Reflexão

Por 18/10/2017, 10h:30 - Atualizado: 18/10/2017, 10h:47

tania matos artigo colunista

Tânia Matos

A humanidade de uma forma em geral passa por um momento de transição e ajustes e ao mesmo tempo desajustes entre ser ou ter. Estão acontecendo coisas e fatos tão sem sentido que ficamos sem saber o que pensar. Infelizmente o ser humano está perdendo a noção em relação aos valores que equilibram e dão sentido a vida, e os interesses pessoais estão sobressaindo-se aos coletivos.

A impressão é de que tudo precisa ser revidado, parece que estamos em uma arena de lutas, e sabemos que esse caminho não leva a lugar nenhum a não ser a nossa própria destruição como humanos. É entristecedor ver a sensibilidade humana se perdendo em função de vaidades pessoais. E me pergunto em que lugar estamos colocando Deus em nossas vidas?

Todos temos, em algum momento, poder sobre a vida de outras pessoas, uns mais outros menos

A vida aqui é passageira, eterno é o que vem depois, que é quando iremos prestar contas pelas ações praticadas ou não aqui na terra. Quanto mais poder tivermos de decidir sobre a vida das pessoas, mais seremos cobrados quando fizermos a passagem dessa vida para a outra. Todos nós temos, em algum momento, poder sobre a vida de outras pessoas, uns mais outros menos.

A leitura que precisa ser feita é que o poder na verdade pertence a quem demanda o uso desse poder, e não a quem o detém. Essa é a conclusão que chego quando busco entender a vontade e a verdade de Deus sobre as coisas do mundo.

No momento certo teremos que prestar contas de como usamos esse poder, se em prol do coletivo que é o correto, ou em benefício próprio. Temos o livre arbítrio de fazer o que quisermos que entendo como sendo esse o problema de muitos males que existem no mundo.

Tem algumas situações que acontecem que temos dificuldades em discernir com clareza o que é certo do que é errado. Escuto diariamente pessoas falarem que tudo é uma questão de entendimento, umas entendem de um jeito, outras de outro, e assim vai, e decisões que mexem com a vida de pessoas são tomadas com base nesses entendimentos, de formas muitas vezes irreversíveis.

A sensação que fica é que há uma disputa para mostrar quem manda mais, quem tem mais poder, e em alguns casos, o poder de cunho pessoal é o que prevalece subsidiado pela arrogância e vaidade com o intuito da autoafirmação em satisfazer o ego que nesses tempos de transição espiritual que estamos vivendo está inflado.

Entendo que vivemos um momento em que a espécie humana deve desencadear uma luta interna para equilibrar o seu ego lapidando-o para que consiga tomar decisões pautadas na coerência, só assim elas serão justas. Não é feio e muito menos humilhante, diante de uma incerteza, pedir que Deus ilumine nossas mentes para que possamos tomar decisões, principalmente em relação a vida de outras pessoas, que não sejam injustas.

Devemos nos preocupar com o que vem depois, e que não está tão distante como pode parecer para alguns que vivem suas vidas como se não houvesse um tempo em que teremos que responder por nossos atos. Não sou a dona da verdade, mas essa é a luz que me guia. Essa é uma reflexão pessoal, é como penso sobre o sentido da vida.

Tânia Matos é arquiteta e urbanista, administradora, pós-graduada em Gerência de Cidades, mestranda em Ensino, presidente da Agência Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá e escreve mensalmente neste Blog. E-mail: maristenematos@gmail.com

Postar um novo comentário

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.