Polícia

Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020, 14h:28 | Atualizado: 25/11/2020, 06h:35

GCCO COMANDA

Sob pressão, Polícia Civil dá início à nova investigação de atentado à investigadora

Após cobrança pública nesta terça (24) por parte de investigadora, a Polícia Civil anunciou que instaurou um novo procedimento para investigar o suposto atentado sofrido pela presidente do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil (Sinpol), Edleuza Mesquista (PSB), durante período eleitoral, quando disputou uma vaga de vereadora em Cuiabá. No início de novembro, ela teve seu comitê invadido por um bando. Os trabalhos serão conduzidos pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Da Assessoria

Presidente do Sinpol,  Edleuza Mesquista , atentado - comit� - pol�cia civil

Presidente do Sinpol, Edleuza Mesquista, disse que a Polícia não se importou com o caso

Segundo nota da Polícia Civil, a medida visa dar continuidade aos fatos apurados no auto de prisão em flagrante lavrado na Central de Flagrantes da Capital, no dia 12 de novembro de 2020, quando cinco pessoas foram presas por formação de quadrilha ou bando, posse ilegal de arma de fogo, receptação e uso ilegítimo de uniforme ou distintivo, após tentar roubar o comitê da investigadora.

A quadrilha em questão, presa pela Rotam, era formada por três PMs e dois funcionários do Pronto- Socorro Municipal de Várzea Grande. Os PMs foram identificados por cabo Roney Petterson Silva Faria, 41, e os soldados Valdir Maria do Nascimento, 30, e João Batista Silveira dos Santos, 35. Já os civis são Jackson de Almeida Pereira, de 27 anos, e Samuel da Silva Pedroso, 38.

Ainda na nota, a presidente do Sinpol procurou diretores da Diretoria da Polícia Civil na noite do dia 11 de novembro (quinta) e apresentou “informalmente” fatos que poderiam estar ligados ao inquérito instaurado para apurar um possível  atentado contra policiais civis.

“Em razão dos fatos informalmente comentados e por envolver situação em tese relevante, na manhã de segunda-feira (23.11), mesmo não havendo quaisquer formalizações até aquele momento das denúncias, a Diretoria-Geral encaminhou determinação à Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) para apuração de demais fatos novos, inclusive sugerindo a oitiva formal das servidoras”, diz o comunicado.

Conforme a Polícia Civil, a presidente do sindicato dos investigadores e a outra policial foram ouvidas na tarde desta segunda (23.11), na GCCO. As investigações estão na fase inicial e não há detalhes a serem passados no momento, para não atrapalhar o andamento dos trabalhos.

Na manhã desta terça, a investigadora Edleuza Mesquista concedeu entrevista e acusou autoridades públicas de prevaricar, ou seja, não tomar as devidas providências para chegar aos responsáveis pela invasão do comitê da candidatura dela. No ato, ela afirmou que foi vítima de um plano de execução.

Ela também contou que procurou a Corregedoria-Geral da Polícia, pedindo que acompanhasse o caso.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Valtenir atrai lideranças para o MDB

valtenir pereira 400   Mesmo sem mandato eletivo, o ex-vereador pela Capital e ex-deputado federal Valtenir Pereira (foto) continua se articulando nos bastidores, agora pelo fortalecimento do seu partido, o MDB. Ele está convencendo algumas lideranças a se filiar na legenda emedebista. Dois líderes são prefeitos...

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.