Saúde Pública

Galindo inaugura Pronto-Socorro

   O prefeito Chico Galindo (PTB) inaugurou, nesta segunda (31), a reforma que custou R$ 6 milhões do Hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá. Metade desse valor foi investido em obras estruturais, enquanto o restante serviu para a aquisição de novos equipamentos. Acompanhado do secretário municipal de Saúde, Maurélio Ribeiro, e do diretor-geral da unidadel, Jair Gimenes, o petebista rebateu as críticas feitas pelo Conselho Regional de Medicina (CRM), que divulgou várias imagens sobre os serviços prestados, comparando o local a um "campo de concentração". Para Galindo, "faltou sensibilidade" por parte dos membros do CRM. "Faltando uma semana para a inauguração, o CRM vir criticar é muito fácil", se defendeu o prefeito.

   As obras duraram oito meses e contemplaram apenas parte do Pronto-Socorro. O setor de urgência e emergência ganhou 45 novos leitos e equipamentos para agilizar o atendimento, estimado em 120 pessoas por dia. Segundo o secretário de Saúde, antes da reforma, o Hospital atendia 18 mil pacientes por mês. Este número foi reduzido em 50% durante o período de obras. Maurélio lembrou que, apesar de ter sido inaugurado hoje, o espaço só estará em funcionamento para a população a partir da próxima segunda (7). O tempo, segundo ele, é necessário para a desinfecção hospitalar.

   Aproveitando a ocasião, o diretor-geral do Pronto-Socorro reclamou da falta de parceria do Estado na manutenção da unidade. "O local atende emergência, mas por falta de leitos de retaguarda, fica sobrecarregado, com alto-custo para o município de Cuiabá", desabafou Gimenes. Enquanto a população afirma estar descrente com as possíveis melhoras no atendimento do Pronto-Socorro para quem necessita da saúde pública na Capital, o prefeito já anunciou que a reforma da parte inferior do hospital deve ser iniciadas ainda este mês, começando com a transferência dos pacientes.

-------------------------------------------------------
Clique no play e confira a reportagem da TV Record

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.