Polícia

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 10h:40 | Atualizado: 09/10/2019, 16h:52

operação defaz

Advogado tributarista preso é acusado de emitir notas frias a empresários do agro

Facebook

Anildo

Anilton  Gomes Rodrigues é alvo de ordens de prisão e busca e apreensão em 3 endereços

O advogado tributarista e contador Anilton Gomes Rodrigues foi preso na manhã desta quarta (9) na deflagração da Operação Fake Paper, conduzida pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz). De acordo com as investigações policiais, ele atuou para emitir notas fiscais “frias” no esquema. A defesa dele ainda não se manifestou.

O prejuízo total no recolhimento de ICMS calculado pelos investigadores e pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) é de cerca de R$ 330 milhões. Ao todo, nove mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

Também foram expedidos mandados de busca e apreensão em três endereços do advogado, sendo dois residenciais, no Residencial Saint Josefh e no Garden Shangri-lá, e outro no escritório dele, localizado no edifício Work Center, na avenida do CPA.

O magistrado autorizou apreensão de documentos como agendas, cadernos, anotações, extratos, recibos, notas fisciais, além de mídias eletrônicas em computadores e celulares, que devem passar por perícia. A Defaz vai analisar as conversas mantidas pelo Whatsapp e outros, "tendo em vista a informação levantada nos autos de que os investigados mantinham conversas via aplicativo".

Por meio do Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP), a OAB-MT acompanhou a prisão e as buscas no escritório do advogado. Os direitos previstos, como sigilo dos documentos relativos a clientes do jurista, estariam sendo respeitados.

anilton gomes carteira da oab ordem fake paper

Frente e verso da carteira da OAB do acusado de compor esquema de sonegação em MT

Modus operandi

O suposto grupo criminoso é acusado de ter constituído empresas de fachada para, através delas, fornecer notas fiscais frias a produtores rurais e empresas, sonegando impostos no Estado. Crimes não tributários, como fraude a licitação e “esquentar” mercadorias furtadas ou roubadas, também teriam sido cometidos pela organização.

Três empresas foram identificadas como participantes do esquema: Rio Rancho Produtos do Agronegócio Ltda, Mato Grosso Comércio e Serviços e B. da S.. Guimarães Eireli.

O delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior, que preside as investigações, ressaltou que a emissão de notas fiscais frias interfere negativamente na base de dados da Sefaz, “distorcendo as informações sobre produção econômica do Estado e, consequentemente, na composição de índices do Fundo de Participação dos Municípios, e no cálculo do Fundo de Participação dos Estados, causando efeitos devastadores”.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Refletindo | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 22h15
    0
    0

    Ainda bem que não apareceu nenhuma mulher (ou homem) aqui comentando: "Nossa, vi o Facebook dele, que $$$lindo$$$, casa comigo?", como já fizeram antes em outro jornal, com uma moça que desviou recursos... será que é pq ele é homem?

  • Crítico | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 12h54
    3
    3

    Parabéns PJC, tem que colocar na cadeia mais profissionais.

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.