Polícia

Quarta-Feira, 04 de Dezembro de 2019, 07h:20 | Atualizado: 04/12/2019, 17h:39

OPERAÇÃO YBYRÁ

PF prende índios e fazendeiros de MT por extração ilegal de aroeira galeria de fotos

Com prisões de indígenas e fazendeiros, a Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta (4) a Operação Ybyrá para combater uma organização criminosa que atuava na extração ilegal de aroeira na região da Terra Indígena Sararé, em Conquista D’Oeste (a 538 km de Cuiabá). A aroeira é uma madeira muito durável, considerada a mais resistente do Brasil e de extração proibida.

Galeria: Operação Ybyrá

Operação YbYrá terra Sararé Nova Conquista

Extração ilegal é identificada na Terra Sararé

A operação cumpre mandados tanto contra índios que, conforme apontam as investigadções, negociavam e cobravam de pessoas que extraíam madeira ilegalmente, quanto contra fazendeiros que recebiam a madeira e comercializavam.

Pelo menos 65 policiais federais cumprem 25 ordens judiciais expedidos pela Justiça Federal de Cáceres (a 215 km de Cuiabá) dentre as quais constam 12 mandados de prisão e 13 mandados de busca e apreensão em Nova Lacerda e Conquista D’Oeste.

Na operação estão sendo presos indígenas, madeireiros e uma grande propriedade rural está sendo arrestada (apreendida judicialmente) por ter adquirido madeira retirada da reserva indígena.

A investigação teve início no ano de 2017, a partir de uma prisão em flagrante realizada em uma ação de fiscalização de Terra Indígena. Tais fiscalizações visavam coibir a prática de crimes ambientais dentro das reservas e são coordenadas pela Funai, com o apoio do Ibama e de forças policiais.

Corte proibido

O foco da exploração ambiental investigada na operação foi  a extração da aroeira,  espécie que tem o corte proibido em floresta primária desde  1991 por uma portaria normativa expedida pelo Ibama.

Os presos estão sendo conduzidos para a Delegacia de Polícia Federal em Cáceres onde serão ouvidos e encaminhados à cadeia local permanecendo à disposição da Justiça.

No período da investigação foi feita a apreensão de mais 1,2 mil lascas de aroeira avaliadas em mais de R$ 50 mil.

A operação visa também identificar outras pessoas responsáveis pela aquisição da aroeira, as quais  serão indiciadas por crime ambiental eorganização criminosa, bem como os imóveis serão apreendidos para ressarcimento ambiental.

Ybyrá é aroeira em tupi

O nome da operação faz menção ao significado das palavras “árvore, tronco, madeira” no dialeto tupi. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Fatima | Quarta-Feira, 04 de Dezembro de 2019, 16h00
    1
    0

    ESSE GOVERNO DE MATO GROSSO COM A MAIORIA DOS DEPUTADOS VIVEM LEGISLANDO A FAVOR DAS CAUSAS PRÓPRIAS, ISTO É REVOGANDO LEI DA FISCALIZAÇÃO DE DEFESA DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS DO INDEA E TAMBÉM CRIANDO LEIS QUE AMPLIA O LIMITE PARA DESMATAR, TUDO ISSO É SIMPLESMENTE PARA AFROUXAR A FISCALIZAÇÃO DE MADEIRAS

  • Talisia | Quarta-Feira, 04 de Dezembro de 2019, 08h10
    7
    0

    O GOVERNO DE MATO GROSSO ATRAVÉS DA LEI 645 DE 29/11/2019, ALTEROU A LEI 233 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2005.e, liberou o corte da Myracrodruon urundeuva (Aroeira). O MPF E MPF tem que investigar as ações do Governador e seu líder que é um madeireiro. Os Ministérios públicos vão permitir que a lei 645/2019, se estabeleça e passe por cima da proibição que é desde 1991? Daqui um pouco o lider e o Governador libera em Mato Grosso o corte do Piqui, castanheira e ETC. Portanto, já passou da hora da Policia Federal investigar o líder do Governo que usa o cargo para aprova leis iguais a esta que vem de encontro ao meio ambiente.

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.