Polícia

Quarta-Feira, 29 de Março de 2017, 15h:05 | Atualizado: 29/03/2017, 15h:07

operação pérfido

Fotógrafo é preso ao tentar tirar foto durante operação da Defaz em VG

O fotógrafo do site Olhar Direto, Rogério Florentino Pereira, foi detido na manhã desta quarta (29), durante a cobertura da Operação Pérfido deflagrada pela Delegacia Fazendária, que apura supostos desvios na Prefeitura de Várzea Grande, na ordem de até R$ 60 milhões.

Jardel Arruda

rogerio-preso.jpg

Momento em que o fotógrafo Rogério Florentino é conduzido por PMs em VG

Ocorre que Rogério tentava fotografar um dos presos envolvidos no suposto esquema, quando se desentendeu com um agente prisional. Na ocasião, o fotógrafo foi detido no Fórum de Várzea Grande e depois conduzido à Central de Flagrantes do município.

Neste ínterim, o jornalista Jardel Arruda também se desentendeu com policiais, quando tentava tirar foto de Rogério sendo conduzido. Segundo o jornalista, os policiais alegaram que ele estava em local restrito e não poderia tirar fotos. “Isso é um absurdo. Eu estava fora do Fórum, não há explicação para a atitude dos policiais”, afirma.

Na Central de Flagrantes foi lavrado um Termo Circunstanciado, em seguida, o fotógrafo prestou depoimento e foi liberado. Conforme a assessoria da Polícia Militar, Rogério fez fotos de agentes prisionais conduzindo detentos que não tinham relação com a referida operação e que a decisão de levá-lo foi da própria guarda do Fórum.

Diante do ocorrido, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor/MT) emitiu nota de repúdio à prisão do fotógrafo e o tratamento truculento dado a Jardel.

Conforme a nota, os dois atuavam na cobertura jornalística da operação, quando foram abordados por policiais militares. “Rogério foi revistado e detido sem nenhuma explicação, enquanto exercia seu trabalho, e depois encaminhado para o Fórum de Várzea Grande e para a delegacia do município. O repórter Jardel Arruda, ao tentar fotografar a prisão sem justificativa de Rogério, foi abordado pelos policiais que afirmaram que não poderiam fazê-lo na área”, traz trecho da nota.

O Sindjor informa ainda que condena qualquer tipo de ação que obstrua o trabalho da imprensa, conforme assegurado pela Constituição Federal de 1988 no artigo 220, e ressalta que o exercício do jornalismo é garantir à população o direito constitucional à informação.

Pérfido

Nove mandados de prisão preventiva, 9 buscas e apreensão e sete conduções coercitivas são cumpridos, na manhã desta quarta (29), pela Polícia Judiciária Civil, na operação "Pérfido". A ação é comandada pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz). Rombo seria de R$ 60 milhões.

Segundo a assessoria da prefeitura, a operação é desdobramente da investigação iniciada em fevereiro, quando a prefeita Lucimar Campos  e o  secretário de Gestão Fazendária, hoje secretário de Governo, César Miranda, identificaram que fiscais de tributos estariam recebendo vantagens para não lançar os impostos devidos aos contribuintes. Havia inconsistências como uma empresa movimentar R$ 150 mil e pagar R$ 100 de imposto, o que só podia acontecer com a anuência de um fiscal de tributo. 

A investigação apura esquema de corrupção, concussão, sonegação de impostos e outros crimes praticados por uma organização criminosa constituída por servidores, que, em conluio com os empresários/contribuintes várzea-grandenses, provocaram grande prejuízo ao erário.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Klayton Arruda | Quarta-Feira, 29 de Março de 2017, 19h16
    0
    0

    Ao ler a matéria, me questionei, será que assim como os gentes penitenciários, a PM também está bastante despreparada? No caso do fotógrafo que fazia a cobertura da operação, custava informar que as pessoas das fotos supostamente tiradas não teria relação nenhuma com a operação? Garanto que não existiria motivos para divulgação, e no contra ponto vem a PM e faz a detenção do profissional que estava ali trabalhando ..... Repúdio tais atos.....

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

MAIS LIDAS