Polícia

Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 07h:42 | Atualizado: 04/03/2021, 07h:49

Vídeos mostram ações para fechar bares e comércios para garantir toque de recolher

Operação Fecha Tudo teve início na noite de ontem (3) e mostra a ação liderada pela Polícia Militar, e integrada por outros órgãos, em bares e comércios para que cumpram o toque de recolher decretado pelo governo e pela Prefeitura de Cuiabá - que tentou postergar o horário de início, mas foi impedida por decisão do desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. 

Reprodução

PM_toquederecolher

Imagens, registradas por populares, mostram como foi o primeiro dia dos 15 decretados pelo Estado. Um deles foi gravado por cliente dentro do restaurante do Choppão e mostra os policiais militares conversando com o gerente do local para obrigar o estabelecimento a fechar as portas e enviar seus clientes de volta para casa - veja.

As barreiras foram montadas em vários pontos de Cuiabá e das outras 140 cidades d e MT para garantir o cumprimento do decreto. Cidadãos com documentos irregulares estão tendo, inclusive, tendo os carros guinchados.

Um outro morador mostra as viaturas da PM, Samu e da secretaria de Ordem Pública, com sirenes ligadas passando pelas ruas de Cuiabá.

O decreto estadual determina o fechamento de todos os estabelecimentos não essenciais às 19h, com toque de recolher a partir das 21h até às 5h. Os cidadãos terão que explicar porque estão na rua durante a vigência do toque de recolher. Quem for pego descumprindo a determinação está sujeito a multa de R$ 500 para pessoa física e R$ 10 mil para empresas.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Ednaldo Azevedo | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 20h13
    0
    0

    Parei de ler Joanita no Couid. Quanta medíocridade. Kkkkkkk

  • Juvenal | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 16h06
    0
    0

    PAULO MULLER se hospital e UTI não resolve então para que estão querendo fazer LOCKDOWM? Não é pra evitar lotação dos leitos de UTI? Afff como tem gente que vive em Narnia. Hospital não resolve? Piada do ano kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk O mundo inteiro atrás da vacina, e tem gente que acha que vacina se fabrica de um dia para outro, e que assim que as fabricas do mundo inteiro depois de fabricarem as vacinas, todas elas serão liberadas só para o Brasil, outros países como EUA, China, Europa serão bonzinho e irão liberar todas as vacinas fabricadas no mundo só para o Brasil, para atender o desejo do Paulo Muller. Como tem gente que ainda esta vivendo em Narnia, só pode.

  • PAULO MULLER | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 14h31
    0
    0

    Gente desnecessária como esse JUVENAL é que levaram o Brasil a esse desastre. E não me venham dizer que só haviam PT e Bolsonaro. Tinhamos outras opções. UTI, HOSPITAL não resolvem. VACINA RESOLVE. E ISSO AQUELE INÚTIL NÃO PROVIDENCIA. E, ENQUANTO NÃO TEMOS VACINAS O SUFICIENTE, ISOLAMENTO E DISTÂNCIAMENTO SOCIAL É O MELHOR QUE TEMOS. O GADO QUE COMA CLORORQUINA, IVERMECTINA, E ENTUPA O FIOFÓ DE OZÔNIO.

  • Cuiabano | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 14h01
    1
    0

    Senhor Adalto bares precisam fechar porque não é serviço essencial, já supermercados, farmácias, hospitais, postos de gasolina são essenciais... Ou ir para o bar beber é essencial? Deixa de ser egoísta veja os seus semelhantes morrendo entubados nos hospitais e outros morrendo sem nem conseguir vaga e o senhor quer levar a vida com se estivesse tudo normal...

  • Joanita | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 13h26
    0
    0

    Luisa Okamura voce não deveria comprar em lugaa nenhum afinal comprando em outro estado esta fazendo pessoas de outro estados irem trabalhar e pegar COID tambem, pois eles produzem, embalam, transportam tua encomenda e pessoas fazem isso, ou virus não pega pra essas pessoas? Se o empresário é ganancioso você deveria ser a primeira a boicotar todo e qualquer tipo de comercio, e viver de comer manga que da nas ruas da cidade e beber agua do rio, afinal não tem empresário ganancioso nesse lugares. Ah mas ficar sem seu lanchinho, suquinho da tarde produzido por um empresário ganancioso em uma grande fabrica isso você não faz né. Gilberto Gil já cantava, ououo uo gente hipócrita.

  • Luisa Okamura | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 10h54
    8
    2

    Faço minha parte. Pratico isolamento social, só compro produtos na internet em outros estados como lição aos empresários gananciosos que pressionaram abrir comércio e aumento de coronavirus. Não têm dinheiro nem na Suécia pra ficar abrindo hospital de campanha. Bolsonaro debochando passeando de jet ski em SANTA CATARINA sem comprar vacina. Então têm mesmo que fechar tudo sim até Bolsonaro tomar vergonha na cara e comprar vacina pra todos.

  • Luisa Okamura | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 10h50
    7
    1

    Estou adorando. Empresários São gananciosos. Só aprendem na chibata.

  • Juvenal | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 08h19
    14
    7

    Um ano se passou e não vejo a imprensa e nem a população cobrando por hospitais de campanha, por mais respiradores e leitos de UTI. Um ano atras estavam todos ferozes bravo com governo federal e agora estão todos mansinho como gatinhos e não cobram governadores que receberam bilhões para isso e nada fizeram em 1 ano de pandemia. Vamos esperar mais um ano para isso?

  • Adalto | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 08h09
    9
    15

    Porque só bares e restaurantes deve fechar? TEM QUE FECHAR TUDO, supermercado, posto de combustíveis, farmácias, bancos, não circular nenhum ônibus nas ruas, proibir transporte de pessoas e alimentos como delivery. Proibir funcionários de irem trabalhar em condomínios e prédios, pois ali tem vidas e todas as vidas importam. Não é só bares e restaurante que pega vírus. TEM QUE FECHAR TUDO. FECHAMENTO TOTAL DO COMERCIO. Ninguém nas ruas, não importa o horário. Lockdown geral por no mínimo um mês, e caso a doença não diminua vamos manter tudo fechado por meses até a doença desaparecer. Não importa se ficaremos desabastecidos, sem comida ou remédios, VIDAS IMPORTAM, ECONOMIA A GENTE VÊ DEPOIS.

  • Isaias | Quinta-Feira, 04 de Março de 2021, 08h08
    11
    3

    Deve valer correr o risco por que a grande maioria não fecha, e muitos deles não respeitam nenhuma norma. Também pudera, a polícia diz que não tem condições de fiscalizar nem 1%. Uma pergunta: a polícia fiscaliza ouage de outra forma?

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...