Polícia

Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020, 09h:05 | Atualizado: 11/08/2020, 12h:56

CASO ISABELE

PM diz que foi "barrado" na entrada de condomínio e empresário pediu mandado; amigos militares à paisana e fardado

Um dos policiais militares acionados no dia da morte de Isabele Guimarães Ramos, 14 anos, revela, em depoimento, que foi "barrado" na portaria quando chegou para atender a ocorrência de disparo acidental no condomínio Alphaville 1. "Que tiveram uma certa dificuldade para adentrar no condomínio, pois o porteiro que os atenderam (militares na viatura), informou que o morador da casa onde ocorreu o fato (Marcelo Cestari), estava pedindo para a guarnição apresentar um mandado judicial".

Ainda segundo o militar de 26 anos, que prestou depoimento no último dia 29 de julho, ao delegado Francisco Kunze Júnior, após conversa com o responsável pela portaria, foi autorizada a entrada - que foi acompanhada por um funcionário da segurança.

Ao chegar lá, ele relata que já estavam presentes na casa a equipe do Samu, o empresário e o advogado da família. Detalha que o colega de guarnição, um tenente, subiu até a parte superior onde recebeu a confirmação do óbito de Isabele.

O policial ressalta ainda o fato de muito sangue escorrer da cabeça de Isabele para o ralo e que, no local onde estava o corpo, tudo encontrava-se limpo e arrumado. O militar reforça detalhes de outros depoimentos e confirma que no lugar não havia nenhuma arma ou munições.

Reprodução

Foto Alphaville 1 Cuiab� montagem Isabele Guimar�es

No depoimento, diz também que seguiu fazendo o isolamento da área - a partir da escada-  e que não presenciou a entrega da arma – que, segundo outro depoimento, foi feita pelo advogado da família.

Por fim, o militar diz se recordar que havia um policial à paisana - não especifica qual, sabe-se que dois da Polícia Civil, um da GCCO e outro da Deletran, estiveram lá-, além de um fardado, o presidente da Federação de Tiro de Mato Grosso Fernando Raphael Ferreira de Oliveira, e que ambos disseram ser amigos da família, tendo permanecido reunidos na sala de TV com a família. Após prestar depoimento, Raphael disse à imprensa que esteve no local porque a família praticava tiros através da federação e nega ter prestado qualquer tipo de auxílio - leia.

A defesa de Patrícia Hellen Ramos, mãe de Isabele, em representação, pede que o Ministério Público Estadual apure possível ato de improbidade administrativa praticado por três policiais "amigos" e um delegado que estiveram na casa de Marcelo, na noite em que a adolescente morreu com um tiro na cabeça.

A Corregedoria da Polícia Civil também está apurando condutas. Acontece que o médico Wilson Guimarães Novaes, amigo da família da adolescente morta, disse que policiais amigos da família de Marcelo Cestari teriam intimidado parentes e amigos da vítima.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.