Polícia

Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 08h:30 | Atualizado: 21/10/2019, 18h:08

POLÍCIA MILITAR

Comandante-geral da PM nega que fuga tenha forçado a troca de chefia da Rotam

PM

Jonildo comandante geral da PM

Coronel Jonildo Assim, comandante-geral da PM, diz não haver ligação entre fuga e trocas

O comandante-geral de Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, nega que a troca de comando da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) esteja relacionada com  a fuga do ex militar Helbert de França Silva, condenado por participação em um grupo de extermínio em Mato Grosso, "Os Mercenários", no início deste mês. Afirmou isso na solenidade de troca de chefia da Rotam na quinta (17) do tenente-coronel Cleverson Leite pelo tenente-coronel Paulo César da Silva.

“Na verdade não tem nada a ver. O tenente coronel Leite recebeu um convite para ser adjunto no Comando Regional. Um posto acima de comandante de batalhão. Ele está indo para uma nova função muito importante principalmente para Mato Grosso”, assegurou.

O coronel destaca ainda que a inteligência da PM está focada em localizar o ex-policial militar condenado a 105 anos de prisão. “A fuga está sendo devidamente averiguada através de um inquérito policial Militar, acompanhado de perto pela nossa Corregedoria. Temos algumas informações, que também não posso estar divulgando, pois se trata de investigações e levantamentos relativos a esse ex-policial que acabou evadindo daquela unidade militar, mas isso está sendo muito bem conduzido”.

O comandante destaca ter "fé" que dentro de poucos dias apareçam algumas novidades e pondera que no momento não pode passar maiores informações para não atrapalhar os trabalhos de buscas.

Ainda não foi divulgado como Helbert fugiu do batalhão. O ex-militar estava na Rotam por ordem judicial. Ocorre que ele, após condenação, foi encaminhado para a cadeia militar em Santo Antônio do Leverger (a 48 km da Capital), porém se desentendeu com o diretor do local e acabou sendo transferido para o Carumbé.

A defesa do condenado entendeu que esse presídio oferecia risco para a vida do réu, por ele ter prendido muitos que ali estavam, e conseguiu com que ele fosse transferido novamente, mas desta vez para a Rotam. Lá ele ficava preso em uma sala, já que no local não possui cela e às 18h a sala era trancada. A fuga ocorreu nestas circunstâncias.

A troca de comando

No lugar de Leite assumiu Paulo César que na solenidade estava representado pelo subcomandante e comandante em exercício, tenente-coronel Wittenberg Souza Maia. Além dos cursos de formação da policial militar, o novo comandante tem graduação em Direito e especialização e capacitação em diversas áreas, entre as quais de Operações Rotam, Operações Policiais Especiais, Gerenciamento de Crise, Negociador Policial e Controle de Distúrbio Civil.

“Os oficiais têm isso muito claro, que os períodos de comando gira em torno de 1 ano ou 1 ano e meio. Isso desde o comandante geral até o comandante do núcleo no interior do Estado. E realmente para nós representa muito essa solenidade. Principalmente neste batalhão, o Daniel de Queiroz, pois dentro da cronologia, foi aqui que começou a Polícia Militar de Mato Grosso”, discursou o comandante-geral.

Já o novo comandante o tenente-coronel Paulo César vai estar à frente de uma das tropas mais atuantes da Polícia Militar, em razão da demanda de ocorrências atendidas.

A Rotam

A Rotam, conta com um efetivo de pelo menos 216 militares. É a unidade operacional tática e especializada, responsável pelo policiamento de segundo nível.

Essa atuação consiste em atividades de intervenções de controle de distúrbios, tumultos e aglomerações, desapropriação de área, além do apoio diário ao policiamento ordinário, que é o primeiro nível, feito pelos batalhões de área.

10º Batalhão troca de comando

Troca de comando do 10º Batalhão: Tentente-coronel César Roveri, em substituição ao tenente-coronel Gilcimar 

Comandos

Além dessa troca, o 10º Batalhão também recebeu novo comandante.  Quem assumiu foi tenente-coronel César Augusto de Camargo Roveri, em substituição ao tenente-coronel Gilcimar Mendes Corrêa. Esse batalhão é responsável pelo policiamento de mais de 50 bairros, entre eles o Santa Rosa, Santa Isabel, Verdão, Cidade Alta, Santa Amália e Jardim Cuiabá, 

Roveri tem 41 anos e integra a Polícia Militar mato-grossense desde 1998. Além do Curso de Formação de Oficiais (CFO), a graduação de ingresso na PM, é bacharel em Direito, especialista em Defesa Civil e tem cursos de Inteligência Policial, Instrutor de Tiro Policial, de Piloto de helicóptero e de aviões comerciais, entre outros. Entre as funções de comando atuou como da 4ª Companhia Independente de Segurança Institucional (Cia Palácios) gerente de equipe de operações do Ciopaer e subchefe do gabinete do Estado Maior Geral da PMMT.

Já a 4ª Companhia Independente de Segurança Institucional agora tem como comandante o tenente-coronel Gilcimar Mendes Corrêa. Gilcimar deixou o 10º Batalhão e na Cia Palácios substituiu o tenente-coronel Osmário Cícero Oliveira Júnior. Osmário, que exercia as funções de comandante dessa da Cia Palácios e subcomandante da 20ª Companhia de Força Tática de Cuiabá agora passa a comandar essa unidade especializada.

Na nova função, o tenente-coronel Gilcimar terá como atribuição a segurança de toda a região do Palácio Paiaguás, onde estão sediados grande maioria dos órgãos públicos estaduais e de outros poderes como Judiciário, Ministério Público e Assembleia Legislativa.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

2 secretários acionados sobre compras

ozenira 400 curtinha   Os secretários municipais de Cuiabá, Luiz Antonio Possas de Carvalho (Saúde) e Ozenira Félix Soares (foto), de Gestão, têm 48 horas para prestar esclarecimentos sobre compras, sem licitação, de óculos de proteção e macacões destinados a...

Valdir, conta rejeitada e pedido negado

valdirzinho 400 curtinha   Valdir Pereira de Castro, o Valdirzinho (foto), prefeito de Santo Antonio de Leverger, ingressou com pedido de revisão no TCE sobre o parecer contra aprovação das contas de 2018. O Tribunal apontou uma série de irregularidades, entre elas registros contábeis incorretos, abertura de...

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

Sem chance para ser desembargador

pio da silva curtinha 400   Pio da Silva (foto) é um advogado que não desiste nunca. Age no meio jurídico como aquele candidato insistente que faz questão de concorrer a cargo eletivo em toda eleição, mesmo sabendo da chance mínima de êxito nas urnas. Pio já se tornou um "eterno"...

Delação de Riva tira apoios à Janaina

max russi 400 curtinha   A delação de José Riva, que deve complicar a vida de vários ex-deputados e alguns dos atuais, dificultou a entrada da filha, deputada Janaina Riva, como primeira-secretária da futura Mesa, que será eleita na próxima semana, com Botelho na presidência pela terceira vez....

Wallace, calendário eleitoral e disputa

wallace 400 curtinha   Cassado em maio de 2015 por gastos ilícitos na campanha, após dois anos e quatro meses de mandato, o ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (foto), do PV, está torcendo pelo adiamento da data das eleições. Com ganho de mais tempo, ele acredita que consiga obter ...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.