Fábio Argenta

Não tenho doença cardíaca - deveria tomar Aspirina?

Por 17/02/2020, 08h:44 - Atualizado: 17/02/2020, 08h:56

F�bio Argenta interna 1024 artigo

Ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC) são eventos repentinos e sintomáticos que podem levar à hospitalização e à morte.

A prevenção primária descreve o uso de tratamentos médicos para prevenir um primeiro ataque cardíaco ou AVC antes que ocorram quaisquer sintomas. Embora a aspirina tenha benefício estabelecido em pessoas com história de ataque cardíaco ou AVC, seu papel na prevenção primária é menos claro.

aspirina

Como funciona a aspirina?

Na maioria dos casos, ataques cardíacos e AVCs ocorrem quando as placas ricas em colesterol que estão ligadas às paredes das artérias rompem-se, levando à formação de coágulos sanguíneos. Esses coágulos obstruem o fluxo sanguíneo normal nas artérias do coração ou do cérebro, causando danos. A aspirina reduz a chance de formação de coágulos evitando que as plaquetas (pequenos constituintes do sangue nos coágulos sanguíneos) permaneçam juntas.

Quais são os efeitos adversos potenciais da aspirina?

O maior efeito adverso potencial da aspirina é o sangramento e o sítio mais comum de sangramento é o estômago ou os intestinos. O sangramento também pode ocorrer em locais mais sérios, como o cérebro, embora isso ocorra raramente. Os riscos de sangramento da aspirina variam de pessoa para pessoa e são mais elevados nos indivíduos idosos. O risco de hemorragia também aumenta com a dosagem de aspirina, portanto, a dose baixa de aspirina (75 a 100 mg) geralmente é recomendada para a prevenção primária.

Quem deve tomar aspirina?

Após uma revisão das melhores evidências disponíveis, a US Preventive Services Task Force (USPSTF) divulgou diretrizes em 2016 para o uso de aspirina na prevenção primária. Dada a incerteza entre os benefícios e os potenciais efeitos adversos da aspirina para a prevenção primária, essas diretrizes enfatizam a importância da tomada de decisão compartilhada entre pacientes e médicos para personalizar as decisões de tratamento.

As diretrizes do USPSTF recomendam a terapia de aspirina de baixa dose em adultos com idade entre 50 a 59 anos com estatificação de risco de ataque cardíaco ou AVC de 10% ou mais, em 10 anos, desde que não tenham risco aumentado de hemorragia. Para adultos semelhantes com idade entre 60 a 69 anos, as diretrizes recomendam uma tomada de decisão mais individualizada para orientar o uso de aspirina. O USPSTF identificou evidências insuficientes para fornecer uma recomendação para adultos com menos de 50 anos ou mais de 70 anos, destacando áreas para futuras pesquisas.

Como faço para descobrir o meu risco de ataque cardíaco e de AVC ?

A avaliação de risco cardiovascular é parte fundamental na avaliação. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) desenvolveu uma calculadora para estimar o risco de um primeiro ataque cardíaco ou AVC nos próximos 10 anos. Essas estimativas podem orientar as discussões sobre quem pode se beneficiar do uso de aspirina na prevenção primária.

Para maiores informações: Calculadora para estratificação de risco cardiovascular – ER 2017. Aplicativo da SBC.

Fábio Argenta é médico cardiologista, especialista em hipertensão arterial, em Clínica Médica e Medicina de Urgência, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia de Mato Grosso, representante do Estado no Departamento de Hipertensão Arterial da SBC e conselheiro e membro da Educação Médica Continuada do CRM-MT. Escreve quinzenalmente este espaço, com exclusividade.  Registros: CRM MT-4194 e RQE 2859. E-mail: fabio@mediodonto.com

Postar um novo comentário

Galli espalha "fake"; Medeiros rebate

victorio galli 400 curtinha   O ex-deputado federal Victorio Galli (foto), presidente do Patriota-MT e primeiro-suplente da chapa de Fernanda ao Senado, começou a espalhar que José Medeiros (Podemos) irá desistir da corrida para senador porque não terá o apoio que tanta esperava do presidente Bolsonaro. Medeiros,...

PSDB joga pesado pra atrair Valdeníria

carlos avalone 400 curtinha   O PSDB de Cáceres acionou até o presidente estadual do partido, deputado Carlos Avalone (foto), para tentar convencer a vereadora de cinco mandatos Valdeníria Dutra Ferreira, que hoje está no PSC, a apoiar o tucano Paulo Donizete para prefeito. Ela poderia entrar de vice da chapa ou...

Barbudo apoia Fernanda para Senado

nelson barbudo 400 curtinha   Nelson Barbudo (foto), o deputado youtuber, anunciou que vai trabalhar o nome da tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota) ao Senado. Perguntado se Bolsonaro garantirá mesmo o apoio à militar, assim como fez no início do ano, bem antes da pandemia da Covid-19, Barbudo afirmou que...

Licença da PRF para disputar eleição

Arthur Nogueira_400_curtinha   As eleições municipais e ao Senado continuam inflacionando o número de pré-candidatos. O ex-superintendente da PRF, Arthur Nogueira (foto), anunciou que se afastou das atividades policiais para colocar o seu nome à disposição da Rede para concorrer a vaga da senadora...

Possível recuo de Fábio pra prefeito

fabio garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal, primeiro-suplente do senador Jayme e presidente estadual do DEM, Fábio Garcia (foto), faz mistério sobre encarar ou não a corrida pela Prefeitura de Cuiabá. Empurrou a decisão para a próxima semana, sem precisar data e horário. O dirigente do...

Fórum aponta traição de 3 deputados

joao batista 400 curtinha   Fórum Sindical está na bronca com os deputados que aprovaram a reforma da Previdência, mas voltam seus canhões com mais força contra 3 deles: João Batista (ex-presidente do Sindispen), Delegado Claudinei e Faissal Calil. Em nota, o Fórum dispara que se elegeram com os votos...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.