Polícia

Terça-Feira, 31 de Janeiro de 2017, 08h:26 | Atualizado: 31/01/2017, 10h:38

adrenalina

Polícia faz operação em 5 cidades de MT e cumpre 35 mandados por golpe

A Inteligência da Polícia Civil de Cuiabá e São Paulo realizam, nesta terça (31), a Operação Adrenalina e cumprem 35 mandados, sendo 14 de prisão temporária e 21 de busca e apreensão, em Cuiabá, Rondonópolis, Cáceres, Campo Verde e Sinop.

A polícia busca cumprir nove mandados de detentos e cinco de pessoas que estão em liberdade, sendo a maioria de Rondonópolis. A intenção é desmantelar uma quadrilha que teria aplicado golpes por telefone em mais de 800 pessoas em oito Estados e no Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, neste momento nove equipes da Regional de Rondonópolis e cinco de Presidente Venceslau (SP) trabalham na ação. A investigação está relacionada a crimes de associação criminosa, estelionato, extorsão e lavagem de dinheiro.

Conforme informações, uma coletiva está marcada para as 10h, na Polícia Civil de Rondonópolis, para prestar esclarecimentos sobre a operação. O grupo criminoso estaria atuando dentro de prisões nos cinco municípios alvos da investigação.

De acordo com o delegado da Polícia Civil de São Paulo,  Everson Contelli, a investigação apontou que os criminosos agiam em diferentes modalidades de golpes. "Frequentemente se passavam por falsos médicos, usando dados dos cadastros dos hospitais, solicitando depósitos urgentes para exames ou remédios em pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), e também ligavam para secretarias de Educação de municípios pequenos e se passavam por membros do Ministério Público Federal que queriam agendar visitas referentes a verbas extras", explica.

Na ação de hoje estão sendo empregados 80 policiais civis (15 delegados de polícia e 65 investigadores, escrivães e investigadores)  e 25 viaturas das polícias civis dos dois Estados para o cumprimento dos mandados, incluindo Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), da Regional de Rondonópolis, juntamente com os do Núcleo de Inteligência, coordenados pelo delegado Gustavo Belão.

Desde o início da manhã, além dos delegados da cidade paulista, acompanham os trabalhos em Rondonópolis o delegado geral da PJC, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, o diretor de inteligência, Gerson Pereira, e o delegado regional em Rondonópolis, Claudinei Souza Lopes.

A Operação Adrenalina representa intensa atuação conjunta das Polícias Civis e, além da produção de provas para o avanço das investigações, tem por objetivo principal a interrupção da incessante prática criminosa que, somente nos últimos quatro meses, lesou mais de 800 pessoas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Sul, Rondônia, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Gordão | Terça-Feira, 31 de Janeiro de 2017, 12h57
    1
    0

    Estamos em 2017 e ainda tem gente que cai nesse golpe do telefone! População também tem que parar de ser tao burra.

  • @gnello | Terça-Feira, 31 de Janeiro de 2017, 08h58
    4
    0

    INTELIGENCIA EMOCIONAL...E SO PARA DAR UMA SENSAÇÃO DE SEGURANÇA PRA NOS DIANTE DO CAOS INSTITUCIONALQUE SE ENCONTRA O BRASIL KKKKKKKKK

  • eduardo | Terça-Feira, 31 de Janeiro de 2017, 08h34
    4
    0

    Já que o serviço é de inteligencia,,porque tem que divulgar operações,,não entendo isso :?

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

DEM é "suprapartidário" em Cuiabá

wilson santos, 400 curtinha   Para uns, o DEM de Cuiabá se tornou "suprapartidário". Para outros, um partido de aluguel. Além de não ter cabeça de chapa para prefeito, o partido do governador Mauro e dos irmãos Júlio e Jayme Campos enfrenta uma situação inusitada de concorrentes...

Diretório do Podemos-VG dissolvido

mara podemos curtinha 400   A direção estadual do Podemos, sob o deputado José Medeiros, destituiu o diretório municipal de Várzea Grande e anulou o encaminhamento para apoio a Kalil Baracat a prefeito. Agora sob comando provisório da professora Wilcimara Carnelós, a Mara (foto), que está na...

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.