Polícia

Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 15h:40 | Atualizado: 14/08/2019, 15h:50

COM ALVARÁ

Ao serem soltos, homens citam opressão e dizem que presos tomam água suja

Dois homens que deixaram a Penitenciária Central do Estado (PCE) nesta quarta (14) afirmam que os detentos estão sendo oprimidos, tendo que beber água suja e são alvos de gás lacrimogêneo. A situação, segundo eles, acontece em virtude da Operação Agente Elisson Douglas, deflagrada na segunda (12).

Rodinei Crescêncio

Movimentação na frente da PCE nesta quarta

Momento em que presos são liberados após conseguir alvará de soltura. Homens criticam operação dentro da PCE

A operação, de acordo com a secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), tem o objetivo de combater o crime organizado na cadeia. A PCE, que possui capacidade para 900 presos, tem 2,1 mil detentos atualmente. A Sesp informou que, durante a ação, estão sendo feitas mudanças nas celas, pinturas e retirada de produtos que estão em desconformidade com o Manual de Procedimento Operacional Padrão do Sistema Penitenciário - como celulares e drogas.

A expectativa é de que ela dure, ao menos, até o fim desta semana – não há prazo definido. Durante o período, as visitas de familiares na unidade prisional foram suspensas. Em um áudio encaminhado ao , dois homens, que conseguiram liberdade, reclamam da "dureza" dos agentes.  “Estão arrancando tudo, oprimindo a gente, arrancando vento, quebrando os trens e retirando roupas. Estão nos oprimindo. Não é certo o que estão fazendo”, disse um dos homens.

Segundo o rapaz, os detentos estão bebendo água suja. Ele reclama que há pessoas com falta de ar e que precisam de apoio médico. O outro homem, também liberado hoje, disse que os agentes usam gás lacrimogêneo para conter os presos. “Cadê os direitos humanos?”, questiona.

A operação

A operação ganhou este nome após quatro supostos membros do Comando Vermelho terem executado o agente Elison Douglas da Silva, de 37 anos, em Lucas do Rio Verde (a 350 km de Cuiabá) em 30 de junho.  Ao menos 12 tiros de pistola 380 foram encontrados no local do crime.

Após a morte, uma carta, encontrada por investigadores da Polícia Civil, apontou que supostas agressões a presos teriam sido cometidas por agentes e motivaram a execução do servidor. Além de Elisson, dois outros agentes também estariam em uma lista da morte.

Outro lado

Por meio de nota, a Sesp afirmou que "não houve intercorrência nas atividades de revista e tampouco foram registradas agressões ou morte [durante a operação]".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Morre presidente do Grupo Barralcool

petroni barralcool curtinha 400   Morreu neste sábado, em Cuiabá, aos 88 anos, o diretor-presidente do Grupo Barralcool, João Nicolau Petroni (foto). Ele foi um dos pioneiros no setor sucroenergético do Estado e o primeiro presidente do Sindicado das Indústrias Sucroalcooleiras de MT (Sindalcool). Era...

Abracrim cita arbitrariedade na SESP

michelle marrie abracrim curtinha 400   Michelle Marrie (foto), presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Estado, contesta a nota em Curtinhas entitulada "Secretário, Abracrim e saia-justa", sobre o fato de uma advogada ter se infiltrado na coletiva à imprensa concedida pelo...

Governo monitora crise na segurança

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro monitora de perto a crise instaurada no setor de segurança devido à operação desencadeada na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para acabar com regalias de presos "da pesada", que comandam o crime organizado de dentro das celas. Houve...

Faissal se licencia e Oscar assume vaga

oscar_curtinha_400   O deputado estadual de primeiro mandato Faissal Calil (PV), a partir de quarta (21), vai se licenciar por 4 meses. Assim, dará lugar para o retorno do ex-deputado Oscar Bezerra (foto), que disputou à reeleição no ano passado, sem sucesso. Oscar, que tem base eleitoral em Juara, teve 11.827 votos e...

Fora do Podemos e dando pitacos

marcelo_curtinha   O presidente do Podemos-MT, José Medeiros, se diz surpreso com as declarações do adjunto de Turismo da Capital Marcelo Pires, que se posiciona contra a filiação de Niuan no partido. O absurdo disso é que Marcelo sequer é filiado e muito menos militante. Só participou de uma...

Melhorias refletem no Mutirão Fiscal

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) está empolgado com a intensa procura dos contribuintes para negociação de dívidas municipais e ficou mais animado quando tomou conhecimento dos comentários de muitos, inclusive daqueles menos favorecidos, que estão indo à Arena Pantanal,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.