Polícia

Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 09h:50 | Atualizado: 28/02/2020, 15h:08

POCONÉ

Escondido no Pantanal, tesoureiro do PP afastado é preso por homicídio qualificado

Atualizada às 10h45

Reprodução

Wanderson Arian Fernandes e Silva

Por ordem judicial, foi preso nesta quinta (28) em Poconé (a 104 km de Cuiabá) o tesoureiro do Partido Progressista (PP) na cidade, Wanderson Arian Fernandes e Silva, de 27 anos. Ele é acusado de homicídio qualificado.

Estava foragido, escondido em Porto Jofre, região do Pantanal mato-grossense, de acordo com o delegado de Poconé, Ruy Guilherme Peral, que conduz inquérito do crime, ainda inconcluso.

O crime foi registrado dia 23 de novembro do ano passado.  A  vítima, Igor Cesar  de Moraes de Souza, 24, andava pela cidade e se deparou com uma briga entre pessoas conhecidas. Desceu do carro para tentar separar o tumulto generalizado e foi quando se desentendeu com Wanderson. Em meio a uma discussão, Wanderson disparou contra Igor, que caiu no chão baleado. Consta que, depois disso, o acusado ainda voltou e atirou outras vezes contra a vítima.

Em estado grave, Igor foi levado ao Pronto-Socorro de Várzea Grande, onde não resistiu e morreu.

A Polícia de Poconé abriu inquérito e, após as primeiras investigações, pediu a prisão de Wanderson. A Justiça acatou. Porém o delegado Ruy relata que foi preciso busar o paradeiro do suspeito para cumprir a ordem judicial.

Nesta quinta, investigadores conseguiram localizá-lo em uma colônia de pescadores no final da rodovia Transpantaneira, já na divisa entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Não houve resistência à prisão.

Wanderson deve ir a audiência de custódia nesta sexta (28). A Justiça definirá se responderá preso ou solto pelo crime.

Outro lado

O presidente do partido, Jean Silva, entrou em contato com o e explicou que foi feita uma troca de funções na condução do PP local e Wanderson está afastado. Segundo ele, a mudança consta em ata, mas não houve tempo de sacramentá-la junto ao TRE. "Houve um erro, ano passado o sistema (do Judiciário) estava fora do ar e eu fiquei sem senha", alega. Por isso, em documento do Tribunal ainda consta Wanderson como tesoureiro-geral da sigla em Poconé. No entanto, de acordo com Jean Silva, quem cuida das finanças no momento é Welbert Moares de Araújo.

O site segue aberto à defesa de Wanderson.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Meire Martins | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 15h09
    1
    0

    Esse pessoal tudo da mesma laia mesmo, esse irmao do presidente do PP ja é reicidente, esse irmao que ele disse que tirou ano passado, há alguns anos ja foi preso em Poconé por Porte Ilegal de Arma,Tem Bo de Maria da Penha e vários outros crimes em Poconé. Ja é condenado pela Justiça.

  • Leandro Almeida | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 12h20
    5
    0

    Querendo enganar a População, esse é um diretório, vai fabricar a ata hoje? esse ai é seu irmao, senhor presidente, agora substituiu porque cometeu um crime. Só em Poconé mesmo.

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

Deputado, carona e ainda se gabando

paulo araujo 400 curtinha   Considerado de baixo clero na Assembleia, o deputado Paulo Araújo (foto) agiu de carona e num oportunismo condenável acerca do decreto do governador Mauro Mendes da última quinta, quando resolveu relaxar as medidas restritivas em meio à pandemia do coronavírus e liberou o funcionamento...

Políticos querem suspender eleição

Cresce o movimento entre políticos para adiar as eleições municipais de outubro. O argumento utilizado é o impacto que o coronavírus terá na economia, saúde e vida das pessoas. Isso porque, neste ano, uma vacina não deve ficar disponível ao mercado e os prejuízos causados pela Covid-19 ainda estão só começando. Entre os políticos de MT que defendem adiar o pleito para 2022, quando a...

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.