Polícia

Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 12h:31 | Atualizado: 15/04/2019, 15h:27

ATENTADOS

Aluno que ameaçou fazer ataque em escola pode ser acionado criminalmente


Atualizado às 15h20

Gilberto Leite

delegada-anaide

Delegada Anaíde Barros acompanha os casos suspeitos e manda recado

O jovem de 15 anos que aparece em um vídeo ameaçando cometer um atentado contra estudantes do colégio Coração de Jesus poderá ser responsabilizado criminalmente, informou a Polícia Civil. Ele poderá ser cobrado financeiramente pelos prejuízos causados pela mobilização das forças de segurança, para apuração dos fatos.

A informação foi repassada pela Polícia Civil, que relatou que todos os casos de ameaças de ataques registrados em Mato Grosso terão a mesma penalidade. Entre os registros feitos no Estado, todos foram apontados como inverídicos e foram classificados como "brincadeiras de mau gosto".

De acordo com a Polícia Civil, tais fatos são vistos pela Segurança Pública como atos de ameaças e de apologia ao crime, passíveis de responsabilização criminal.

A Polícia Civil adotará medidas enérgicas em casos de ameaças em redes sociais a escolas no Estado de Mato Grosso. Todo infrator ou infratores e seus pais serão responsabilizados criminalmente pelas disseminações das promessas de ataques nas unidades de ensino, em qualquer município do Estado.

Também haverá cobrança de valores financeiros dos prejuízos gerados pela mobilização das forças de segurança, para apuração de fatos até então, todos averiguados como inverídicos, tratados pelos envolvidos como “brincadeira de mau gosto”. No entanto, na Segurança Pública são vistos com atos de ameaças e de apologia ao crime, passíveis de responsabilização criminal.

A população, ao tomar conhecimento desses tipos de fatos, precisa procurar antes de tudo à Polícia. Todas as denúncias estão sendo checadas e monitoradas pela Polícia Civil, através da Delegacia do Adolescente, junto com a Diretoria de Inteligência, com objetivo de evitar atos trágicos

Delegada da DEA, Anaíde Barros

Os monitoramentos são realizados constantemente pela Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat) e  a Gerência de Operações de Inteligência (GIP), ambas ligadas à Diretoria de Inteligência, visando à identificação dos membros dos grupos em que se notícia promessas de ataque em escola. O trabalho conta com apoio das delegacias de polícia dos locais com denúncias.

As notícias de atentados em escolas tomaram proporção, após a tragédia da escola Raul Brasil, em Suzano (SP),  em 13 de março de 2019. Em Mato Grosso, jovens encorajados pelas redes sociais passaram a espalhar mensagens de violência (áudios e texto) e ainda postagens com armas de fogo, mesmo que supostamente sem poder letal ou de brinquedos.

Na noite de domingo (15), as forças de segurança foram acionadas após imagens  serem espalhadas em grupos de Whatsapp, sobre um adolescente de 15 anos que postou em seu instagram fotos segurando uma arma de fogo (modelo airsoft), com legenda que insinuava como alvo um colégio particular, situado no bairro Centro Sul. O fato levou vários alunos e pais do colégio tradicional a acreditarem em um possível atentado.

Um procedimento foi instaurado na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), para apurar o ato infracional cometido pelo adolescente, análogo ao crime de ameaça. O menor, o pai e a mãe serão ouvidos na unidade policial. O adolescente será responsabilizado pelo ato infracional.

“A população, ao tomar conhecimento desses tipos de fatos, precisa procurar antes de tudo à Polícia. Todas as denúncias estão sendo checadas e monitoradas pela Polícia Civil, através da Delegacia do Adolescente, junto com a Diretoria de Inteligência, com objetivo de evitar atos trágicos”, destacou a delegada titular da DEA, Anaíde Barros.

O diretor metropolitano da PJC, Douglas Turíbio, reforçou as providências no âmbito da Delegacia e outras medidas que serão tomadas em nível da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). “No sentido de levantar-mos as despesas para ressarcimento do Estado”, disse o diretor.(Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

Cândida Farias troca MDB pelo DEM

candida farias curtinha   Aos 68 anos, completados nesta segunda (17), a empresária Cândida Farias (foto), segunda-suplente do senador Jayme Campos, está desembarcando do MDB e vai se filiar ao DEM. Apesar da mudança de legenda, ela não tem pretensões de concorrer a cargo eletivo nas urnas de 2020....

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

Prefeito de Tangará prepara sucessor

wesley torres curtinha tangara   Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, o prefeito emedebista Fábio Junqueira, que está no segundo mandato, quer lançar à sucessão Wesley Torres (foto), diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Em...

Ex-tucano histórico agora reforça PSB

aparecido alves curtinha   O ex-deputado por alguns meses e ex-presidente do Intermat na época do Governo Dante, Aparecido Alves, o Cido (foto), se filiou neste sábado ao PSB, um mês depois de ter deixado os quadros do PSDB, do qual era considerado militante histórico, inclusive desde a década de 1990. Sua ficha...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.