Polícia

Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 08h:30 | Atualizado: 11/11/2019, 11h:35

Liderança do CV, Juninho Block pula muro da cadeia, com escada, e foge - ficha longa

Atualizada às 11h35

PJC

Juninho Block

Juninho Block cumpria prisão provisória e tinha autorização para trabalhar na marcenaria do presídio, de onde fugiu

O detento Júnior de Oliveira Ribeiro, de 20 anos, o Juninho Block, fugiu do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), no bairro Carumbé, no final da manhã deste domingo (10), usando uma escada para pular o muro.

Júnior que tem pelo menos 13 passagens policiais é uma das lideranças do Comando Vermelho em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá). Ele que teria assassinado a tiros o candidato a Mister Rondonópolis, Willian Santos de Oliveira, 24, em dezembro de 2017.

Conforme o boletim de ocorrência, o preso foi até a marcenaria da unidade, colocou uma escada sob o muro e, com a ajuda de um gancho de ferro, conseguiu passar pelos arames, tendo acesso à rua.

escada juninho block

A administração do CRC informou que Júnior cumpria prisão provisória e tinha autorização para trabalhar na marcenaria. No momento da fuga, estava desenvolvendo suas atividades.

Agentes prisionais só tomaram conhecimento da fuga após um informante delatar. Em buscas pela região da Morada do Ouro, e em região de mata próxima ao presídio, o suspeito não foi localizado.

Câmeras de segurança serão analisadas para traçar a rota de fuga dele.

Ficha criminal

Juninho foi preso em 2017, quando tinha 18 anos, na Operação Falso Poder, de combate a crimes de tortura e associação criminosa.

Passou a ser investigado, após ser flagrado em vídeos divulgados na internet dando "salve" em desafetos em nome do Comando Vermelho em Mato Grosso.

Reprodução

mister-mt

Candidato a Mister Rondonópolis morre a tiros

Em abril deste ano, voltou a ser preso  pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes em uma ação conjunta entre a DHPP de Rondonópolis e a DRE.  Com ele a polícia encontrou maconha, êxtase, uma pistola Taurus 380 e munições. Ele estava foragido desde o início de dezembro de 2017.

Mister

O homicídio chocou Rondonópolis. Willian foi candidato a Mister Rondonópolis e ficou em 6º lugar com 232 votos. O concurso foi realizado pela internet.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima estava em frente de casa, quando 2 suspeitos se aproximaram em uma moto. O homem, que estava na garupa, sacou um revólver e atirou várias vezes no rapaz, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • CARMEN | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 11h02
    7
    2

    Foi tudo facilitado. Só com conivência se consegue isso. Pular muro, usar escada, NINGUÉM VIU ? Mentira. Aperta os plantonista que sai a verdade.

  • CARLINHOS | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 10h23
    3
    0

    Estamos aguardando nossa nomeação. Cadê o dp João Batista? só pensa em Valorização?

  • Paulo Dias | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 10h22
    4
    0

    E AS FUTURAS NOMEAÇÕES MAURO MENDES?

  • CDP Pexoto | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 09h50
    2
    0

    Simples, Falta de efetivo! E as obas de Peixoto, E as obras de VG?? #nomeiaAgepen

  • Luiz | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 09h49
    4
    1

    E o governo diz que o sistema está "sob controle".. #nomeiaAgepenMT

  • Aprovado AGEPEN 2016 | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 09h48
    3
    1

    Infelizmente a falta de efetivo é visível em todas as unidades do estado. #nomeiaAgepenMT

  • Crítico | Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 09h45
    7
    1

    Com certeza teve ajuda. Precisa ser apurado com rigor.

Contrato para tocar eventos do TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf, fechou um contrato anual com a Infortouch Agência e Comunicação, Eventos e Produtos Alimentícios, aproveitando ata de registro de preços  do Tribunal de Justiça de MT, com adesão-carona num processo de 2019. A empresa vai faturar R$ 376,9 mil para atender demandas do TCE em toda logística de eventos, envolvendo as etapas de planejamento,...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.