Polícia

Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019, 22h:14 | Atualizado: 24/08/2019, 15h:24

Converge

Gaeco prende sargento por suposto "elo" com fraudes para acobertar homicídios

Gaeco pris�es

Gaeco investiga "rede de proteção"

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) cumpriu na noite desta sexta (23) o mandado de prisão preventiva contra o sargento Berison Costa e Silva, que teria participado de fraudes de documentos e sistemas de informações, para acobertar participantes de homicídios em suposto grupo de extermínio investigado na Operação Mercenários. A prisão ocorreu por volta das 19h07.

O cumprimento da ordem judicial faz parte da Operação Converge - terceira fase da Mercenários-, deflagrada na quarta (21). Berison, conforme as investigações, teria atuado para adulterar a numeração de armas na Superintendência de Apoio Logístico e Patrimônio (Salp) do Comando da PM, com objetivo de obstruir as investigações contra um grupo de militares suspeitos de cometer sete crimes de homicídios, sendo quatro tentados e três consumados.

 Também são suspeitos de participar desta rede de proteção o tenente-coronel Marcos Eduardo Paccola, ex-Bope, que conseguiu habeas corpus após vazamento da operação; os tenentes Thiago Satiro Albino e Sada Ribeiro Parreira, que também teriam participado do esquema de adulteração das armas na Salp; além de Cleber Ferreira. 

O caso

Conforme as investigações, com a finalidade de obstruir as investigações relacionadas aos referidos crimes, os militares articularam a alteração do registro da arma de fogo, mediante falsificação documental e inserção de dados falsos em sistema da Polícia Militar. A atuação visava supostamente maquiar o uso de uma pistola, que estava em poder do tenente Cleber, em crimes.

24/08, às 15h22 - Corregedoria apura conduta de sargento

Em nota, a Polícia Militar informa que a Corregedoria acompanhou a prisão do sargento e que apura a conduta do militar.

  • A Polícia Militar informa que equipes da Corregedoria acompanharam o cumprimento do mandado de prisão e estão contribuindo com todas as ações necessárias ao esclarecimento das denúncias.
    No âmbito militar, a Corregedoria já está apurando, reunindo dados e informações para instaurar procedimentos para investigar a conduta do policial.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

4 órgãos do Estado no monitoramento

Como parte de um projeto piloto, quatro órgãos públicos do Estado estão sendo monitorados em tempo real, com câmeras analíticas que fazem o videomonitoramento. Nas funcionalidades do sistema estão até simulações de ativação de alarme e botão do pânico. As câmeras estão instaladas na 10ª Ciretran, na Superintendência de Assistência Farmacêutica e em duas...

Governo inaugura posto na fronteira

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugura na quarta o Posto do Limão, do Gefron, na região de Cáceres. Decola para Cáceres logo cedo e pousa na pista da fazenda Santa Helena. Dali segue 14 km de carro até o posto a ser inaugurado. O chefe do Executivo vai aproveitar para fazer um...

Estiagem faz Tangará racionar água

renato_golveia_curtinha400   A estiagem severa que castiga o Estado e provoca milhares de focos de incêndio, começa a afetar o sistema de abastecimento de água. Em Cuiabá, a concessionária pediu uso consciente da água. Já em Tangará, a situação ganha contornos dramáticos. O...

Lucas arrecada R$ 58 mi em impostos

binotticurtinha_400   Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (PSD), arrecadou R$ 58,274 milhões em impostos de 1º de janeiro até 13 de setembro deste ano, às 17h. Os dados são do Impostômetro e foram divulgados pela Fecomércio. No mesmo período em 2018, foram R$ 52,493 milhões. Nos 12 meses...

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.