Polícia

Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 12h:50 | Atualizado: 22/11/2019, 12h:59

OPERAÇÃO FINAL DE ANO

Governo coloca PM nas ruas para coibir assaltos e avisa: vai ter blitz e abordagem

Rodinei Crescêncio

Lançamento da operação fim de ano PM

Ação lançada simultaneamente em 15 regionais do Estado para reforçar em 30% policiamento preventivo e repressão à criminalidade até 1º de janeiro

Rodinei Crescêncio

Lançamento da operação fim de ano PM - coronel pm assis

Comandante Geral da PM, coronel Jonildo Assis, fala em ação ostensiva

Um fato inédito ocorrerá nesta Operação de Final de Ano desencadeada nesta sexta (22) pela Polícia Militar. Pelo menos 78 militares estarão atuando exclusivamente na segurança do Centro de Cuiabá.

“Essa ação é muito grande e vai trazer uma sensação de segurança grande para a população. Para que o consumidor venha fazer suas compras com tranquilidade e usufruir de todas as promoções”, pontuou o vice-presidente da Fecomércio Manuel Procópio, ao ressalta que a partir do dia 7 de dezembro  as lojas ficarão abertar até as 20h.

A ação foi lançada simultaneamente nas 15 regionais do Estado e vai reforçar em 30% o policiamento preventivo e a repressão à criminalidade até o dia 1º de janeiro de 2020.

Em Cuiabá, Várzea Grande e municípios próximos a população contará ainda com 119 novos soldados, que concluíram o curso de formação pela Escola Superior de Formação de Praça (Esfap).

O comandante Geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, falou que o momento é de colocar todo o efetivo nas ruas. “A ideia é trabalhar de forma ostensiva, com barreiras, blitze e abordagens. Vamos bater firme para tirar de circulação criminosos que tenham intenção ou que estejam cometendo crimes”, destacou.

Cerca de 1.530 policiais e 200 viaturas, entre carros e moto, estarão nas ruas diariamente, principalmente, em áreas comerciais, como o Centro de Cuiabá e outros locais de concentração de consumidores. Para isso, o comandante garantiu que o setor de inteligência está alinhado com os demais órgãos da Segurança Pública.

Rodinei Crescêncio

Lançamento da operação fim de ano PM - manuel procópio

Manoel Procópio, da Fecomércio, quer consumidor em maior segurança

Para a operação, policiais da cavalaria, Rotam, Bope, vão usar motos e bicicletas.

Segundo o coronel Assis, a PM tem desenvolvido um trabalho que vai além das ações de segurança, que é o trabalho de acolhimento e conscientização da população.

“Vamos fazer campanha educativa, com a população que vai estar em circulação pelo Centro. Além disso, ao lado dos Bombeiros, arrecadar brinquedos e alimentos para serem doados. É a campanha Natal Feliz”, disse. 

O planejamento estratégico da Operação Final de Ano também prevê o acompanhamento diário dos índices criminais pela Superintendência de Planejamento e Estatísticas (Spoe), com a finalidade de avaliar o policiamento e fazer mudanças ou adequações de acordo com as necessidades apontadas. Prevê ainda, a atuação do Serviço de Inteligência no monitoramento de locais e situações relacionadas a práticas criminosas.

As ações de policiamento específicas de final de ano serão incorporadas à Operação Guardião III, desenvolvida pelo Comando Especializado da PM, que reúne os Batalhões Bope, Rotam, Ambiental, Trânsito e Cavalaria.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • MT mais transparente | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h31
    3
    0

    Senhor comandante, Parabéns pela iniciativa, mas precisamos de ações mais contundente para sociedade como por exemplo a convocação imediata de todos os servidores CEDIDOS ou em desvio de função para voltar às ruas. Vamos começar substituir os militares da ativa por militares da reserva que estão cedido a outros órgãos imediatamente. Substituir todos militares da área administrativa por servidores civis. Realizar convocação de todos sem exceção para voltar a sua atividade profissional e pente fino. Vamos começar pela assembleia legislativa e tribunal de justiça e de contas e nas secretarias estaduais e municipais.

  • Nilton Ferreira | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 13h01
    1
    1

    podia ser isso o ano todo né? só fim de ano é complicado

Arco de alianças define vice de Eliene

eliene liberato 400 curtinha   A professora e vice-prefeita de Cáceres, Eliene Liberato (foto), pré-candidata do PSB à sucessão municipal, disse que a definição do nome para vice de sua chapa só sairá na pré-convenção. Até lá, o amplo arco de alianças...

Pesquisa derruba discurso de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O resultado da pesquisa Analisando, que traz Emanuelzinho com boa vantagem nas intenções de voto sobre todos os pré-candidatos a prefeito de Várzea Grande, está provocando uma reviravolta nos bastidores. Os dados vieram a público nesta quinta, em publicação no...

Tucano dá título a Bolsonaro em Sinop

dilmair callegaro 400 curtinha   O presidente Jair Bolsonaro, que comanda o país desde janeiro do ano passado, irá receber o título de Cidadão Sinopense, mesmo sem previsão de pisar os pés, por enquanto, ao município considerado Capital do Nortão. A homenagem partiu do vereador do PSDB Dilmair...

Ação pró-Thiago, mas Luizão resiste

carlos bezerra 400   Com uma pesquisa debaixo do braço, cujo resultado traz Thiago Silva na dianteira na corrida à Prefeitura de Rondonópolis, inclusive na frente do prefeito Zé do Pátio (SD), o MDB de Carlos Bezerra (foto) tenta convencer o empresário Luizão (PRB) a recuar para apoiar o...

Padrinho político de Fabio a prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Após se reunir com o governador Mauro Mendes (foto) na sexta (14), o suplente de senador Fabio Garcia, presidente regional do DEM, deve oficializar sua pré-candidatura à Prefeitura de Cuiabá. Fabinho quer discutir com Mauro, que é seu padrinho político, o arco de aliança e...

4 ex-prefeitos se juntam em Chapada

gilberto mello 400 curtinha   Considerado nome mais forte da oposição, Gilberto Mello (foto), do PL, lançou sua pré-candidatura à sucessão em Chapada dos Guimarães com apoio de nada menos que três ex-prefeitos, fora ele próprio, que administrou o município entre 2005 e 2008....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.