Rdnews

Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 13h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

POLÍCIA FEDERAL

Operação respinga na política com prisões de ex-prefeito

Carlos Bezerra    A Operação Hygeia, desencadeada pela Polícia Federal na manhã desta quarta (7) e que já culminou na prisão de 15 pessoas em Mato Grosso, começa a trazer respingos à política estadual. O deputado federal Carlos Bezerra, presidente regional do PMDB, é um dos que devem sofrer as consequências da operação. Embora ainda não tenha sido confirmado, assessores e até mesmo um sobrinho do parlamentar estariam entre os presos.

   O peemedebista é tido como uma das pessoas mais influentes dentro do Instituto Creatio, alvos  da PF nesta quarta, assim como na Funasa. O secretário geral do PMDB , Rafael Bastos, o tesoureiro regional Carlos Miranda, além de Jose Luís Bezerra, sobrinho do parlamentar, estariam na lista de presos da PF. O fato deve prejudicar o "sonho" de Bezerra de tentar a reeleição. Além disso, pode trazer prejuízo ao próprio partido.

Carlos Abicalil    Outro que está "enrolado" é o deputado federal Carlos Abicalil, presidente regional do PT. Ocorre que o "aloprado" Valdebran Padilha também foi preso nesta manhã. Ele é ligado ao petista e pode complicar as expectativas de Abicalil que luta internamente com a senadora Serys Marly para disputar uma cadeira no Senado nas eleições deste ano. Padilha, que em 2006 foi acusado de envolvimento na compra de um dossiê contra tucanos e chamado de "aloprado" pelo presidente Lula, é empreiteiro e engenheiro eletricista no Estado, conhecido no meio empresarial como “um articulador de emendas parlamentares”. Ele atua como espécie de lobista junto a empreiteiros e Ongs em MT.

Serys Marly   Serys também não deve conseguir se livrar dos respingos políticos do escândalo. Ídio Barros Nemésio, um dos presos, é ligado ao grupo dela. Ele foi candidato à presidência do diretório municipal do PT de Várzea Grande no ano passado com o apoio do ex-presidente e assessor de gabinete de Serys, Lázaro Donizete.

   O ex-prefeito de Santo Antônio de Leverger Faustino Dias Neto (DEM), que foi cassado pela Justiça Eleitoral logo após as eleições de 2008, é outro que figura na lista de presos. Todos eles são acusados de formação de quadrilha, estelionato, fraude em licitações, apropriação indébita, lavagem de dinheiro, peculato, corrupção ativa e passiva, prevaricação praticados em detrimento de órgãos públicos federais e municípios do interior. Durante a investigação, a PF identificou a participação de pelo menos 17 servidores públicos.

Postar um novo comentário

Comentários (27)

  • Maria das Dores | Sexta-Feira, 13 de Maio de 2011, 12h34
    0
    0

    Quando será que a PF vai vir aqui no município de Novo Santo Antônio???? Roubalheira tá aqui. E aí Sr Juiz da comarca de São Félix do Araguaia, vai ou não vai dar a liminar para afastar o 4 olho da prefeitura, as provas que estão aí não são suficientes??? O prefeito comenta pelos bares da cidade que você é peixe dele. Prefiro acreditar que seja apenas mais um absurdo dos vários que ele fala. Olhe pelo povo. Mais uma vez pessoal o PMDB mostrando a incompetência.

  • Paulo Sérgio | Quinta-Feira, 08 de Abril de 2010, 10h33
    0
    0

    Cadê aquele pessoal que fazia o discurso da pseudo-moralidade quando criticavam algum problema da prefeitura de Cuiabá. PT e PMDB, mais uma vez. Temos que derrubar esta quadrilha. Mas por favor, não vamos deixar que este escandalo nos faça esquecer o caso BANCOOP/PT. Quero ver a mídia e a UNE, a CUT ir para as ruas, como foram no Distrito Federal, pedir a cassação dos envolvidos.

  • Amabile | Quinta-Feira, 08 de Abril de 2010, 01h21
    0
    0

    No meu ver, isso deve ser manobra politica, ja que o PMDB, vem resurgindo com força, existe oposiçao para que isso nao aconteça. Como disse Rita Lee. Precisa ter um BBB POLITICO. ninguem vai gastar com campanha politica, com desvio enfia este sujeitinhos candidatos tdo dentro de uma casa para podermos espiar, e quem sabe assim conhecemos melhor a indole de cada... vamos eliminando, quem sabe conseguimos ter uma eleiçao mais coerente. Brasil gigante sem cabeça!!!!!

  • João Moreira e Silva | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 19h59
    0
    0

    Adivinha se não é o PMDB novamente, em Guarantã do Norte tambem, na CPI instaurada em agosto/2009 e que se encerrou ontem. Abram os olhos pessoal!

  • jaime saraiva | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 18h54
    0
    0

    Gente novo na politica gente!!! chega desses velhos malandros. Nos temos que prestar atençao nestas eleiçoes. Escolher gente novo, tirar os velhos e indgnos. Politico que ja se envolveu em corrupçao, que foram presos... fora, nao adianta... nao votem mais, ou vao ver sempre essas noticias. prestem atençao.

  • JOAO ROBERTO | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 18h40
    0
    0

    JOAO ROBERTO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • PEREIRA | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 17h39
    0
    0

    Bem que esta operação poderia continuar até nossos dias. Vejam quantas empresas participam nas conorrências com dinheiro da FUNASA. Sempre uma só e geralmente a mesma ou uma de um grupinho que controla "a coisa". Experimente participar para ver se consegue. Só sobra pau. Se não falar com os home e não dar um presente não trabalha em obra com dinheiro da FUNASA de jeito nenhhum. VIVA O BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Gustavo Moreira | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 17h20
    0
    0

    Prezados Arture Jaaqo CPA, sejamos justos. No atual Governo do Silval nao vi ninguém da velha guarda do PMDB, muito menos nenhuma indicação ou influência de Carlos Bezerra no seu governo. Convenhamos, quer comentar algo, que seja com decência e com VERDADE! Opinião eleitoral sua vocês guardem pra vc! Os debates políticos ainda vão chegar, daí veremos quem é realmente o melhor para o Mato Grosso.

  • Ricardo | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 16h27
    0
    0

    Caixa do PT envolvido, mais uma torneira que vai secar para a campanha da Dilma e de seus companheiros de quadrilha, opa, que dizer, de partido. Agora vão ter que arrumar outra fonte de renda para custear a campanha.....será em qual Órgão?

  • cavache | Quarta-Feira, 07 de Abril de 2010, 16h14
    0
    0

    O ABICHALLIU NÃO ENGANA NINGUEM, HA MUITO TEMPO SABEM DE COISAS DESSE HOJE MILIONÁRIO PROFESSOR.

Deputado, Mesa da AL e incoerência

claudinei 400   Claudinei Lopes (foto), delegado de polícia que, na onda Bolsonaro, se elegeu deputado pelo PSL, em 2018, se mostra cada vez mais incoerente. É daqueles que gostam de levantar polêmicas e críticas, mas sem consistência. Ele se manifestou, por exemplo, contra a reeleição à Mesa...

Dilmar ensaia disputa para federal

dilmar dal bosco 400   Todos os deputados estaduais querem buscar a reeleição, com exceção de Dilmar Dal Bosco (foto), que está no terceiro mandato. Integrante da nova Mesa Diretora da Assembleia, como primeiro-vice-presidente, e líder do Governo Mauro, Dilmar não esconde o desejo de disputar cadeira...

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

MAIS LIDAS