JUSTIÇA

Justiça ouve Arcanjo sobre operação financeira com AL

   O ex-policial civil João Arcanjo Ribeiro compareceu a mais uma audiência judicial na sexta (14). Ele responde a mais um proceso como réu, mas, desta vez, as acusações são de peculato, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e improbidade administrativa. A acusação aponta que Arcanjo e mais seis acusados, entre eles cinco servidores da Assembleia teriam movimentado cerca de R$ 60 milhões entre 1995 e 2002. Segundo o juiz José Arimatéia Neves Costa, "a denúncia relata que os cheques eram recebidos da Assembleia para pagamento a empresas inexistentes". Alguns dos cheques, inclusive com valores altos, eram sacados por servidores da AL na boca-do-caixa do Banco do Brasil e da Confiança Factoring, empresa que pertencia a Arcanjo na época.

   O advogado de defesa, Zaid Arbid, alega que toda a operação feita com a AL estava dentro da lei. "O Arcanjo operou com a Assembleia em função de um atraso do duodécimo do governo do Estado. Para a AL fazer frente às despesas, ela buscou aporte financeiro de uma outra forma", justifica Arbid. O processo original ainda trazia o nome do presidente da AL, deputado José Riva, e do conselheiro do TCE, ex-deputado Humberto Bosaipo. Na época das operações, eles eram primeiro-secretário e presidente da Casa, respectivamente. Ambos, porém, possuem foro privilegiado e vão ser julgados separadamente. A sentença desse processo deve sair em até 120 dias.

   Arcanjo foi preso em 2003, sob acusação de chefiar o crime organizado em MT e de ser mandante de sete assassinatos, entre eles o do proprietário da Folha do Estado, Sávio Brandão. A defesa já ingressou com um pedido de progressão de pena, alegando que o ex-policial já cumpriu parte da pena e tem bom comportamento, podendo, assim, ganhar a liberdade condicional.

------------------------------------------------
Clique no play e confira a reportagem da TVCA

Colíder com 2 candidatos desgastados

jaiminho 400 curtinha   Em Colíder, duas figuras bastante desgastadas politicamente estão na disputa pelo Executivo, sendo o prefeito Noboru Tomiyoshi, que fechou aliança com apenas três partidos (DEM, PSD e SD), e o ex-prefeito Jaime Marques (foto), que concorre pelo PSC numa coligação que agrega DEM e...

PP com 25 a vereador projeta 3 vagas

orivaldo da farmacia 400 curtinha   O PP, da base aliada do prefeito Emanuel, conta com 25 candidatos a vereador pela Capital. Deve conquistar entre duas e três vagas. Os principais concorrentes são os já vereadores Orivaldo da Farmácia (foto), Marcrean Santos e Luis Cláudio, além do ex-vereador...

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...