Polícia

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 14h:00 | Atualizado: 19/11/2019, 18h:35

TRAIÇÃO E TEMOR

Marreta diz ter matado Petróleo sozinho dentro de cela e armado cena de suicídio

Audi�ncia Ass�psia Marreta

Luciano Mariano da Silva, o “Marreta”, durante audiência à juíza Ana Cristina Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá

Luciano Mariano da Silva, o “Marreta”, apontado como uma das lideranças do Comando Vermelho em Mato Grosso, confessou ter matado sozinho Paulo Cesar da Silva, o “Petróleo”, com que dividia cela.

Nesta segunda (18), acompanhado do advogado Rafael Winck do Nascimento, Marreta decidiu prestar novo depoimento e, diferente da tese de suicídio, admitiu ter matado o colega. O corpo de Petróleo foi encontrado na cela na madrugada de 27 de outubro, na Penitenciária Central do Estado (PCE). O laudo apontou estrangulamento como a causa da morte.

Marreta declarou ao delegado Caio Albuquerque que, dois dias antes de matar Petróleo na cela, descobriu que ele estava repassando informações sobre “seus negócios fora da cadeia” para a Rotam.

Segundo ele, a descoberta ocorreu durante audiência da Operação Assepsia. Pois os depoimentos de testemunhas continham informações que apenas Petróleo sabia.

No caminho do Fórum de Cuiabá à PCE, o detento confrontou o amigo sobre o fato dele estar lhe entregando aos policiais. Petróleo lhe respondeu que eles conversariam depois da visita na cadeia, que ocorreria no sábado (26).

Durante os dois dias, eles não se falaram e passaram a se encarar como inimigos. No sábado, depois da visita, “Marreta” disse que ambos ficaram “se cuidando com os olhos”.

Ele contou que, quando “Petróleo” descuidou, foi ao banheiro e fez uma trança com um lençol. Em seguida, se aproximou do colega de cela e lhe enforcou com o lençol, seguido de um golpe de arte marcial. Em seguida, o fez inalar um perfume.

Depois disso Marreta conta que pendurou o desafeto a cerca de 25 centímetros do chão. Ele garante que não teve ajuda de nenhum dos outros três presos que estavam na cela. Somente no outro dia, por volta das 6h, ele chamou por Petróleo na cela, mas este não respondeu. Foi ao banheiro e viu o companheiro de cela pendurado. Ele criou uma cena para falar que o ex-companheiro de crime se suicidou. 

“Marreta”, que negou ser líder ou membro do Comando Vermelho em Mato Grosso, afirmou que matou Petróleo por temer que ele tirasse sua vida, em virtude do diálogo que tiveram no caminho entre o Fórum e a PCE. Ele disse que, antes da audiência, considerava a vítima “como um irmão”. 

“Ele alega, que toda essa execução, que começou por volta das 23h e terminou às 2h da manhã. Ele fala que foi o horário em que ele dormiu, e que todos estavam dormindo e ninguém ouviu nada”, disse. O delegado esclarece que essa é a versão dele, mas que as investigações continuam, uma vez que o cubiculo é pequeno e não teria como ninguém não ouvir. "No decorrer das investigações, vai ser apontado as demais autorias neste crime. Cada um dos colegas apresentou uma versão para os ferimentos que cada um apresentava".

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

Sob recall e apoiamento de Bolsonaro

roberto franca 400 curtinha   Mesmo isolado e sem grupo político da época em que foi prefeito por duas vezes, Roberto França (foto), filiado ao nanico Patriota, não desiste da pré-candidatura em Cuiabá. E há um motivo forte que o deixa empolgado. Seu nome vem se consolidando como o segundo nas...

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.