Vidas em lutas

Por 16/05/2019, 08h:35 - Atualizado: 16/05/2019, 08h:42

tania matos colunista

Tânia Matos

Falar sobre os direitos das mulheres parece que é chover no molhado, contudo chover no molhado, às vezes, faz-se necessário.

Somos tantas Marias, Joanas, entre outras milhares de mulheres mundo a fora que continuam a história de lutas já iniciada há séculos atrás, por importantes ícones, como, no século XIX, o exemplo da norte-americana Lucy Stone. Em 1855, foi uma das primeiras a comprar briga e se posicionar em prol da igualdade de direitos para as mulheres, se tornando uma grande defensora desses direitos.

Somos tantas Marias, Joanas, entre outras milhares de mulheres mundo a fora que continuam a história de lutas já iniciadas há séculos atrás, por importantes ícones

Entre seus feitos, está a luta pelo voto feminino. Foi a primeira mulher norte-americana, depois de casar, a manter seu nome de solteira, e a mensagem por traz dessa decisão era deixar bem claro: “sou sua esposa e não sua propriedade”. É dela a frase: “Queremos ser mais do que apêndice da sociedade” - dita em 1851 na convenção sobre os direitos femininos, organizada por ela. Essa frase tornou-se inspiradora e fez com que os filósofos britânicos John Stuart Mill e Harriet Taylor Mill, publicassem um ensaio sobre a emancipação das mulheres, fortalecendo e estimulando o movimento sufragista inglês, denominação dada às mulheres que lutavam pelo direito do voto feminino.

No século XX, tivemos no Brasil, mulheres com contribuições importantes na luta pelos nossos diretos, como por exemplo Rose Marie Muraro, nascida em 1930. Com deficiência visual quase que total, isso não tirou dela determinação para lutar e se tornou uma das mais brilhantes intelectuais de nosso tempo. Escreveu livros que revelavam de forma conclusiva a situação da mulher na sociedade, nas décadas de 60 e 70. Ela foi diretora da Editora Vozes, e isso a oportunizou traduzir e editar publicações vindas de outros países, que tratavam sobre a igualdade de direitos para as mulheres. Essas publicações referendaram o avanço e o fortalecimento da luta das mulheres no Brasil.

Hoje paramos e pensamos em como garantir o que já foi conquistado e quais os caminhos a serem percorridos para avançar em novas conquistas, mas principalmente o que está faltando para mudar essa cultura que ainda está impregnada na maioria das pessoas sobre a superioridade do homem.

Vamos continuar lutando, cada uma a sua maneira e com os instrumentos que tem

Enfim, vamos continuar lutando, cada uma a sua maneira e com os instrumentos que tem. Como tudo passa muito rápido e falta tempo, cada uma em seu tempo fazendo o que lhe possível, certamente avançaremos. Não iremos conseguir resolver e contribuir com tudo, porém podemos sempre fazer algo de bom para alguém.

Muitas mulheres, a exemplo Lucy Stone e Rose Marie Muraro, dedicaram suas vidas para contribuir com as conquistas de nossos direitos. Muitas vezes, mesmo que silenciosamente, podemos ajudar. Essas somos nós, mulheres, capazes de entender antes que as palavras sejam proferidas.

Tânia Matos é arquiteta e urbanista, administradora, pós-graduada em Gerência de Cidades, Mestre em Ensino e mestranda em Geografia pela UFMT. E-mail: maristenematos@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Paulo Roberto de Sousa | Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019, 22h27
    0
    0

    Que nossa Senhora Sant"Ana nos livre desse!Mas um do PSDB Chapada não aguenta.a Thelma só holofotes, não conseguiu trocar o telhado da Prefeitura até hoje, quem sabe fazendo acordo com o Malai consegue.Porque até hoje ninguém viu uma óbra com os recursos próprios.Ninguém sabe onde gasta os recursos, porque será cancelou o processo licitatório 0940/2019??

  • Lupércio | Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019, 15h03
    0
    0

    Lupércio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • luisa james | Quinta-Feira, 16 de Maio de 2019, 10h23
    0
    0

    luisa james, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Ex-vereador por 5 vezes tenta retornar

wilson kishi 400   Após uma década sem encarar uma disputa eleitoral, Wilson Kishi (foto), que já exerceu cinco mandatos de vereador por Cáceres, somando quase 20 anos ininterruptos de assento no legislativo, decidiu se submeter ao teste das urnas de outubro. Vai tentar cadeira de vereador. Se filiou ao PSB, que tem a...

SD e chapa competitiva pra vereador

aluizio lima 400   Comandado no Estado por Zé do Pátio, prefeito de Rondonópolis, o Solidariedade ganhou novos filiados em Cuiabá e já tem uma lista de 32 pré-candidatos a vereador, numa expectativa de conquistar até quatro cadeiras. Além dos recém-filiados, vereadores Vinicius Hugueney...

MDB diz apostar em Thiago em Roo

thiago silva 400 curtinha   Dirigentes do MDB contestam o registro em nota no Curtinhas, assegurando que a oposição está forte em Rondonópolis e que deve unificar os grupos políticos e derrotar o projeto de reeleição do prefeito Zé do Pátio. Pesquisas internas estão deixando...

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.