Luiz Henrique Lima

Estupidez não é patriotismo

Por 20/07/2019, 08h:04 - Atualizado: 14/11/2019, 13h:07

Luiz Henrique Lima

Luiz Henrique Lima

São muitos os episódios reveladores do aumento da intolerância em nosso país. Ocorrem em diferentes áreas e com diversos graus de violência. Possuem origens variadas, mas principalmente do extremismo político e religioso. Alguns são espontâneos; outros claramente estimulados por interesses obscurantistas.

Todos esses atentados devem ser firmemente condenados pelos brasileiros que amam a democracia e que desejam que em nosso país haja a convivência pacífica e civilizada de humanos que pensam e vivem de formas díspares, professam distintas religiões etc.

A psicologia social já demonstrou que quando não se repudiam as pequenas transgressões, seus autores se sentem autorizados e até estimulados a repeti-las e amplificá-las. Os criminologistas sabem que ninguém inicia uma vida de crimes com sequestros ou assaltos a agências bancárias; chega-se a esse ponto após uma sucessão de delitos de menor gravidade.

Os nazistas não iniciaram suas atividades enviando milhões de pessoas para os campos de extermínio. Começaram insultando professores nas salas de aula, espancando artistas, queimando livros nas praças e depredando templos. Aqueles que, por conveniência, medo ou indiferença, não ousaram denunciá-los ou combatê-los desde o início foram cúmplices de sua ascensão e de seus crimes.

Uma prolongada e sofrida crise política e econômica, com mais de 13 milhões de desempregados e de 63 milhões de endividados, cria um ambiente propício ao radicalismo estéril, à demagogia messiânica e a pregações golpistas que alvejam os pilares do estado democrático de direito: a imprensa plural, o Judiciário, o Legislativo, as universidades e o pensamento crítico, os direitos humanos etc.

Multiplicar injúrias e fake news não é ter atitude política; é se deixar manipular e ser instrumento de usinas do ódio

Multiplicar injúrias e fake news não é ter atitude política; é se deixar manipular e ser instrumento de usinas do ódio. Destruir terreiros e locais de cultos não é seguir as lições de amor do evangelho cristão. Impedir a realização de debates em eventos literários não contribui para a compreensão dos problemas nacionais. Demonizar quem pensa de modo diferente não faz ninguém ser melhor, mais honesto, mais forte, bonito ou inteligente.

Humilhar homossexuais não é fortalecer a família. Hostilizar autoridades não é aprimorar as instituições. Vilipendiar artistas não é proteger a cultura. Agredir jornalistas não é exercer a liberdade de expressão. Ofender quem tem opções contrárias não é discutir ideias. Invadir órgãos públicos não é melhorar a qualidade dos serviços. Depredar patrimônio não é lutar contra injustiças.

Expressar preconceito e ódio a outros brasileiros não é declarar amor ao Brasil.
Intolerância não é cidadania. Estupidez não é patriotismo. Violência não é democracia.

Luiz Henrique Lima é Conselheiro Substituto do TCE-MT

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Waldney Lisboa | Domingo, 21 de Julho de 2019, 04h41
    3
    1

    Um alívio ler um comentário que descreve o caminho que o país está trilhando. Querem transformar estupidez em inteligência. Aquele que era folclore está tomando proporções monstruosas. De uma piada está se transformando num filme de terror.

  • Fábio | Sábado, 20 de Julho de 2019, 16h29
    3
    7

    Bla bla blá...Blase

  • Cezar | Sábado, 20 de Julho de 2019, 10h15
    9
    6

    Parabéns Conselheiro!! O Sr retratou brilhantemente o fenômeno que o Pelo qual passa no nosso país. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  • ROBSON JOSÉ | Sábado, 20 de Julho de 2019, 09h34
    12
    6

    Brilhante o texto, poto de vista perfeito!

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

Arena fechada ao público por 3 dias

virginia mendes curtinha 400   Nos seis primeiros dias de portas abertas, a Arena Encantada, considerada o maior parque natalino que Mato Grosso já viu, recebeu quase 10 mil visitantes. Mas ficará três dias inacessível ao grande público. Na segunda (16), a Arena será exclusiva das milhares de crianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.