Últimas

Sexta-Feira, 26 de Junho de 2009, 11h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

JUDICIÁRIO

10 prefeitos de MT já foram cassados; 2 estão na berlinda

  Caiu para 10 o número de prefeitos eleitos e/ou reeleitos nas urnas de outubro do ano passado e que tiveram os mandatos cassados. Dois conseguiram reconquistar a cadeira, em meio aos embates jurídicos, sendo eles Erival Capistrano (PDT), de Diamantino; e Marcelo Ribeiro (PP), de Barão de Melgaço - saiba mais aqui e aqui. Os dois tinham sido cassados em primeira instância, sob acusação de crimes eleitorais. No Tribunal Regional Eleitoral, conseguiram reverter a situação. Assim, os segundos colocados Julviano Lincoln (PPS), em Diamantino, e Antônio Ribeiro Torres (PSB), em Barão de Melgaço, tiveram que deixaram o cargo de prefeito.

   Enquanto Marcelo e Capistrano comemoram, o ex-deputado Juarez Costa se mostra frustrado e revoltado. Mesmo eleito com 705 dos votos válidos, ele foi cassado pelo Pleno do TRE nesta quinta e, para piorar, ainda está inelegível pelos próximos três anos. Agora, se não derrubar a decisão junto ao TSE, Sinop terá nova eleição e sem a participação direta do peemedebista - saiba mais aqui. Enquanto não se resolve o impasse, o presidente da Câmara, vereador Mauro Garcia (PMDB), vira prefeito-tampão.

   O número elevado de prefeitos cassados é consequência de uma legislação eleitoral mais rígida.  Os mais “encrencados” são Ricardo Henry (PP) e Faustino Dias Neto (DEM), que perderam cadeira de chefe do Executivo em Cáceres e Santo Antônio do Leverger, respectivamente. O progressista, que teve o mandato cassado em três processos, contratou 16 advogados para tentar reverter à situação, mas não obteve sucesso. Com as derrotas jurídicas, o segundo colocado, democrata Túlio Fontes, vem se mantendo no cargo e deve ser efetivado. Já em Leverger, a “dança das cadeiras” deixou a população confusa. Após ser cassado em dois processos por crimes eleitorais, Faustino conseguiu uma liminar de efeito suspensivo junto ao TRE e chegou a assumir o cargo. Em 20 de fevereiro, porém, ele foi condenado em mais um processo e acabou destituído do cargo. No lugar de Faustino assumiu o seu cunhado e presidente da Câmara, vereador Harrisson Benedito (PSDB).


10 prefeitos eleitos e/ou reeleitos em 2008 já foram cassados pela Justiça sob acusações de terem cometido crimes eleitorais e, por causa disso, houve eleições suplementares neste ano em 2 municípios

   Faustino tenta reverter à situação, mas a tendência é que tenha que se contentar com o cargo efetivo de fiscal de tributos na secretaria estadual de Fazenda. Na terça (23), seu processo entrou na pauta, mas o julgamento foi interrompido devido ao pedido de vista do desembargador Rui Ramos. O placar já aponta 4 votos a 1 pela cassação do democrata -  veja mais aqui.  A Justiça Eleitoral realizou duas eleições suplementares, uma em Araguainha e outra em Novo Horizonte do Norte, onde foram eleitos José Ocifarne Ferreira, o Zezinho (PPS), e João do Mercado (PMDB), respectivamente.

   Figuram ainda na lista dos cassados e que tentam reverter à situação o republicano Walter Lopes Farias, prefeito de Canarana. Primo do também prefeito Wanderley Farias (PR), de Barra do Garças, Walter foi cassado por utilizar o site da prefeitura para auto-promoção. O prefeito reeleito de Tangará da Serra, Júlio César Ladeia, também "caiu", assim como Francisco de Assis, o Diá (PT), de Ribeirão Cascalheiras; e Francisco de Assis Medeiros (PT), de Nova Olímpia. Até que o imbróglio jurídico não se resolva, os presidentes das câmaras municipais ficam à frente da administração. Em General Carneiro, Magali Vilela (DEM) assumiu o cargo no lugar de Juracy Rezende Cunha (PT), o Buchudo (PT).

