Polícia

Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 06h:53 | Atualizado: 04/03/2021, 13h:38

PF deflagra operação contra fraudes de R$ 170 mil no auxílio emergencial em MT

PF

Opera��o Quarta Parcela

Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta (4) a Operação Quarta Parcela, no combate a fraudes aos benefícios emergenciais, disponibilizados pelo Governo Federal à população carente. Participam da operação 97 policiais federais em Mato Grosso, no Amazonas, na Bahia, em Goiás, no Paraná, em Rondônia, no Maranhão e em São Paulo. São cumpridos 28 mandados de busca e apreensão e sete mandados de sequestro de bens,em um total de mais de R$ 170 mil bloqueados por determinação judicial.

A ação é fruto do trabalho conjunto da Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União, instituições que participam da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE).

PF

Opera��o Quarta Parcela

A operação tem como objetiovo identificar fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas que atuam causando prejuízos ao programas assistenciais e, por consequência, atingindo a parcela da população que necessita desses valores.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde, a Polícia Federal prossegue com a realização de ações em prol da sociedade. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Zeca Valeiro | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 09h43
    4
    0

    Há muita fraude no auxilio emergencial. Pessoas que não pararam de trabalhar, pessoas com patrimônios enormes, recebendo o auxilio. Falar nisso e os candidatos que ano passado declararam patrimônios e rendas altíssimas e receberam o auxílio emergencial, como vai ficar? Li que uma candidata do interior do estado recebeu o auxilio emergencial e declarou ter R$ 45.000.000,00 de patrimônio. Outros declararam dois, três, cinco, dez milhões, como fica? Façam uma busca no TRE//MT.

  • Ramalho | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 08h41
    5
    0

    Ta na hora da PF e MP começar a investigar os repasses dos bilhões que o governo federal repassou a estados e municipios, COVIDÃO E AUXILIÃO estão correndo solto por aí.

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...