Polícia

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 10h:40 | Atualizado: 09/10/2019, 16h:52

operação defaz

Advogado tributarista preso é acusado de emitir notas frias a empresários do agro

Facebook

Anildo

Anilton  Gomes Rodrigues é alvo de ordens de prisão e busca e apreensão em 3 endereços

O advogado tributarista e contador Anilton Gomes Rodrigues foi preso na manhã desta quarta (9) na deflagração da Operação Fake Paper, conduzida pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz). De acordo com as investigações policiais, ele atuou para emitir notas fiscais “frias” no esquema. A defesa dele ainda não se manifestou.

O prejuízo total no recolhimento de ICMS calculado pelos investigadores e pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) é de cerca de R$ 330 milhões. Ao todo, nove mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

Também foram expedidos mandados de busca e apreensão em três endereços do advogado, sendo dois residenciais, no Residencial Saint Josefh e no Garden Shangri-lá, e outro no escritório dele, localizado no edifício Work Center, na avenida do CPA.

O magistrado autorizou apreensão de documentos como agendas, cadernos, anotações, extratos, recibos, notas fisciais, além de mídias eletrônicas em computadores e celulares, que devem passar por perícia. A Defaz vai analisar as conversas mantidas pelo Whatsapp e outros, "tendo em vista a informação levantada nos autos de que os investigados mantinham conversas via aplicativo".

Por meio do Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP), a OAB-MT acompanhou a prisão e as buscas no escritório do advogado. Os direitos previstos, como sigilo dos documentos relativos a clientes do jurista, estariam sendo respeitados.

anilton gomes carteira da oab ordem fake paper

Frente e verso da carteira da OAB do acusado de compor esquema de sonegação em MT

Modus operandi

O suposto grupo criminoso é acusado de ter constituído empresas de fachada para, através delas, fornecer notas fiscais frias a produtores rurais e empresas, sonegando impostos no Estado. Crimes não tributários, como fraude a licitação e “esquentar” mercadorias furtadas ou roubadas, também teriam sido cometidos pela organização.

Três empresas foram identificadas como participantes do esquema: Rio Rancho Produtos do Agronegócio Ltda, Mato Grosso Comércio e Serviços e B. da S.. Guimarães Eireli.

O delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior, que preside as investigações, ressaltou que a emissão de notas fiscais frias interfere negativamente na base de dados da Sefaz, “distorcendo as informações sobre produção econômica do Estado e, consequentemente, na composição de índices do Fundo de Participação dos Municípios, e no cálculo do Fundo de Participação dos Estados, causando efeitos devastadores”.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Refletindo | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 22h15
    0
    0

    Ainda bem que não apareceu nenhuma mulher (ou homem) aqui comentando: "Nossa, vi o Facebook dele, que $$$lindo$$$, casa comigo?", como já fizeram antes em outro jornal, com uma moça que desviou recursos... será que é pq ele é homem?

  • Crítico | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 12h54
    3
    3

    Parabéns PJC, tem que colocar na cadeia mais profissionais.

Matéria(s) relacionada(s):

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

Rosana reassume Sinop na quinta

gilson de oliveira 400 curtinha sinop   Pela segunda vez, o apresentador de TV Gilson de Oliveira (foto), do MDB, comanda temporariamente Sinop, a chamada capital do Nortão. A prefeita e empresária Rosana Martinelli saiu de licença não remunerada por 12 dias para cuidar de assuntos pessoais. Viajou aos Estados Unidos....

Vereador induzindo as pessoas ao erro

diego guimaraes curtinha 400   O vereador oposicionista pela Capital Diego Guimarães (foto), do PP, está induzindo a erro às pessoas. Mesmo o prefeito Emanuel já tenho anunciado que vetará a proposta da Câmara Municipal de aumentar o seu próprio salário, uma forma de criar o efeito cascata e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.