Polícia

Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 16h:20 | Atualizado: 06/12/2019, 08h:00

ESPECIALIZADAS

Em meio à polêmica, diretoria da Polícia Civil define equipes da Deccor e Defaz

Em meio a polêmicas e até nota de repúdio do Sindepo, que representa os delegados de polícia de Mato Grosso, a diretoria da Polícia Civil oficializou a reorganização da Delegacia Especializada de Crimes Tributários (Defaz) e anunciou a equipe que tocará a de Combate à Corrupção (Deccor).

  Delegados Sylvio do Vale Ferreira Junior e Eduardo de Paula Botelho

Sylvio do Vale Ferreira Junior assume Defaz e Eduardo de Paula Botelho comandará Deccor

A Deccor será conduzida por Eduardo de Paula Botelho, que estava na Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (Gecat). A equipe é integrada também pelos delegados Luiz Henrique Damasceno, remanejado da Defaz, e por José Ricardo Garcia Bruno, que vinha atuando na especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande.

A Deccor foi criada para atuar em investigações de fraudes ou modalidades de corrupção praticadas na administração pública e em ações de agentes que atuem de forma isolada ou em grupo na lavagem ou ocultação de bens.

A nova estrutura passa a funcionar atendendo critérios estabelecidos pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para rateio entre as unidades da federação dos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública.

A Deccor, por enquanto, segue na mesma sede da Defaz - que a partir de agora vai apurar apenas os crimes fazendários. Os trabalhos serão conduzidos por  Sylvio do Vale Ferreira Junior, que já vinha atuando como adjunto. Ele assume o lugar de Anderson Veiga, que está na Diretoria Metropolitana aguardando lotação. Sylvio terá Rafael Mendes Scatolon – antes da força tarefa da Grampolândia Pantaneira - como adjunto.

Antes do anúncio, o ex-adjunto da Defaz Lindomar Toffolli também foi transferido para a diretoria Metropolitana e espera lotação em uma das delegacias comuns ou especializadas. As remoções de Lindomar e de Veiga geraram desconforto nos bastidores e provocaram a reação do Sindepo, sob Maria Alice Barros Martins Amorim. Em nota, o sindicato ressaltou que "nunca se submeteram à pressão externa no exercício de suas funções".

Ocorre que o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) protocolou na Assembleia um pedido de investigação quanto a suposto uso da máquina pública para prejudicá-lo politicamente. Segundo o emedebista, ele teve conhecimento de que os delegados teriam sido afastados, por não sederem à pressão para incriminá-lo, em investigação com base em boletim de ocorrência registrado por servidora do Hospital São Benedito, Elizabete Maria de Almeida.

Ela afirmou ter visto o gestor em uma reunião na casa do vereador Juca do Guaraná (Avante), em que teria tratado sobre pagamento de propina em troca de votos pela cassação do vereador oposicionista Abílio Júnior (PSC). Eles negam. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Crítico | Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 01h51
    0
    0

    Crítico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Acerto pra Pivetta se filiar ao Podemos

alvaro dias curtinha   Mais uma demonstração de que o senador Álvaro Dias (foto), líder do Podemos no Congresso, está ignorando a pré-candidatura ao Senado do seu próprio colega de partido, deputado José Medeiros. Álvaro já acertou com Pivetta apoio na disputa à...

Critério para definir candidatura em VG

fabio tardin 400 curtinha   O presidente da Câmara de Várzea Grande e filiado ao DEM, Fabinho Tardin (foto), sonha com a cadeira de prefeito, mas não tem apoio dos Campos para concorrer à sucessão municipal. Como Lucimar Campos não pode buscar o terceiro mandato seguidamente, o grupo liderado pelo senador...

Prefeito de Lacerda, projeto e derrota

alcino curtinha 400 pontes e lacerda   O prefeito de Pontes e Lacerda, Alcino Pereira Barcelos (foto), resolveu dar de ombro para a Câmara Municipal sobre um projeto de grande alcance social e perdeu feio na queda-de-braço. Contrariando a vontade do prefeito, os vereadores aprovaram a proposta, apresentada pelos colegas Pedro Vieira e...

MPE antes e depois de Maluf no TCE

jose antonio borges 400 curtinha   Antes, membros do MPE fizeram esforço para impedir a nomeação de Guilherme Maluf como conselheiro do TCE, sob argumento de que não detinha notório saber jurídico, contábil, econômico e financeiro e ainda carrega vários processos judiciais nos ombros....

Fatura por média e multa à Energisa

thiago 400 ager curtinha   Após fiscalização no 2º semestre do ano passado, a Ager-MT multou em R$ 14,4 milhões a Energisa. Descobriu-se irregularidades na área comercial da concessionária de energia. Thiago Bernardes (foto), coordenador Regulador de Energia da Agência, explica que, no trabalho...

PS-VG e revolta por falta de médicos

marcondes curtinha 400   Principal calcanhar de Aquiles do 2º maior município do Estado, que registra hoje cerca de 200 mil habitantes, o Pronto Socorro de Várzea Grande não está recebendo pacientes ortopédicos e nem ginecológicos em sua porta de entrada. É que a unidade não tem...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.