Polícia

Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017, 07h:47 | Atualizado: 07/07/2017, 08h:11

Tiro que matou tenente do Bope partiu da arma de outro policial, aponta inquérito

Facebook

tente carlos.jpg

 Tenente Carlos Henrique Scheifer foi morto a tiro

A Polícia Militar informou nesta quinta (6) que o tiro que matou o tenente do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Carlos Henrique Scheifer, em confronto com bandidos em Colniza (a 1.114 km de Cuiabá), partiu da arma de um policial da corporação. A comprovação está no exame de balística realizado pelo Inquérito Policial Militar instaurado (IPM) desde o dia da morte do oficial.

No dia do confronto, em 13 de maio, o Bope realizava uma operação na região Norte do Estado a procura de criminosos que pretendiam assaltar bancos. Pela manhã, houve um primeiro confronto entre policiais e bandidos, que terminou com a prisão de quatro criminosos. Já no início da noite, um outro confronto ocorreu, terminando com o tenente Scheifer baleado. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo a assessoria da PM, por meio de nota, inicialmente, a polícia acreditou que Scheifer havia sido morto por um tiro disparado por um dos ladrões de banco, o que não foi confirmado nas investigações.

“Durante a instrução do inquérito, o oficial encarregado solicitou exame de balística e constatou que o disparo que vitimou o tenente Scheifer partiu da arma de outro policial militar que o acompanhava”, diz nota encaminhada pela PM.

Diante da constatação, a Polícia Militar afastou os policiais envolvidos na operação. Ainda não foi confirmado o responsável pelo disparo. “O inquérito policial militar busca individualizar as condutas e, após concluso, será enviado para a Justiça Militar”, completa a nota.

A morte

O tenente Scheifer estava em operação de buscas na zona rural do município, área próxima ao local em que policiais militares de unidades da região e do Bope capturaram quatro homens suspeitos da quadrilha.

Ainda conforme a PM, as prisões levaram à apreensão de armas, entre as quais dois fuzis 556 e munições. Os quatro presos são suspeitos de terem trocado tiros com uma guarnição da PM, no distrito União do Norte, em Peixoto de Azevedo.

Reforço policial e aeronaves foram enviados a Matupá para buscas dos suspeitos do assalto e da morte do tenente Scheifer.

Comoção

Nas redes sociais familiares e amigos lamentaram a morte do tenente que faria aniversário em 11 de junho. Entre eles, Marcos Eduardo Ticianel Paccola, major da Polícia Militar e presidente da Associação Brasileira de Operações Especiais. “(...) uma tristeza imensurável e um vazio quase absoluto diante da partida prematura de um jovem policial sonhador, oficial combatente exemplar, o qual se comportava e agia dentro dos valores e princípios do mais digno homem de operações especiais”, escreveu em seu Facebook à época.

Scheifer deixou a esposa Tássia Paschoiotto Scheifer. O tenente, que antes fazia parte do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), era recém-formado no curso que capacita policiais a integrarem o Bope e estava na corporação há dois meses.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Curioso | Sexta-Feira, 07 de Julho de 2017, 09h25
    0
    0

    O culpado de tudo é a porta ? Qual a finalidade dela? Faz dó tanta discussão é só ver a video

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

Secretário, furtos e a incompetência

rodrigo metello 400 curtinha   O secretário de Transporte e Trânsito de Rondonópolis, Rodrigo Metello (foto), filiado ao MDB e pré-candidato a vereador, corre risco de ser acionado na Justiça por centenas de pessoas que tiveram motocicletas apreendidas e que depois acabaram furtadas do Pátio Rondon. O local...

Vereador na base e críticas a Leonardo

leonardo 400 curtinha   Chico 2000, vereador pela Capital, assegura que não procede a informação de que o seu Partido Liberal irá romper com o prefeito Emanuel, não o apoiando à reeleição. Segundo ele, foi Leonardo Oliveira (foto), que participou na quarta de uma reunião do...

Embates sobre a cadeira da discórdia

selma arruda curtinha 400   A cadeira da senadora Selma Arruda (foto), que está cassada há um ano mas, mesmo assim, continua no cargo, vem dividindo opinião de vários líderes políticos, uns torcendo logo para a Mesa do Senado decretar a vacância para Carlos Fávaro assumir a vaga, outros...

PL avisa Chico que não apoiará EP

chico 2000 curtinha   O vereador Chico 2000 (foto), único do PL na Câmara de Cuiabá e governista de carteirinha, se mostrou  desconfortável politicamente quando foi informado nesta quinta que a legenda liberal não vai apoiar a reeleição do prefeito Emanuel, do MDB. O partido é comandado no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.