Polícia

Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020, 05h:56 | Atualizado: 21/10/2020, 15h:07

CIRCUMITUS

PF faz ação contra desvios na Educação; empresário é preso por arma ilegal

A Polícia Federal deflagrou nas primeiras horas da manhã de hoje (21) a operação Circumitus para combater desvio de recursos públicos. Ordens judiciais são cumpridas em Cuiabá e Campo Novo do Parecis. O empresário Mauricio Souza de Menezes, dono da Protege Energia, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma. A candidata Samila Dalva de Jesus Silva, a "Samila" (Patri), também foi alvo de busca e apreensão.

Bárbara Sá

Agentes da PF na empresa Protege Energia, no Jardim Calif�rnia, em Cuiab�

Agentes federais estão neste momento na empresa Protege Energia, no Jardim Califórnia, em Cuiabá, onde cumprem mandado de busca e apreensão

Neste momento, são cumpridos mandados em uma empresa no Jardim Califórnia, na Capital, e na prefeitura de Campo Novo do Parecis.

Funcionários da Controladoria Geral da União acompanham os trabalhos, e alguns deles estão no IFMT de Campo Novo dos Parecis. 

Reprodução

Busca e apreensão - casa da candidata Samila

Policiais cumprem busca e apreensão na casa da candidata a vereadora Samila Dalva

A ação visa desarticular esquema criminoso com indicativos de fraudes e desvio de recursos públicos no instituto nas áreas da educação e infraestrutura. O montante dos recursos envolvidos é de aproximadamente R$ 4,8 milhões.

As investigações tiveram início a partir de trabalhos internos da CGU que identificaram pagamentos de notas fiscais de possível fornecimento de gêneros alimentícios no mês de janeiro de 2020 para alimentação escolar, sendo que neste período os alunos estavam em período de férias escolares.

No decorrer das investigações foi possível constatar que os referidos gêneros alimentícios não foram entregues pelas empresas contratadas, porém foram pagos integralmente. Somente nesta ocasião foram desviados cerca de R$ 127 mil.

Diante dos fatos, a CGU iniciou trabalho de auditoria em outros pagamentos e identificou indícios de irregularidade também em um contrato de manutenção preventiva da infraestrutura do campus.

Outros elementos informativos evidenciaram as referidas irregularidades procedimentais em relação a contratos para obras de engenharia. Servidores públicos estariam exercendo pressão sobre responsáveis pela fiscalização de contratos para liquidação e pagamento de notas fiscais, muitas vezes sem que se verificassem a execução completa do respectivo serviço ou fornecimento de material.

Assista momento em que agentes chegam à empresa - veja.

Bárbara Sá

Agentes da PF na empresa Protege Energia, no Jardim Calif�rnia, em Cuiab�

Reprodução

CGU_IFMT_camponovo

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Pedro A. Moura | Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020, 11h40
    1
    0

    Hum... Não sei não. Acho que nesse caso a atuação freou danos maiores, já que o grupo criminoso já estava se articulando para voos na "política" com a candidatura da principal envolvida nas fraudes e desvios. Como pode uma pessoa ganhar R$ 5000 e ao mesmo tempo viajar pra portugal, ter casa de alto padrão, se lançar na política financiando a própria campanha. Interessante faz a gente pensar

  • José Eduardo | Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020, 09h47
    3
    1

    A Polícia e a Justiça é igual marido traído são últimos a saber.

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.