretório nacional do PSDB para ser realizado o pagamento da dívida. Saad explicou ao , que o partido já soma cerca de R$ 4 milhões em dívida da campanha de 2016, sem contar os R$ 2,2 milhões que estavam sendo cobrados de Wilson.

Ao , Saad confessou que a sigla segue sem perspectivas concretas para 2020. “Como querer uma candidatura própria sem viabilidade financeira. Assumi o diretório municipal, mas não vou deixar rastros para trás. Não vou fazer dívidas. Se existir um pretenso candidato para concorrer as eleições, que tenha condições financeiras para isso”.

Na noite de hoje, o PSDB realizará uma reunião para tomar decisões em torno das eleições do próximo ano. “Vou pedir aos dois deputados (Wilson Santos e Carlos Avallone) para apresentarem em 15 dias pelo menos cinco nomes, cada um, para concorrer às eleições em 2020. Porque com essa debandada de gente do PSDB, só restou eu como pretenso candidato à reeleição pelo partido na Capital”, desabafa.

Até duas semanas atrás, Saad ainda era entusiasta de uma candidatura própria encabeçada pelo empresário Carlos Nigro, que é ex-secretário-adjunto de Turismo da Gestão Taques. Apesar de apoiar a ideia, o vereador prefere manter o “pé no chão”. “Não temos como bancar uma campanha. Mas agora é momento de diálogo e eu não tenho dificuldade nenhuma nisso, mas não dá para estimular ninguém a andar nos bairros a buscar viabilidade, sem recursos”.

Saad disse que até hoje não recebeu nenhum real dos diretórios nacional e estadual do PSDB. O vereador justificou que parte da indisponibilidade financeira se deu porque a conta do diretório municipal estava bloqueada por uma questão burocrática. A expectativa é que após receber os valores do PSDB Nacional para quitar as contas de 2016, o partido consiga vislumbrar viabilidade financeira para disputar as eleições municipais, pelo menos com uma forte chapa para vereador.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.