Repercussão

Juízas seriam usadas como "laranjas" em desvios, diz relator

  
     O relator do procedimento administrativo que aposentou compulsoriamente 10 magistrados de Mato Grosso, ministro Ives Gandra Martins, separou os envolvidos no esquema de desvio de dinheiro em três categorias: os "cabeças", as "laranjas" e o grupo que recebeu a verba de "cala-boca". Em entrevista, o relator afirmou que as três magistradas envolvidas, Joanita Clait Duarte, Graciema Ribeiro de Caravellas e Maria Cristina Oliveira Simões, fazem parte do segundo grupo.

   Segundo Gandra, os "cabeças" preparavam o caminho para que as verbas do Tribunal de Justiça fossem desviadas para a maçonaria. Já as juízas "laranjas" forneceram as contas bancárias e os nomes para intermediar o "esquema" de desvio. Por fim, há o o grupo que aceitou receber o "cala-boca", ou seja, foi conivente em receber dinheiro para não denunciar as irregularidades. A entrevista do conselheiro ganhou destaque nos telejornais do Estado e do país.

   Enquanto o Tribunal de Justiça aguarda a notificação do CNJ a fim de reestruturar o quadro de magistrados, os 10 acusados continuam trabalhando normalmente. O presidente do TJ, Mariano Travassos, anunciou que irá se afastar do cargo para cuidar do mandado de segurança que irá apresentar ao Supremo Tribunal Federal, em Brasília (DF). Os magistrados foram punidos com a aposentadoria compulsória após um suposto envolvimento em desvio de dinheiro público para salvar uma loja maçônica - leia mais aqui.

   Autor da denúncia de desvio de recursos, o ex-corregedor-geral do Tribunal de Justiça, desembargador Orlando Perri, pode ser alvo de investigações do CNJ. O ministro Ives Gandra sugeriu que sejam apuradas as denúncias dos envolvidos de que Perri teria perseguido politicamente os magistrados. O ex-corregedor-geral, por sua vez, diz não temer a instauração do procedimento disciplinar administrativo - leia mais aqui.

------------------------------------------------------
Clique no play e confira a reportagem da TVCA

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.