Polícia

Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 07h:23 | Atualizado: 19/08/2019, 16h:27

APREENSÃO E BUSCA

É preso ex-adjunto de Rosa Neide e atual assessor parlamentar de Barranco vídeos

Atualizada às 9h05

Rdnews

Rosa neide e barranco

Atual deputada federal Rosa Neide e deputado Valdir Barranco, petistas

A Delegacia Fazendária Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública (Defaz) deflagrou nesta manhã (19) a Operação Fake Delivery  que atinge os petistas Rosa Neide, deputada federal, e Valdir Barranco, estadual.

Equipes policiais estão em diversos endereços, onde devem cumprir mandados de busca e apreensão. Uma das equipes está em um condomínio de luxo na Capital, onde mora Rosa Neide.

O único alvo de prisão é um assessor parlamentar do deputado estadual Valdir Barranco (PT), Francisvaldo Pereira de Assunção. Ele foi preso por volta das 7h50 da manhã com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Posto Gil, em Diamantino (a 219 km de Cuiabá). Era adjunto de Rosa Neide, quando ela foi secretária de Estado de Educação no governo de Silval Barbosa.

O crime investigado é desvio de dinheiro da educação indígena na Seduc.

O esquema

A Defaz apura o destino de mais de R$ 1,1 milhão em materiais supostamente entregue na sede da Seduc a Francisvaldo Assunção. As informações foram remetidas à delegacia em 2017, através do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção, indicando irregularidades na aquisição de materiais escolares. Cinco irregularidades foram detectadas, entre elas justamente a falta de comprovação do destino da compra.

Veja vídeo

Às 9h - Agentes chegam com material apreendido na casa da deputada

Por volta das 9h, os agentes da Defaz chegaram na delegacia com o material apreendido na casa da deputada em Cuiabá. O momento foi registrado por Rdnews.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • joao | Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019, 22h53
    0
    0

    petralhas

  • Tobias de Aguiar | Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019, 12h47
    4
    0

    Para Maria e José (GABI) - Leia julgado do STF de 03//05/2018 - AP 937 - A imunidade do deputado é absoluta desde que as ações tenha sido praticadas no período de sua legislatura. As denúncias, GRAVÍSSIMAS, ocorreram antes da legislatura da INVESTIGADA. Portanto, correta a atuação do MPE e da Magistrada. Aceita, que dói menos!

  • guto | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 17h44
    10
    1

    parabéns a esse juiz, temos que acabar com essa cachorrada de foro privilegiada

  • Maria | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 13h59
    3
    21

    Uma deputada federal com prerrogativa de foro sofreu busca e apreensão decretada por um juiz de piso? Tem ou não tem abuso de autoridade neste país? Ou esta ação é midiática?

  • suzi | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 10h43
    22
    3

    Estranho seria se fosse o contrário ...pt sendo pt ...

  • Germano | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 10h40
    22
    6

    Embora um partido relativamente pequeno por aqui, mas repleto de gatunos do dinheiro público. Inocentes da silva.

  • José | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 10h38
    10
    8

    QUANDO É QUE SERÁ INVESTIGADO O DESGOVERNO PEDRO TAQUES ? O DESGOVERNO PEDRO TAQUES QUEBROU O ESTADO POR CAUSA DOS MAIS DE R$25 BILHÕES DE IRREGULARIDADES EM 2015 A 2018. Até agora não foi apurada a responsabilidade de todos os membros do desgoverno taques quanto aos desvios e fraudes do desgoverno da transformação do estado em caos e roubalheira, cujas irregularidade somadas já ULTRAPASSARAM OS $25 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos mais de $25 bilhões em irregularidades pendentes de serem apuradas: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin recebendo R$80 mil por fora todo mês; delação de Alan Malouf e Perminio indicando que secretários (Permínio, Brustolin, Julio Modesto e etc) recebendo mensalinho de R$30 mil/mês; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $500 milhões do Fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo Gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juizá candidata para ferrar o Silval e a família dele; irregularidades de R$3 bilhões no Edital nº 02/2018 da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) sobre rodovias MT 246, MT 343, MT 358 e MT 480. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados, estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos que receberam salários acima de R$100 mil, contratação irregular de 2000 cabos eleitorais na SEDUC para fazer campanha para o ex-secretário Mahafon, peculato ao gastar R$10 milhões em telefone por secretaria do estado durante a campanha eleitoral para o governo 2018; R$180 milhões em indenizações irregulares pagas em 2018 as empresas supostamente prestadoras de serviços na Secretaria de Estado de Saúde Secretaria. Pedro Taques e Gallo cometeram crime de responsabilidade de R$3,7 bilhões ao deixar restos a pagar para o próximo governo sem a devida provisão de fundos exigida na Lei de Responsabilidade Fiscal.

  • alexandre | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 08h45
    9
    6

    tá puxado.....

  • Gil | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 08h40
    19
    7

    É por isso que eles querem os indios depedentes.

  • Leo Figueiredo | Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 08h34
    16
    2

    SOBROU PARA O ASSESSOR.....

Matéria(s) relacionada(s):

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

Antes, durante e depois de Bolsonaro

wilson kero-kero 400 curtinha   O vereador pela Capital, Wilson Kero-Kero (foto), que era do SD e se filiou ao PSL em 2015, muito antes da chegada do hoje presidente Bolsonaro, vai aproveitar a janela de março e pular para o Podemos. Isso não quer dizer que ele deixará de defender o governo do capitão. Assegura que...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.