Polícia

Sábado, 13 de Abril de 2019, 15h:00 | Atualizado: 13/04/2019, 15h:22

Caso Rodrigo

Conselho inocenta Ledur e diz que está apta a permanecer no Corpo de Bombeiros

A oficial Izadora Ledur Souza Dechamps, acusada de torturar o aluno Rodrigo Patrício Lima Claro, de 21 anos, morto em novembro de 2016, durante um treinamento na Lagoa Trevisan, reuni condições para continuar no Corpo de Bombeiros. A decisão é do Conselho de Justificação da corporação, de 20 de fevereiro, que foi anexada ao processo criminal ao qual a tenente Ledur responde e que corre na 11ª Vara Militar de Cuiabá, sob a titularidade do juiz Marcos Faleiros.

Gilberto Leite

Izadora ledur

Tenente Izadora Ledur foi julgada culpada devido golpes de nadadeiras contra os alunos 

O procedimento interno foi instaurado em 2017. O conselho - formado pelo tenente-coronel Lahel Rodrigues da Silva Major (presidente), pelo major Mario Henrique Faro Ferreira (relator) e pelo capitão Donato Coelho de Almeida (escrivão) - julgou, por meio de processos especiais, a capacidade de um militar continuar - ou não - na corporação.

Eles constataram que Ledur é inocente em quatro dos cinco itens imputados a ela. Foi declarada culpada devido golpes de nadadeiras contra os alunos durante o treinamento. "Salvo melhor juízo, reúne condições de permanecer na ativa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso", disse o conselho.

A defesa de Ledur alega que não houve qualquer ferimento à moral, à ética ou à disciplina, apesar dos xingamentos proferidos por Ledur - classificados por alguns alunos como pressão psicológica. Argumenta ainda que as palavras, na verdade, são apenas jargões muito comuns no meio militar. “Inclusive no Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso: cagão, mocorongo, morcego, tapado, cu de tropa, caga pau, bisonho, bicho, lixão, monstro, muquiço, mulambo, mulambento, pica, xerebento, etc”, diz a defesa. O argumento foi aceito pelo Conselho.

A decisão foi anexada ao processo criminal ao qual a tenente Ledur responde e que corre na 11ª Vara Militar de Cuiabá. Na próxima terça (16), a tenente vai depor ao juízo militar sobre o caso no Fórum de Cuiabá.

Volta ao trabalho

A tenente voltou aos trabalhos em janeiro deste ano, após dois anos afastada por problemas de saúde. Ela está atuando na parte administrativa da Diretoria de Segurança Contra Incêndio e Pânico.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Divina Aparecida Costa | Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 15h52
    0
    0

    Infelizmente o corporativismo existe e as famílias que é as vitimas vão carregar para sempre a dor da Perda junto os casos de impunidade!

  • alex r | Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 08h39
    4
    0

    Vergonha! Agora entendo do pq da população não ter mais confiança nas instituições!!

  • lucas | Domingo, 14 de Abril de 2019, 14h29
    4
    0

    impunidade??

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.