Polícia

Quarta-Feira, 11 de Janeiro de 2017, 10h:25 | Atualizado: 11/01/2017, 16h:32

fatalidade

Atleta de Rondonópolis é morto a tiro; polícia suspeita de latrocínio

Reprodução

CICLISTA.jpg

Imagem do ciclista Lukas Jhones Rossi em uma de suas competições

 

O ciclista Lukas Jhones Rossi de Almeida, de 21 anos, foi assassinado com três tiros a queima roupa nessa terça (10) no bairro onde mora em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá). A vítima representava Mato Grosso em competições.

De acordo com informações da polícia, o rapaz chegou a receber atendimento, mas morreu dentro da ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 A princípio, o caso é tratado como latrocínio (roubo seguido de morte) já que os criminosos fugiram levando a moto Honda 150 do ciclista. Segundo a Polícia Civil, a motocicleta foi encontrada abandonada em outro bairro do município.

No local, foram apreendidos projéteis de pistola e  encaminhados para análise da perícia criminal.

Vizinhos relataram à polícia que ouviram disparos de arma de fogo e, na sequência, barulho de uma motocicleta deixando o local. O caso será investigado pela Polícia Civil. 

Na pagina social de Lukas amigos e admiradores de seu trabalho lamentam a sua morte.

"Meu Deus, não pode ser pai, que isso! Tão novo e um futuro inteiro pela frente. Tomávamos tereré juntos, um menino. Fazia alguns dias que não nos víamos, agora quando vi essa noticia, uma tragédia. Que Deus venha confortar todos da família", diz uma das postagens.

Currículo

Atleta em início de carreira, Lukas iniciou em 2012 e foi 8º no ranking nacional em 2013 e 2014. O presidente da Federação Matogrossense de Ciclismo, Manoel de Lima Arruda, destaca que a vítima era novata na modalidade e mesmo assim se destacava. “Isso é muito triste. Uma tragédia. Era um menino muito novo com um belo futuro pela frente”, afirma.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.