Polícia

Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020, 10h:38 | Atualizado: 23/11/2020, 17h:46

INVESTIGADOS NA ENTERPRISE

Subgrupo de MT fornecia cocaína a ser enviada para Europa, afirma PF saiba mais

operação entreprise

Subgrupo alvo da Polícia Federal durante a Operação Enterprise em Mato Grosso movimentava cocaína para São Paulo e Paranaguá. Uma das apreensões durante a investigação foi de uma tonelada de cocaína e uma metralhadora. As informações foram divulgadas durante coletiva de imprensa pela Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná, na manhã desta segunda (23).

No Estado, foi preso um na Capital e outro em Barra do Garças (a 500 km de Cuiabá). Os nomes dos presos não foram divulgados. Contudo a superintendência realatou que essa apreensão de uma tonelada de cocaína em Mato Grosso ajudou a Polícia Federal do Paraná a identificar esse subgrupo da organização criminosa. 

O esquema utilizado pelos criminosos consistia na lavagem de bens e ativos multimilionários no Brasil e no exterior com uso de várias interpostas pessoas, consideradas “laranjas”, e empresas fictícias, a fim de dar aparência lícita ao lucro do tráfico. Em MT a quadrilha tinha um subgrupo que fornecia cocaína enviada para Europa.

Na operação foram apreedidas 37 aeronaves, 200 quilos de cocaína e 11 milhões de euros em uma van em uma residência localizada em Lisboa, em Portugal. 

Os delegados ressaltaram que a interlocução da Receita Federal com as administrações tributárias estrangeiras foi fundamental para o rastreio das cargas ilegais e identificação dos integrantes da quadrilha. A troca de informações, aliada ao gerenciamento de risco e a utilização de cães de faro e escâneres, foram essenciais nas investigações.

Destacaram ainda que a maior parte das apreensões ocorreu em área portuária, mas houve quantidade significativa de ações em depósitos, estradas, aeronaves e até em embarcações de menor porte, em alto mar.

Delegado Sérgio Luís Stinglin de Oliveira,  chefe do Grupo Especial de Investigação Sensível (Gise), explicou que foram identificado sete grupos atuando dentro do Brasil e que, em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o grupo é o menor, mas que nem por isso deixaram de movimentar grande quantidade de droga.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.