Polícia

Sábado, 24 de Outubro de 2020, 12h:39 | Atualizado: 25/10/2020, 08h:27

Delegado casado é detido depois de agredir e ameaçar o amante e a mãe dele

Um delegado de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá), de 43 anos, foi preso por lesão corporal e ameaça, na noite de sexta (23). O policial teria ameaçado uma mulher e seu dois filhos com uma arma, além de ter agredido um deles, no bairro Chacára Paraíso.

Reprodução

Sirenes da Pol�cia Militar

A mulher, de 48 anos, e que é mãe dos outros dois homens, diz que chegou em casa por volta das 19h. O filho, de 20 anos, pediu para que ela cuidasse da neta, enquanto ele saía com a esposa para jantar. Nesse momento, o segundo filho, de 28 anos, ligou para o delegado usando o celular de um amigo.

No boletim de ocorrência, a mãe afirma que seu filho mais velho e o delegado tinham um relacionamento. Após o telefonema, o delegado apareceu na frente de casa, chamou pelo nome do filho da mulher e disse que queria vê-lo. Caso não viesse, iria matá-lo. Temendo pela vida do filho, a mãe não deixou a autoridade entrar e pediu para ir embora. Mas o suposto amante apareceu junto ao portão e, em seguida, ambos passaram a brigar fisicamente.

A mulher tentou separá-los, mas acabou sendo empurrada pelo delegado. Ela caiu no chão e ficou com lesões no braço. Por sua vez, o delegado foi até o carro, pegou uma arma, da marca Taurus, e apontou para o suposto amante. A mãe entrou na frente para defender o filho. Os dois pararam a briga e, em seguida, o policial foi embora.

Depois de um tempo, o delegado tentou entrar em contato com a mãe do rapaz pelo telefone do filho, que não deixou ambos conversarem. Ele voltou então para a casa da mulher e, do portão, gritou pedindo desculpas e para conversar com sua esposa para ele não perder seu casamento.

A mulher pediu para que o delegado fosse embora. Mas ele não ia. Em seguida, ela foi à frente da casa e pediu para que o delegado levantasse a camisa e demonstrasse que não estava armado. Ele atendeu o pedido. Quando saiu do portão, o filho a empurrou para que não conversasse com o delegado. Ela caiu no chão e veio a desmaiar.

Quando acordou, a mãe ainda estava caída no chão. O filho mais novo já tinha voltado do jantar, estava ao seu lado e perguntou o que tinha acontecido. Em seguida, ele foi até a frente da casa perguntar para o irmão e o delegado, que ainda estavam na frente casa, o que haviam feito com sua mãe. Nesse momento, os dois entraram no carro e saíram.

O filho mais novo conta também que, quando chegou na casa da mãe, foi ameaçado pelo delegado, que estava com a arma. Ele chamou um amigo e, juntos, seguiram o irmão e o delegado. Os dois cruzaram com uma viatura da Polícia Militar e gritaram que haviam um sujeito armado no carro.

O delegado e o suposto amante foram abordados em frente a um supermercado. A autoridade, que dirigia o carro, desceu e andou até o porta-malas com os braços abertos. Ele tinha lesão na cabeça que sangrava, conforme relatado pelos policiais militares.

A PM pediu que o delegado viesse com as mãos na cabeça e que o suposto amante também saísse do carro. O delegado teria se mostrado resistente à abordagem, informou seu cargo, dizendo que não seria necessário aquilo. Os policiais pediram a identificação, mas ele disse que a tinha deixado em casa.

Em seguida, o delegado disse que sua arma estava no carro. Ele voltou para o veículo, mas foi impedido pelos policiais. De acordo com o boletim de ocorrência, o delegado teria empurrado os militares e os xingado. Foi necessário uso de algemas.

Durante a detenção do delegado, o suposto amante desceu do carro e foi abordado e revistado. A arma foi encontrada dentro do veículo. Um oficial do dia foi chamado e confirmou que a ocupação de delegado. Após a identificação, as algemas foram retiradas e outro delegado da Polícia Civil foi acionado para acompanhá-lo até a delegacia para registrar boletim de ocorrência.

Outro lado

A Polícia Civil, por meio de nota, informa que em relação à ocorrência registrada na noite desta sexta-feira (23) em Rondonópolis, todos os envolvidos foram conduzidos à Central de Flagrantes na 1ª Delegacia do município e ouvidos pelo delegado plantonista, sendo adotadas todas as providências legais sobre o fato.

Apenas um dos envolvidos decidiu pela representação criminal, sendo lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência por ameaça. O TCO será encaminhado ao Juizado Especial do Poder Judiciário local.

A Corregedoria da instituição já foi comunicada do fato e adotará as providências pertinentes no âmbito disciplinar.

O espaço segue aberto para que os envolvidos também se manifestem.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Jao | Domingo, 25 de Outubro de 2020, 20h20
    2
    0

    Não entendi nada kkkkkk

  • Milton Gomes da Costa | Domingo, 25 de Outubro de 2020, 08h37
    6
    0

    até parece istórias de buteco, onde não coloca nomes. Penso que jornalismo sério, conta o fato e põe nome aos bois, agora contar istória " sem H mesmo" porque história é a verdade.

  • Neto | Domingo, 25 de Outubro de 2020, 07h52
    8
    1

    rapaz não acreditei no título. Tive que ler a matéria . O amante d delegado era homem. kkkkkkkkkkkkkkk . Aonde vamos parar.

  • Marc | Domingo, 25 de Outubro de 2020, 00h27
    7
    0

    Prefiro ler este furdunço confuso do que ler trem de política. Que trem chato! Vai chegar o Carnaval e estas eleições não terão acabado, credo em cruz, o trem longo!

  • Cuiabano | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 21h30
    12
    1

    texto confuso e cheios de erros de português . o nobre jornalista deveria submeter o texto antes a uma correção .

  • Mandiocao | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 18h48
    2
    0

    Mandiocao , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Willian | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 17h24
    8
    0

    Prezado comentarista "EU". Entendi que a mulher que a reportagem se refere é a mãe do rapaz (amante) e não a mulher do delegado. Foram muitas informações e ficou um pouco confuso. Bom, agora esse delegado, independente da esposa dele perdoar ou não a traição, certamente terá que pedir remoção de Rondonópolis, pois já ficou conhecido na cidade toda. Se fosse "uma" amante, todos iriam aplaudir, mas como é "um" amante, o povo vai "cair de pau".

  • celso | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 16h42
    7
    1

    cheiro de coisa fedida queimada

  • Ariosvaldez Rodrigues de LIma | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 16h06
    7
    1

    Eita doideira!!!

  • joaoderondonopolis | Sábado, 24 de Outubro de 2020, 14h30
    17
    0

    Confusão desgraçada.

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

Reeleição consagradora e base forte

leonardo bortolini leo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito Léo Bortolin (foto) mostrou nas urnas ser mesmo um líder político emergente da região. Ele assumiu o Executivo, após vencer a eleição suplementar em novembro de 2017, com 69% dos votos válidos. Agora foi à...

Vereador eleito diz não apoiar Abílio

eduardo magalhaes 400 curtinha   Release produzido pela campanha de Abílio Júnior anuncia que 13 dos 25 vereadores eleitos e/ou reeleitos estão apoiando o candidato do Podemos neste segundo turno em Cuiabá. E incluiu na lista Eduardo Magalhães (foto), do Republicanos. Mas o próprio Magalhães,...