Últimas

Domingo, 09 de Agosto de 2009, 08h:44 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

LEGISLATIVO

2 ex-prefeitos sanguessugas buscam vaga de deputado

  Fernando Ordakowski

Ezequiel da Fonseca, que presidiu a AMM e hoje atua na Educação do Estado, está em pré-campanha à AL

   Dois ex-prefeitos que sonham com a cadeira de deputado estadual nas urnas de 2010 foram indiciados pelo Ministério Público Federal por envolvimento com a máfia dos sanguessugas. Mesmo sob risco de enfrentar desgaste no processo eleitoral, Ezequiel Ângelo da Fonseca (PR), que comandou Reserva do Cabaçal e presidiu a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) de 2003 a 2004, e Jessur Cassol (PP), ex-gestor em Campo Novo do Parecis, já estão em pré-campanha. O mais afoito e animado e Ezequiel, que atua hoje como adjunto operacional da secretaria estadual de Educação, maior pasta da estrutura da máquina estatal.

   Articulador político, Ezequiel se apresenta como representante da Grande Cáceres (Oeste) e aproveita do cargo de segundo escalão do governo Blairo Maggi para tirar proveito político. Ele virou uma das apostas do PR, que possui uma bancada com seis deputados. Cassol, outro ex-prefeito indiciado, já tentou vaga na Assembleia, em 2006. Teve menos de 13 mil votos e ficou na quinta suplência. Apesar de vários projetos que visam impedir o ingresso de políticos "fichas sujas" em cargo eletivo, não há ainda impeditivo legal para tanto. A maioria busca cargo de deputado, por exemplo, para ter foro privilegiado. Assim, consegue protelar e/ou engavetar processos. É o caso do presidente da Assembleia, deputado José Riva, que enfrenta várias ações judiciais.

    Ezequiel e Cassol estão na lista de 19 ex-prefeitos mato-grossenses indiciados no esquema de compra superfaturadas de ambulâncias, por intermédio da Planam e de emendas parlamentares junto ao orçamento da União. Apesar de quase todos os federais do Estado da legislatura passada terem os nomes envolvidos na chamada máfia das ambulâncias, o indiciamento, por enquanto, sobrou para três: Lino Rossi (PP), Ricarte de Freitas (PTB) e Celcita Pinheiro (DEM). A viúva do ex-senador Jonas Pinheiro já manifestou junto ao partido que não pretende concorrer mais a cargo eletivo, informa Oscar Ribeiro, presidente regional do DEM. Celcita é secretária de Assistência Social de Cuiabá. Dos demais envolvidos, Rossi está fora da vida pública e atua como radialista. Ricarte morava em Sinop, mas se mudou recentemente para Brasília, onde presta consultoria e lobby.

   Vários ex-prefeitos se movimentam de olho na AL. Somente do PR, por exemplo, além de Ezequiel está no páreo Ondanir Bertolini, o Nininho, de Itiquira; Dilceu Rossato, de Sorriso; e Zeno Gonçalves, de Rosário Oeste. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Donizete Sena Rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A JUSTIÇA ELETORAL TENHE QUE BARRA ESSAS PESSOAS DE MA FE, QUE TENHE PROCESSO NA JUSTIÇA TEMOS QUE MORALIZAR NOSSO BRASIL, TODOS QUE RESPONDE PROCESSO SAO LIBERADO PARA SER CANDIDATOS ISSO E UMA IMORALIDADE FICHA LIMPA ACORDA T. R. E.

  • ELZA MARIA LOUZADA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ATÉ HJ NÃO ENTENDI PORQUE A LEGISLAÇÃO ELEITORAL, PERMITE QUE PESSOAS COM FICHA SUJA SE CANDIDATE A CARGOS ELETIVOS. E PORQUE PARTIDOS POLITICOS PERMITEM QUE ESTAS PESSOAS SE FILIEM E CONCORRAM A CARGOS POLITICOS ; ENQUANTO ISSO O TRABALHADOR COMUM PARA CONSEGUIR UM EMPREGO PARA GANAHR UM SALARIO DE MISERIA A VIDA DELE E INVESTIGADA POR ORGÃOS DE DEFESA DO CONSUMIDOR; SERASA, FOLHA CORRIDA DOCUMENTOS E MAIS DOCUMENTOS ..SO FALTANDO PEDIR O DNA PARA CONSEGUIR SER CONTRATADO. ENQUNTO ISSO, OS POLITICOS QUE RESPONDEM PROCESSOS NA JUSTIÇA; POR ROUBO, ASSASINATOS E OTRAS COSITAS MAIS SÃO ACEITOS PELO TRE (TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL) . ISSO É UMA VERGONHA ..!!!!EM PAÍSES DO 1º MUNDO ISSO JAMAIS ACONTECE.

  • JOSE DA SILVA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PODEM DIZER O QUE QUIZEREM DO EZEQUIEL , MAS NOS ULTIMOS TEMPOS NINGUEM LUTOU TANTO POR NOSSA REGIÃO COMO EZEQUIEL , JÁ QUE INFELIZMENTE COMETEMOS A MAIOR BURRICE DE NOSSA VIDA QUE FOI ELEGERMOS O PORTUGU-EX DEPUTADO QUE FICOU MARCADO PELA SONECA EM PLENARIO MOSTRADA EM REDE NACIONAL , NO EPSODIOS DAS NOVAS CADEIRAS DA ASSEMBLEIA, E PELO TITULO DE DEPUTADO COM MENOR NUMERO DE PROJETOS NA HISTORIA DA ASSEMBLEIA.
    ENTÃO REGIÃO DE CACERES NÃO VAMOS CAIR NESSAS NOTICIAS PLANTADAS, PELAS PESSOAS QUE ESTÃO MORRENDO DE MEDO

  • ze do pagopve | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    è alem de urpador o cara é sangue suga cuidao pessoal quem ve cara nao ve coração; é apenas um alerta o moço bonito é maaauuuu............

  • Olho de lince | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vcs esqueceram do ex-prefeito Zeno de Rosário Oeste, ele tbem foi citado como saguessua.

  • luiz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os outros sanguessugas podem porque não estes também?
    Temos sanguessunga que é candidato a senador.
    A justiça eleitoral deveria impedir qualquer pessoa a candidatar que tenha pelo menos 1 processo, não precisando está transitado e julgado.
    Quem sabe um dia chegaremos a este final.

  • MAGNO ALVES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E o ex prefeito de poxoréu,sr.Antonio Rodrigues da Silva que também foi citado no escandâlo dos sanguessugas,será que tem pretensões de candidatar-se á algum cargo eletivo?A vergonha nesse país fica pouca mais não acaba!11

  • nelson dos cabaçal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...