PARTIDO

Segunda-Feira, 14 de Março de 2011, 10h:00 | Atualizado: 14/03/2011, 12h:04

Articulação

Sob risco de expulsão, Serys recebe convites do PCdoB e PV

Serys Marly   Diante do procedimento de expulsão instalado pela Comissão de Ética do PT, a ex-senadora Serys Marly, primeira-suplente do partido na Câmara Federal, já abriu diálogo com lideranças de outras legendas. Oficialmente, ela foi convidada a ingressar no PCdoB e PV. “De concreto, recebi o convite desses dois partidos, mas há lideranças de outras legendas que também me procuraram”, adianta.

   Nesta sexta (11), Serys se reuniu com o presidente do PCdoB de Cuiabá, Ivo Aguiar Lopes Borges. Segundo ele, o partido está de portas abertas para recebê-la, "afinal, a ex-senadora representa enorme parcela da luta dos trabalhadores pela melhoria das condições de vida do povo de Cuiabá e de Mato Grosso”.

   Na ocasião, Serys voltou a lamentar a briga interna no PT travada com o ex-presidente da legenda no Estado, Carlos Abicalil, ex-deputado federal e hoje secretário especial do Ministério da Educação, em Brasília. Nas discussões que antecederam o pleito do ano passado, ela foi derrotada por Abicalil, nas prévias internas, pela indicação para disputar a senatória. Ele ganhou o direito de concorrer, mas não conseguiu número de votos suficientes para ser eleito. Serys teve que se contentar em disputar uma vaga na Câmara Federal, mas ficou como primeira-suplente.

   Desde a eleição, grupos ligados aos dois petistas travam uma batalha interna por espaço na legenda. Abicalil conseguiu emplacar o sucessor na executiva estadual, Ságuas Moraes, único representante do PT na Câmara Federal. Em 26 de fevereiro, a Comissão de Ética da legenda acolheu o requerimento com pedido de expulsão, por suposta infidelidade partidária, contra Serys, o vereador Lúdio Cabral, a secretária-adjunta de Justiça e Direitos Humanos, Vera Araújo, a Verinha, o ex-vice-presidente estadual da legenda, Juca Lemos, e as suplentes de deputado estadual Eroisa de Mello e Juscimaria Ribeiro da Cruz. Eles são acusados de não terem cumprido a decisão do partido de apoiar a candidatura de Abicalil ao Senado.

   Serys considera remota a possibilidade de ser expulsa e adianta que só vai deixar o PT se o pedido for aprovado. “Não tenho intenção de sair, a não ser que seja obrigada devido ao pedido de expulsão. Caso isso ocorra, vou avaliar os convites das lideranças de outras legendas”, apontou.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • jonas do planalto | Segunda-Feira, 14 de Março de 2011, 19h02
    0
    0

    Boa viagem Serys, só não esqueça de levar na bagagem o Vilson, Helena e Juca/RO , bem como os demais de seu grupo. Quem vai ficar com esta batata quente, PC do B ou PV. Eu ainda continuo achando que o passe dessa galera será combrado pelo DEM ou PSDB. Esperamos com calma os proximos capitulos.

  • Francisco Rogério | Segunda-Feira, 14 de Março de 2011, 17h56
    0
    0

    Essa traíra já vai tarde. Seria bom levar consigo todos os seus asseclas....

  • Rafael Amoedo | Segunda-Feira, 14 de Março de 2011, 11h05
    0
    0

    A Serys foi filiada ao PV até 1989. Foi candidata a prefeita de Cuiabá em 1988 pelo PV. O PMDB tambem convidou Serys para voltar à sigla.

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

Deputado, carona e ainda se gabando

paulo araujo 400 curtinha   Considerado de baixo clero na Assembleia, o deputado Paulo Araújo (foto) agiu de carona e num oportunismo condenável acerca do decreto do governador Mauro Mendes da última quinta, quando resolveu relaxar as medidas restritivas em meio à pandemia do coronavírus e liberou o funcionamento...

Políticos querem suspender eleição

Cresce o movimento entre políticos para adiar as eleições municipais de outubro. O argumento utilizado é o impacto que o coronavírus terá na economia, saúde e vida das pessoas. Isso porque, neste ano, uma vacina não deve ficar disponível ao mercado e os prejuízos causados pela Covid-19 ainda estão só começando. Entre os políticos de MT que defendem adiar o pleito para 2022, quando a...

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.