Polícia

Quarta-Feira, 05 de Junho de 2019, 11h:37 | Atualizado: 05/06/2019, 15h:04

OPERAÇÃO MANTUS

Frederico Muller e irmão permanecem em silêncio durante depoimento na Defaz veja

Mikhail Favalessa

Frederico Muller e Edson Nobuo Ybumoto

Frederico Muller e Edson Nobuo Ybumoto deixam a Defaz, em Cuiabá, após prestarem depoimento; Dom ficou em silêncio, segundo delegado

O empresário Frederico Muller Coutinho, seu irmão Eduardo Coutinho Gomes e o recolhedor Edson Nobuo Ybumoto foram levados à sede da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), para prestar depoimento. Eles estão presos preventivamente há oito dias, após deflagrada a Operação Mantus.

Apenas Edson confessou participação na organização criminosa “Ello/FMC”, que movimentava o jogo do bicho no Estado, e que é rival da organização “Colibri” supostamente chefiada por João Arcanjo Ribeiro. Entre os fatos destacados pelo depoente é o temor que o grupo de Frederico tinha em relação ao histórico de violência do grupo do ex-comendador. 

Frederico e Eduardo permaneceram em silêncio e preferem se manifestar apenas em juízo. De acordo com o delegado Flávio Stringueta, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Edson não deu muitos detalhes, mas confessou que participava da organização criminosa como recolhedor na região de Tangará da Serra.

Veja saída de presos da Defaz:

“Edson confirmou que fazia parte da organização que era chefiada por Frederico Muller Coutinho. Não chegou a falar de valores, apenas que recebia de R$ 2 mil de porcentagem”, relata o delegado. O percentual, segundo o depoimento, era pouco, porque na região, a Colibri atuava com mais força.

Segundo o delegado Luiz Henrique Damasceno, que conduz as investigações, o depoimento de Edson só confirmou o que a Polícia Civil já havia apurado. “Um dos membros colaborou, ratificando o que está nos relatórios, é réu primário, obviamente está objetivando liberdade mais a frente. Nada novo, tudo o que já tínhamos nos autos”, aponta.

Luiz explica que Edson confirmou a informação de que Frederico Muller era o líder da organização criminosa. Em relação ao sistema de arrecadação dos valores gerados com o jogo do bicho na região de Tangará, o depoimento de Edson demonstrou que havia receio da Ello em invadir a área do Grupo Colibri, em razão do histórico de violência.

Na avaliação de Stringueta, que auxilia nas investigações, o interrogatório não auxiliou em “grande coisa, mas que o direito ao silêncio que Frederico e Eduardo exerceram não modificou nada no inquérito, “pois tínhamos provas suficientes contra eles, duvido que consigam um Habeas Corpus positivo”.

Delegado fala sobre depoimentos na Defaz:

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Base na Câmara e apoio de Iva Viana

leonardo 400 curtinha   Leonardo Bortolin (foto), que comanda Primavera do Leste e um dos vários prefeitos que prestigiaram a solenidade de entrega 100% do HMC, nesta segunda à noite, em Cuiabá, revelou contar com uma base forte e sólida na Câmara Municipal, o que tem sido importante na aprovação dos...

Ato de EP atrai 5 últimos governadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto), habilidoso nas articulações políticas, conseguiu levar para o mesmo evento, marcando a entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá, nesta segunda à noite, quatro ex-governadores e ainda o atual. Prestigiaram a solenidade Júlio Campos, Carlos Bezerra,...

Governador tenta constranger prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) tentou constranger o prefeito Emanuel, nesta segunda, na festa da entrega para funcionamento pleno do Hospital Municipal de Cuiabá. Na presença de diversas autoridades, inclusive dos últimos cinco governadores, com exceção de Silval, o atual chefe do Executivo, em...

3 vereadores cuiabanos no Cidadania

diego guimaraes 400 curtinha   O Cidadania, hoje sem voz na Câmara de Cuiabá, poderá ter três vereadores a partir de março de 2020, com abertura da janela. Na dança das cadeiras, Felipe Wellaton sairá do PV para aderir ao Cidadania, que já é presidido em Cuiabá pelo seu chefe de...

6 na Câmara tentam barrar projetos

francis maris 400 curtinha   O prefeito cacerense Francis Maris (foto) luta junto aos vereadores, para, enfim, concretizar todas as etapas de um financiamento milionário para projetos na área de saneamento. São R$ 130 milhões para abastecimento de água e cobertura de rede de esgoto, com juros de 6% ao ano e 20...

3 ex-prefeitos se juntam em Poconé

meire pocone 400 curtinha   Em Poconé, o prefeito Tatá Amaral, filiado ao DEM do governador Mauro e apoiado pelo ex-federal Fábio Garcia, está disposto a buscar a reeleição, mesmo com uma gestão pífia, isolado politicamente e com alto índice de rejeição. Enquanto isso, as...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.