Polícia

Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 06h:41 | Atualizado: 23/06/2020, 13h:27

OPERAÇÃO OVERLAP

Deccor deflagra ação contra secretário de Educação e apura esquema em reforma

Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor) da Polícia Civil cumpri, na manhã desta terça (23), ordens de busca e apreensão em alguns endereços de empresas ligadas ao secretário municipal de Educação, Alex Vieira Passos - que é um dos alvos. Trata-se da Operação Overlap.

Além dele,  o ex-secretário da pasta, Rafael Cotrin, que deixou o cargo em fevereiro de 2018, também é alvo de ação. Investigações apontam que houve lavagem de dinheiro e que Rafael usou a empresa de Alex para realizar obras.

As ordens de busca e de bloqueio de valores foram decretadas pela 7ª Vara Criminal da Capital e são cumpridas nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande e Campo Grande (MS). A operação é coordenada pela delegada da GCCO, Juliana Chiquito Palhares e o delegado da Deccor, Luiz Henrique Damasceno, responsáveis pelas representações das medidas, conta com a participação de nove delegados de Polícia, 40 investigadores e dez escrivães.

Assessoria

Alex Vieira Passos

Operação investiga ligação de secretário de Educação de Cuiabá Alex Vieira com esquema de lavagem de dinheiro e uso de empresas para realizar obras

O inquérito foi iniciado após informações de que em 2017, o então secretário municipal de Educação teria recebido valores indevidos por meio de suas empresas, sendo posteriormente detectado se tratar de empresas ligadas diretamente ao atual secretário no cargo.

Analistas identificaram que uma empresa contratada no ano de 2017 para a reforma da creche CMEI – Joana Mont Serrat Spindola Silva, localizada no bairro CPA III, em Cuiabá, teria como real proprietário o atual secretário municipal de Educação, que foi o ordenador de despesas responsável por determinar a maior parte dos pagamentos relacionados ao contrato (178/2017).

De acordo com as investigações, o contrato nº 178/2017 teria por objetivo concluir a obra iniciada por meio do contrato nº 5979/2012, porém durante as análises, de imediato, foi detectado provável duplicidade de itens licitados. Os valores chegam à monta de R$ 249.451,00 em custos executados no contrato 178/2017, que já constavam como executados no contrato 5979/2012, porém foram executados novamente de forma integral ou parcial.

Em análise das informações, se somados o valor do contrato nº 5979/2012 (R$ 1.208.321,93), com o valor pago no contrato nº178/2017 (R$1.096.248,81), chega-se ao valor total de R$ 2.304.570,74, para uma obra que tinha como custo inicial R$ 1.432.300,00, ou seja, uma diferença de R$ 872.270,74, superando em pouco mais de 60% do valor inicialmente licitado em 2012.

Os investigadores buscam, agora, localizar novos elementos que vinculem os suspeitos às empresas, bem como documentos que indiquem a prática de atos ilícitos antecedentes à lavagem de capitais, vez que restou identificado movimentação suspeita de R$ 1 milhão.

As investigações indicam o cometimento dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e advocacia administrativa, cujas penas somadas ultrapassam os 20 anos de reclusão. Para os delegados titulares das unidades envolvidas, Eduardo Augusto de Paula Botelho e Flávio Henrique Stringueta, a ação conjunta reforça o sentimento de unidade da Polícia Civil no combate à criminalidade.

A operação contou com o apoio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, por meio do Grupo Armado de Repressão a Roubos a Banco e Resgate a Assaltos (Garras). O nome Overlap indica a sobreposição de itens licitados, pois as investigações apontaram duplicidade nas licitações identificadas, fazendo com que o município pagasse duas vezes pelo mesmo serviço.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • A ERA DOS TITÃS | Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 13h49
    0
    0

    HÁ NESTE CASO, consciência é algo que tais indivíduos desconhecem. Se começar a cutucar o palheiro veremos grandes empresários que surgiram ligados a secretaria de educação em qualquer cidade. Professores com escolinhas, novos veículos, servidores recém investidos mudando de padrão de vida...não que seja impossível ou errado, errado talvez seja o comportamento de tais indivíduos ....Infelizmente temos muito a ensinar, e normalmente, quem ensina não faz parte do topo." TRISTE CASO (fim) DE POLICARPO QUARESMA"- LIMA BARRETO(ótima leitura)

  • Cuiabano | Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 11h01
    1
    0

    Dinheiro SUJO tirado das criancinhas, este tido de dinheiro jamais quero colocar as minhas mãos. Estão taxados de corruptos e o carimbo levará para a vida inteira.

  • Gustavo Correa | Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 07h44
    5
    0

    Secretário de educação de Cuiabá Alex Passos vc terá que devolver o dinheiro juntamente com o Rafael Cotrim, a polícia e a população de MT quer explicações sobre os desvios de recursos públicos, vergonhoso

  • Estava demorando | Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 07h44
    5
    0

    Estava demorando essa operação e outras

  • Maria Madalena | Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 07h36
    5
    0

    Parabéns ao site rd news por nos manter informados

  • Servidores públicos | Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 07h31
    6
    0

    QUE VERGONHA ALEX PASSOS E RAFAEL COTRIN VCS ESTÃO NAS MÃOS DA POLÍCIA AGORA É TARDE

  • Os Matogrossenses | Terça-Feira, 23 de Junho de 2020, 07h25
    4
    0

    APLAUSOS A POLÍCIA, TODOS OS ENVOLVIDOS PRECISAM SER PUNIDOS URGENTEMENTE

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

Pátio punido por não licitar transporte

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto) vai concluir o mandato sem conseguir realizar a licitação do transporte coletivo urbano de passageiros, vencido desde março de 2014. Por essa irregularidade na concessão, já que a Cidade de Pedra, empresa que explora o...

Anelise só vai com respaldo de MM

anelise silva 400 curtinha   Filiada ao DEM, Anelise Silva (foto) deve desistir da disputa à Prefeitura de Cáceres, a não ser que o governador Mauro Mendes, com quem ela pretende conversar nos próximos dias, declare apoio irrestrito a sua candidatura. Nos bastidores, Mauro não dá sinais de que...

Deputados "adotam" pré-candidatos

franklin 400 curtinha   Deputados estaduais se transformaram em padrinhos políticos de quatro pré-candidatos a prefeito de Santo Antonio de Leverger. Considerado o nome mais forte eleitoralmente, o ex-vereador por três mandatos e derrotado ao Executivo em 2016, Franklin Silva (foto), do PSDB e sobrinho do ex-prefeito Edu, entrou...

Candidato da Reitoria sob desgaste

julio cesar 400 curtinha   O professor Júlio Cesar (foto), um dos dois candidatos a reitor, tem apoio carimbado do grupo que comanda a instituição há cerca de 20 anos - desde a Escola Técnica, passando pelo CEFET, até o IFMT. Mas, nas viagens e reuniões em busca de voto, e numa tentativa de evitar o...

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.