   Continuam na berlinda também os prefeitos de Paranatinga, Vilson Pires (PRP), e de Juara Alcir Paulino (PP). Vilson foi cassado duas vezes e se mantém no cargo por meio de liminar. O prefeito de Juara, por sua vez, conseguiu anular a sentença de primeira instância que o havia cassado. O processo voltou à 27ª Zona Eleitoral e ainda não recebeu nova sentença. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (21)

  • Edney Castelhano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de saber a opinião da RDNEWS sobre esta questão: Uma cidade que o candidato a prefeito (apoiado pelo atual na ocasião )foi flagrado em compra de voto, como consta no Auto, casado pela Juiza da 5ª Zona Eleitoral, que não abriu conta pessoal para campanha conforme determina a Lei Magna, que teve suas conta rejeitada tanto a nilvel municipal como no Regional, que foi intepestível para contesta a decisão da Juiza. Esse cidadão PODE ADMINISTRAR O MUNICIPIO COM LEGITIMIDADE????

  • messias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    aa legislação eleitural tem que ser mais rigida, proibindo pesoal e politicos partidarios não poder se candidatar se estiverem com processos na justiça...com a palavra nossos senadores e deputados estaduais...

  • Fabinho Ferrari | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse mapa demonstra como o câncer da corrupção está impregnado nas Prefeituras do nosso estado. Isso porque ainda falta apurar alguns indícios de caixa 2 nas campanhas de grandes prefeituras a exemplo da Prefeitura de Cuiabá e de Rondonópolis.

    É vergonhoso. Imaginem quanto dinheiro público não está engordando contas particulares dos envolvidos nessas falcatruas.

    É lamentável. Certamente é mais um recorde negativo para nosso estado. Temos um povo trabalhador, honesto, porém muito mal informado e assim são facilmente enganados pelos políticos de fala fácil e de intenções nefastas.

    Vamos aprender votar gente !!!

  • FAGUNDES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • FAGUNDES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    TOMA CUIDADO COM ELE EDER MORAES, PQ O CAMARADA É ESPERTO QUANDO SE TRATA DE DINHEIRO PUBLICO...

    OLHA OQ ACONTECEU COM O SEU CUNHADO HARRISSON ELE ERA FUNCIONARIO DA SEFAZ..

    FICA ESPERTO TO LIGADO..

  • HUGO DA SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ele é fiscal certo.... mas a sefaz tera q colocar outro fiscal emcima dele pq ele é manso.....

    se colocar ele nos postos a farra vai continuar com o dinheiro do contribuinte...

    nos pagamos o seu salario faustino.... quando vc foi prefeito e agora como fiscal.. então trabalhe HONESTAMENTE se vc souber oq é isso...

  • PEDRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    DE TODOS O DE PARANATINGA E O MAIS ABSURDO E ESCANDALOSO, E UM ABSURDO TAMBÉM POR QUE ELE NAO ENTRA NA PAUTA DE VOTAÇAO DO TRE, E UM ABSURDO TAMBÉM O NUMERO DE PROCESSOS DE IMPROBIDADE QUE SE ACUMULA NA PROMOTORIA DE PARANATINGA

    E O POVO PAGANDO A CONTA COM A CIDADE PARADA . É MUITA INRRESPONSABILIDADE PRA UMA CIDADE SÓ, NAO MERECEMOS ESSE CASTIGO

  • Augusto Silva Moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso é bom.....mais gostaria de uma reportagem quantos proceessos faltam serem julgados e o do Zé ?pq nem julgamento tem.....

  • cercio - docontra | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E o incompetente prefeto do isquecido municipio di dão aquino...;aquêle, PAPAI SABI TUDO? CASSA OU NUM CASSA ESSE PRIGUIÇOSO? Bamo vê Justiça! Que folga é essa de facilitá un vigarista com recurso ispecial. isso é piada.

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...