Polícia

Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019, 17h:43 | Atualizado: 13/11/2019, 07h:00

PMs abandonam escala de trabalho e são presos com mulheres dentro de viatura

PMMT

viatura pm luzes

Policiais militares carregavam mulheres na viatura, quando foram abordados no domingo

Os policiais militares Alexandre Alves Ribeiro, de 25 anos, Luiz Fernando da Silveira Naves, de 35, e o cabo Rogério Francia Farias, de 38, foram presos em flagrante por peculado e abandono de posto, por usarem uma viatura para "dar carona" a um homem e duas mulheres no domingo (10), em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá). Os PMs deveriam estar em Itiquira (a 359 km da Capital) durante operação de segurança especial para o Enem 2019. 

Conforme o Boletim de Ocorrência, os policiais foram flagrados pelo tenente da PM do município Marcos Oliveira, no domingo, por volta das 23h. Marcos teria percebido que a viatura, digirida por Luiz Fernando, estava com a tampa do porta malas aberta e gritou para alertá-lo. 

Como o policial não escutou, o tenente entrou em contato via Ciosp para tentar identificar qual guarnição havia passado pelo local naquele momento, já que suspeitou que o veículo poderia ter sido furtado. Segundo o BO, a viatura foi abordada na rua Rio Branco. 

Luiz Fernando teria se negado a passar pelo teste do bafômetro e afirmou que uma das mulheres que estava no carro era prima dele. O soldado disse que estava na cidade com Alexandre e Rogério, que também deveriam estar em Itiquira naquele dia. Ambos foram encontrados na sede da Companhia Ambiental de Rondonópolis. 

De acordo com o BO, os policiais foram ouvidos e o crime de peculato, já que usaram a viatura da PM para fins particulares, foi constatado. Todos foram levados para o 4° Comando Regional, onde foi confirmado que eles estavam escalados para trabalhar na segurança durante as provas do Enem 2019, em Itiquira, configurando abandono de posto. 

Por meio de nota, a Corregedoria Geral da PM informou que vai instaurar um procedimento para investigar a conduta dos três policiais e que aguardam a chegada da documentação referente a ocorrência para nomear o responsável pela apuração. Por serem lotados em Cuiabá, os três militares vieram para Capital, onde passaram por audiência de custódia. Eles irão responder o processo em liberdade.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.