Polícia

Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020, 18h:33 | Atualizado: 19/10/2020, 19h:16

ANUÁRIO DA VIOLÊNCIA

Número de homicídios cresce e chega a 404 no 1º semestre de pandemia em MT

Reprodução

Mortes Violentas Intencionais

21 estados registraram mais mortes violentas intencionais em 2020 na comparação com 2019; Mato Grosso teve aumento de mortes por homicídios

Mato Grosso registrou 404 mortes violentas intencionais oriundas de homicídios durante o primeiro semestre do ano, em meio a pandemia da Covid-19, um aumento de 5,2%%, comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram notificados 384 assassinatos. O índice, apesar de representar alta ante a 2019, está abaixo da média nacional, que ficou em 7,1%. 

Os dados constam da 14ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, lançada na manhã desta segunda (19), pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

No total, o Estado contabilizou 424 mortes violentas, incluindo homicídios, latrocínios e mortes provenientes de ação policial nos seis primeiros meses do ano. Os assassinatos lideram o ranking e representam 95% do geral. O número é 1,4% maior do que o mesmo intervalo do ano passado. O índice está bem abaixo do nacional que ficou em 7,1% e viu os casos dispararem.

No país, conforme o estudo, foram registradas 25.712 mortes de janeiro a junho, o que representa uma pessoa assassinada a cada dez minutos em meio à pandemia de Covid-19, mesmo com as medidas de isolamento social no período.

O aumento das mortes violentas intencionais no país foi registrado em 21 unidades federativas, o que  indica uma interrupção de uma tendência de queda dos crimes violentos registrada a partir de 2018 no Brasil, com aumento também dos feminicídios, e das vítimas de intervenções policiais e de policiais mortos.

Além de mato Grosso, o maior aumento significativo foi no Ceará, com 96% de alta, seguidos por Paraíba (19,2%), Maranhão (18,5%) e Espírito Santo (18,5%). Mato Grosso do Sul, Amapá, Amazonas e Minas Gerais ficaram ao lado do estado mato-grossense com aumento abaixo da média nacional.

Seis estados tiveram redução no período, são eles: Pará (-25,1%), Roraima (-23,4%), Rio de Janeiro (-10,9%), Rio Grande do Sul (-7,2%) e o Distrito Federal (-2,1). Goiás também apresentou redução de 17% nos registros.

Em 2019, o Brasil perdeu 47.773 vidas por Mortes Violentas Intencionais (MVI), uma queda de 17,7% na taxa de MVI, saindo de 57.574 mortos em 2018 para 47.773 em 2019.

Dados do Anuários revelam que o perfil médio das vítimas da violência letal no Brasil é formado majoritariamente por homens (91,2%), jovens de até 29 anos (51,6%), baixa escolaridade (80,8% tinham no máximo ensino fundamental completo) e negros (74,4%).

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Candidato irritado chama EP de traste

abilio junior 400 curtinha   Abílio Júnior (foto), candidato do Podemos ao Palácio Alencastro, tem se mostrado mais irritado depois do debate promovido pela Fecomércio, na quarta à noite, quando, em vários momentos, se viu questionado e desqualificado pelo prefeito e candidato à...

Prefeito reeleito sob investigações

ze do patio 400 curtinha   A situação jurídica do prefeito populista e desgastado Zé do Pátio (foto), que acaba de ser reeleito para o terceiro mandato em Rondonópolis, sendo o segundo consecutivo, não é das melhores. Contra sua gestão tem pipocado denúncias sobre...

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...