Polícia

Domingo, 02 de Agosto de 2020, 21h:57 | Atualizado: 02/08/2020, 22h:17

REPORTAGEM NO FANTÁSTICO

Pareceu uma encenação, afirma mãe de Isabele ao questionar versão de vizinhos

Reprodução/TV Globo

Depoimento enfermeiro caso Isabele

Trecho do depoimento de um dos socorristas que foram até o condomínio de luxo Alphaville I, na Capital, em 12 de julho, quando Isabele morreu

O Fantástico deste domingo (02) exibiu reportagem com novas revelações sobre a morte da adolescente Isabele Guimarães Ramos, atingida por um disparo supostamente acidental de pistola calibre 380, efetuado por uma amiga da mesma idade. O caso ocorreu no último dia 12 de julho, no condomínio de luxo Alphaville I, no Jardim Itália, em Cuiabá (assista matéria completa aqui).

A reportagem mostrou trechos do depoimento de um dos enfermeiros do Samu que atendeu a ocorrência. O profissional declarou à Polícia Civil que uma mulher, possivelmente mãe da adolescente autora do disparo, estava retirando material de manutenção de armas de cima da mesa.

Segundo o enfermeiro, a mulher foi advertida que estava alterando o cenário de um crime. Além disso, a arma não foi encontrada no banheiro onde Isabele morreu e o local estava limpo, com sangue somente embaixo da cabeça da vítima.

“Parece teatro, encenação”, disse Patrícia Hellen Ramos, mãe de Isabele, que afirma que as pessoas envolvidas no homicídio precisam pagar pelo que fizeram. “É isso que eu espero”.

Conforme relato do advogado da família da amiga de Isabele, Ulisses Rabaneda, imagens do circuito de segurança do condomínio levam a crer que a garota foi baleada entre 22h e 22h01. O Samu foi filmado chegando na portaria do Alphaville às 22h10. A ambulância teve dificuldades para entrar no local, devido as regras de segurança e precisou da liberação da mãe da autora do disparo.

Conforme o advogado da mãe de Isabele, Hélio Nishiyama, houve "grave falha" no isolamento do local do crime. Diligências que deveriam ter sido realizadas logo após a morte não foram feitas, conforme o defensor.

Reprodução/TV Globo

Arma Caso Isabele

Arma que teria sido disparada de forma acidental, segundo a mãe da vítima, não estava na cena do crime: apareceu só com chegada de delegado

Troca de roupas

Outro fato que chama atenção, revelado pelo Fantástico, é que a autora do disparo e sua irmã foram até a casa da vizinha e trocaram de roupas. As peças, inclusive, foram entregues à Polícia Civil na semana passada.

Rabaneda alega que a adolesce estava se sentindo “aflita” e “sufocada” após o ocorrido. “Uma criança não iria pensar em trocar de roupa com outro propósito”, garantiu.

Em depoimento, a autora do disparo negou que houve qualquer desentendimento naquele dia. Atiradora esportiva, a garota garante que o disparo foi acidental.

Investigação

Até agora, 21 pessoas foram ouvidas pela Polícia Civil. Pelo menos sete estavam dentro da casa no momento do disparo. E a oitava, o namorado da adolescente autora do disparo, parece ter saído pouco antes do tiro e da primeira ligação para o Samu.

A Polícia Civil disse, em nota, que agiu imediatamente depois da morte de Isabele, com buscas, perícias e a apreensão de provas. Afirmou que aguarda o resultado da análise dos materiais e que deve ouvir mais pessoas essa semana.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • HELO | Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020, 08h04
    7
    1

    Deve ouvir o namorado da irmã da atiradora , pois foi na casa deste que a autora do disparo foi tomara banho e trocar de roupa. Ela foi orientada por "alguém".

  • maria | Domingo, 02 de Agosto de 2020, 23h34
    10
    1

    criança? com armas e namorado em casa? de qual processo o Dr está falando? aff. cada fantasia...

Medeiros x Fernanda e o bolsonarismo

jose medeiros 400 curtinha   Não são apenas Carlos Fávaro (PSD) e Nilson Leitão (PSDB), que se auto-combatem, com um tentando desconstruir a candidatura do outro na corrida pela única vaga em disputa ao Senado. Como num ringue de boxe, José Medeiros (foto), do Podemos, e coronel Fernanda (Patriota)...

Leitão x Fávaro sob efeito-Bolsonaro

nilson leit�o 400   O ex-vice-governador e hoje senador interino Carlos Fávaro (PSD) e o ex-prefeito sinopense e ex-deputado federal pelo PSDB Nilson Leitão (foto) travam uma guerra eleitoral, com críticas mútuas, como se só existissem os dois na disputa para o Senado, quando, em verdade,...

Leverger e ex em palanque separado

francieli magalhaes 400 curtinha   Dois candidatos em chapas majoritárias em Santo Antonio de Leverger, hoje em palanques diferentes, já estiveram juntinhos na vida particular. O empresário Ademilson Dantas de Matos (PV), vice da chapa de Franklin Luis Carvalho (PSDB), foi casado com a petebista Francieli Magalhães...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...