Últimas

Quinta-Feira, 22 de Março de 2007, 06h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

14 deputados não têm direito à emenda

   Os 14 deputados novatos não têm direito à apresentação da emenda de R$ 1 milhão no Orçamento deste ano, anunciou o secretário de Estado de Infra-Estrutura, Vilceu Marcheti (PFL). Ele explica que esse foi um entendimento político entre o governo e os parlamentares no final do ano passado durante o processo de votação da lei orçamentária para 2007.

   "Essa é uma questão política. Segundo as informações que tenho, foi feito negociação com o governador para só os parlamentares com mandato até 31 de janeiro apresentarem a emenda", declarou Marcheti. Ele observa que os deputados empossados para a 16ª Legislatura vão poder apresentar emenda para o orçamento do próximo ano. A idéia do governo com a abertura à emenda é prestigiar o parlamentar junto a sua base eleitoral. Em princípio, o deputado poderia sugerir aplicação do recurso em qualquer área. Depois, limitou-se à infra-estrutura.

   A Sinfra estabeleceu prazo até 30 de maio para os parlamentares da legislatura passaram apresentarem suas propostas, limitadas à área de infra-estrutura. Em verdade, são emendas dentro do limite de R$ 1 milhão para atender municípios somente na construção e recuperação de estradas.

     Os 14 novatos que não têm direito a emenda de R$ 1 milhão são: Walter Rabello, Adalto de Freitas e Juarez Costa (PMDB), Percival Muniz (PPS), Otaviano Pivetta (PDT), Wallace Guimarães, Gilmar Fabris e José Domingos (PFL), Chica Nunes e Guilherme Maluf (PSDB), Airton Rondina, o Português (PP) e Maksuês Leite (PP), Ademir Brunetto (PT) e Chico Galindo (PTB). Destes novatos, o que mais tem cobrado concessão para inserção de emendas é o pefelista José Domingos, ex-prefeito por três mandatos de Sorriso.

   Por outro lado, ex-deputados e que já estão atuando em outros cargos podem apresentar a emenda até maio. São eles: Zeca D'Ávila, Joaquim Sucena e José Carlos de Freitas (PFL), Cloves Roberto, Renê Barbour, Pedro Satélite e Jota Barreto (PR), Carlos Brito (PDT), Silval Barbosa (PMDB), Eliene Lima e Chico Daltro (PP) e Nataniel de Jesus (PMDB).

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.