Rdnews

Quarta-Feira, 14 de Abril de 2010, 08h:36 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

INVESTIGAÇÃO

PF resolve indiciar 46 pessoas por desvio de recursos da Funasa

   A Polícia Federal indiciou 46 pessoas por suposto envolvimento em um esquema criminoso que teria desviado mais de R$ 51 milhões de recursos federais destinados à Funasa. Eles vão responder por pelo menos 9 crimes, conforme revela o jornal A Gazeta desta quarta (14). Além dos 35 servidores, empreiteiros e membros da executiva estadual do PMDB que tiveram a prisão temporária decretada após a realização da Operação Hygeia, a PF resolveu indiciar outros 11 que ainda estão em liberdade. Mais pessoas ainda podem ir para a “berlinda” porque às investigações devem ser encerradas apenas nesta sexta (16).

  Os 46 indiciados foram acusados formalmente de formação de quadrilha, estelionato, fraude em licitações, apropriação indébita, lavagem de dinheiro, peculato, corrupção ativa, corrupção passiva e prevaricação. Eles podem ser condenados a até 63 anos de prisão. Já constam na lista de indiciados que podem se tornar réus o ex-petista e empreiteiro Valdebran Padilha, que ficou conhecido em todo o país durante as eleições de 2006 após tentar vender um dossiê contra os então candidatos ao governo de São Paulo José Serra e à presidência da República Geraldo Alckmin, ambos do PSDB, além do tesoureiro e do secretário-geral do PMDB Carlos Miranda e Rafael Bastos, respectivamente, e Luis Gomes Bezerra, sobrinho do deputado federal Carlos Bezerra.  A partir de agora cabe ao procurador da República Mario Lúcio Avelar denunciar ou não os indiciados. 

  Segundo as investigações da PF, que foram acompanhadas pela Controladoria-Geral da União, o esquema criminoso de desvio de recursos era feito por meio de três núcleos, que permitiam o direcionamento das empresas que venceriam o certame, o superfaturamento dos serviços e obras e serviços prestados e até ao pagamento de funcionários “fantasmas”, que ganhavam altos salários. Numa primeira auditoria feita pela CGU foi constatado um desvio de R$ 51 milhões, mas o rombo pode chegar a R$ 200 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • joão mauro | Quarta-Feira, 14 de Abril de 2010, 14h37
    0
    0

    Ao ler essas matérias que cobrem as operações da policia federal, fico com uma dúvida, e até peço para que se alguem tiver a resposta que compartilhe de tal informção. Esses recursos desviados, que não é pouco dinheiro, depois de descoberto quem são os corruptos que se apoçaram de tanto dinheiro, são devolvidos ao cofres públicos???????? particularmente nunca ouvi dizer que algum corrupto fui obrigado a devolver dinheiro aos cofres públicos.

  • jl | Quarta-Feira, 14 de Abril de 2010, 12h01
    0
    0

    Será que esse pessoal ficarão pelo menos um mês na cadeira, por eles desviaram só 50 milhões dos cofres publicos, vamos lá JUSTIÇA!

  • Agenor Sales Fernandes | Quarta-Feira, 14 de Abril de 2010, 10h49
    0
    0

    Agenor Sales Fernandes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

"Eu não devo um centavo para Júlio"

sergio rezende 680   O empresário e ex-vereador de Chapada dos Guimarães, Sergio Rezende (foto), que foi "enquadrado" pelo cacique político do DEM, Júlio Campos, reagiu, mas sem as críticas duas de antes contra o ex-governador. Irritado pelos ataques feitos por Rezende em um grupo de WhatsApp, Julio gravou um...

Ex-vereador do DEM recua da disputa

ivan evangelista 400 curtinha   O pecuarista e ex-vereador Ivan Evangelista (foto) vai mesmo jogar a tolha. Apontado como uma das apostas do DEM na briga por vaga no Legislativo cuiabano, Ivan não se empolgou, notou dificuldades para se obter êxito nas urnas e vai comunicar a direção do partido de sua desistência da...

Gestão Tatá sob várias irregularidades

tata amaral 400 curtinha   A gestão Tatá Amaral (foto), em Poconé, está sendo marcada por uma série de irregularidades. Uma denúncia feita junto ao TCE pelo auditor público interno municipal, Ademar Vivan Júnior, foi confirmada. Descobriu-se, por exemplo, contratação...

Ucamb é multada por irregularidades

edio 400 curtinha   Numa sessão realizada por videoconferência, o TCE puniu o líder comunitário Édio Martins de Souza (foto) por irregularidades num convênio de 2009 com o Estado. Na época, Édio presidia a União Cuiabana de Associações de Moradores de Bairro (Ucamb)....

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.