Polícia

Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 12h:18 | Atualizado: 21/05/2019, 16h:30

DEPOIMENTO À POLÍCIA

Acusado de assédio por estagiária diz que já namoraram e o BO é retaliação - vídeo

Rdnews

Ass�dio S�rgio

Sérgio Freitas da Silva fala com o Rdnews, após prestar depoimento

O superintendente da Controladoria Geral de Várzea Grande, Sérgio Freitas da Silva, 36 anos, alegou, na manhã desta terça (21), que a denúncia sobre suposto assédio sexual, feita por uma estagiária, é uma forma de perseguição. Isso porque ele diz que teve um relacionamento amoroso com a jovem, de 23 anos, anteriormente e pontua que ela registrou boletim de ocorrência contra o servidor no dia seguinte à data em que ele ficou noivo de sua atual companheira.

Conforme o boletim de ocorrência, registrado pela estagiária na última sexta (17), o superintendente ameaçou demiti-la, caso ela não saísse com ele. No boletim de ocorrência, a estudante, que cursa psicologia, narrou que chegou a sair com o superintendente por receio de perder o emprego.

Depois, segundo a vítima, a rotina no trabalho mudou. Relata que o chefe começou a passar as mãos em sua cintura, em seus cabelos e no rosto dela. "Ele me chama de meu amor", reclamou no registro policial.

Ele disse que existia uma brincadeira entre eles, por terem tido um relacionamento antes e, por isso, tinham essa liberdade. Ele acredita que possa ser algo como uma perseguição

Delegado Cláudio Álvares

Na manhã desta terça, o acusado foi à Delegacia da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande e prestou esclarecimentos ao delegado Cláudio Álvares de Santana, responsável por apurar o caso. Ele negou o assédio e confirmou que havia tido um envolvimento amoroso com a estagiária anos atrás.

“Ele disse que existia uma brincadeira entre eles, por terem tido um relacionamento antes e, por isso, tinham essa liberdade. Ele acredita que possa ser algo como uma perseguição”, relatou o delegado.

Em entrevista ao , o superintendente afirmou que não saiu recentemente com a jovem. “Mas ela foi minha ex, antes de entrar na Prefeitura. Ela entrou já tem um tempo. Desde janeiro de 2018, a gente não teve mais nada, mas trabalhávamos juntos, com uma intimidade muito grande”, declarou.

O superintendente disse ter ficado surpreso com a denúncia registrada pela estagiária. “Minha estranheza é ela fazer esse boletim somente agora, um dia depois de eu ter viajado, relatando isso, sem ter verdade”, afirmou.

Veja vídeo

 

Dayanne Dalicanni

delegado Claudio Alvares

Delegado Cláudio Álvares investiga ocorrência e já ouviu 4 testemunhas

Investigações

Para o delegado, o servidor declarou que ficou noivo da atual companheira na última quinta (16) e, no dia seguinte, foi alvo do registro policial feito pela estagiária. Ele levou fotografias e mensagens à Polícia Civil, para reforçar que havia tido, anos atrás, envolvimento amoroso com a jovem.

Silva disse que foi informado sobre a denúncia na segunda (20), após publicação da reportagem do . Logo que tomou conhecimento sobre o fato, ele, que estava viajando, retornou a Cuiabá.

A Polícia Civil está ouvindo testemunhas sobre o caso. Até o momento, já foram ouvidas quatro pessoas e outras duas darão depoimentos ainda nesta semana – todas trabalham no mesmo setor que Silva e a estagiária.

Segundo o delegado, não há outros registros de denúncias contra Silva por suposta prática de assédio sexual.

Associação cobra respostas

Em nota divulgada na manhã desta terça, a Associação dos Auditores e Controladores Internos de Mato Grosso (Audicom-MT) cobra apurações sobre o caso. Eles pedem que a denúncia seja apurada pela Polícia Civil, pela Prefeitura de Várzea Grande e pelo Ministério Público.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Luz da manhã | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 17h00
    0
    0

    Não se julga ninguém sem provas bjo de luz 😘😘😘😘

  • Marcos frota da silva | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 09h19
    3
    1

    Ele provará a verdade e vcs sentiram vergonha pela calúnia.

  • SANTIAGO | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 13h13
    0
    0

    SANTIAGO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

TCE declara prefeita Lucimar à revelia

lucimar campos curtinhas   O conselheiro do TCE Guilherme Maluf declarou à revelia a prefeita Lucimar Campos (foto), de Várzea Grande, em um processo de tomada de conta especial que aponta danos ao erário. Foram feitos pagamentos indevidos à empresa contratada Selprom Tecnologia. A esposa do senador Jayme Campos deve...

Aumento virá se MT melhorar o Ideb

mauro mendes curtinha   O governador Mauro Mendes propõe aos profissionais da Educação, que estão em greve, conceder reajuste de 7,6%, mas se o Estado atingir duas metas. E uma delas dependerá da atuação em sala de aula dos próprios educadores. Esse aumento virá quando o Executivo...

Bezerra se empolga e lança Emanuel

bezerra_curtinha   O deputado federal Carlos Bezerra, eterno presidente do MDB, fez um comentário curioso nesta terça durante o lançamento da construção de um viaduto na avenida Beira Rio, na Capital. Ele disse que políticos como ele e Emanuel têm o perfil de falar mais do que fazer. Em seguida,...

Comitiva da Bolívia e debate sobre gás

O governo boliviano vai retribuir a visita feita pelo governador Mauro Mendes em maio. Há uma pré-agenda de uma comitiva para uma reunião nesta 5ª (27) em MT, quando será debatida a retomada do abastecimento de gás natural, vendido pela Bolívia, além do fornecimento de ureia. Rafael Reis, presidente do MT Gás, diz que ainda não pode dar detalhes, mas garante que as tratativas estão avançando. Mauro, nas...

Licitações serão gravadas em Tangará

rogerio silva curtinha   Mesmo o prefeito Fabinho Junqueira se manifestando contra, a Prefeitura de Tangará da Serra e suas autarquias e também a Câmara Municipal terão agora que gravar e transmitir em áudio e vídeo todas as sessões de licitações. O projeto partiu do vereador emedebista...

Pleno escolhe novo desembargador

carlos alberto 190 curtinha tj   Nesta 5ª (27) o Pleno do Tribunal de Justiça, sob Carlos Alberto Alves, define quem vai assumir a vaga deixada pela desembargadora aposentada Cleuci Terezinha Chagas, que deixou o Pleno em janeiro. Ao total, 24 magistrados, da primeira quinta parte dos mais antigos lotados na Entrância Especial,...

MAIS LIDAS

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.