Eulália faz mesma receita de bolo de arroz há 50 anos e encanta turistas


Reportagem Especial

Davi Valle

Eulalia_bolo de Arroz

Dona Eulália, 80 anos, se tornou parte da cultura e da culinária de Cuiabá

Todas as terças, quintas, sextas e finais de semana, Dona Eulália acorda às 3h da manhã para fazer o seu internacionalmente famoso bolo de arroz. Com arroz socado no pilão e forno a lenha, essa senhora de 80 anos faz a mesma receita há mais de 50 anos e não dá indícios que vá parar tão cedo. “E eu fico tranquila de saber que meus filhos e netos vão continuar com o negócio, porque toda a minha família ajuda e é envolvida”, conta.

Quase tão conhecido quanto a Maria Isabel e a farofa de banana, o bolo de arroz da Dona Eulália é parte da cultura e da culinária local. “Muitos turistas vêm comprar, principalmente nos finais de semana. Algumas pessoas compram pré-assado para levar para as suas cidades e levar um pouquinho de Cuiabá com eles”, conta.

Apesar dos seus 80 anos já completos, Dona Eulália é extremamente ativa. Com um sorriso no rosto e os olhos brilhando de vivacidade, ela conta que a receita veio da família. “Aprendi com a minha tia quando morava num sítio perto de Cuiabá. Sempre a via fazendo o bolo de arroz, mas nunca tinha tentado cozinhar. Voltei para a cidade em 1956 e pedi para o meu marido, que na época era pedreiro, fazer um forno para mim. A partir daí comecei a fazer a receita e não parei até hoje”, explica.

"É tudo simples, mas
feito com coração"

Há oito anos ela reformou a sua casa e criou um estabelecimento no bairro Baú, onde recebe os clientes que vão em busca do bolo de arroz, do bolo de queijo, chá mate, café e leite com chocolate. “É tudo simples, mas feito com coração”. Dona Eulália lembra que ainda nos anos 1950 contratou alguns garotos para vender o seu bolo de arroz pelas ruas do centro de Cuiabá. “E naquela época era mais fácil fazer isso porque era tudo muito mais tranquilo e sossegado. Hoje tem mais tecnologia e coisas boas, mas é um mundo cheio de preocupação e violência”, destaca.

Com essas vendas nas ruas, seu nome começou a ficar consagrado. Mas foram nas festas de São Benedito, tradicionais na cidade, que Dona Eulália se destacou. “Fiz para o evento durante 13 anos. Cozinhava de cinco a seis mil bolos de arroz por vez. Era uma loucura!”. Ela pontua que nessa época programas de TV de alcance nacional descobriram seu produto e fizeram entrevistas, tornando-a um símbolo da culinária.

Segundo Dona Eulália, essa repercussão não era esperada. “Era só um bolo de arroz”, comenta sorrindo. Para ela, é muito gratificante saber que pôde ajudar na criação e educação dos seus seis filhos com o dinheiro que conseguiu com as vendas. Aos domingos o estabelecimento abre às 5h30 da manhã e Dona Eulália se diverte ao ver fila desde às 4h. “Deve ser gente que vem de festas e já quer bolo”, finaliza.

Galeria de Fotos

Credito: .
Credito: Davi Valle
Credito: .
Credito: .
Credito: .

Janaina, perda de um bebê e repouso

janaina riva curtinha   A vice-presidente da Assembleia Janaina Riva (foto), do MDB, que está em licença médica desde o ano passado, usou as redes sociais nesta terça (28) para comunicar luto familiar. Grávida de gêmeos, a parlamentar lamentou que um deles perdeu os batimentos cardíacos e disse que...

Jayme afirma ter 4 opções para VG

jayme campos 400 curtinha   Em meio ao debate otimista sobre pré-candidaturas do DEM nas cidades pólos, em reunião nesta segunda, no Palácio Paiaguás, Jayme Campos (foto) comentou que, em Várzea Grande, onde sua esposa Lucimar está concluindo o segundo mandato, há quatro nomes sob...

DEM agora tem 5 querendo prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   Com o peso de quem comanda hoje em Mato Grosso os dois Poderes políticos, o Executivo e o Legislativo, com Mauro e Botelho, respectivamente, o DEM aposta na conquista não só da Prefeitura da Capital, mas também das outras nove maiores. Dirigentes do partido fizeram espécie de...

Presidente ora por harmonia no TCE

maluf 400 curtinha   Num Tribunal de Contas sob tensão, nada mais aconselhável do que um culto ecumênico para servidores e conselheiros, com participação de padre e pastor, em defesa da harmonia, união e amor no ambiente de trabalho. A ideia partiu do novo presidente Guilherme Maluf (foto), que reuniu...

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.