Últimas

Terça-Feira, 14 de Abril de 2009, 12h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

PALÁCIO PAIAGUÁS

2 ex-secretários agora integram a Secom do Estado

  O novo secretário estadual de Comunicação Social, major Eumar Novacki, que já acumula o comando da Casa Civil, definiu os três nomes que vão auxiliá-lo na política de comunicação do governo Blairo Maggi. À frente da Secom há duas semanas, Novacki optou por manter Elpídio Spiezzi na gestão, ou seja, na área administrativa de uma pasta cujo orçamento é de aproximadamente R$ 40 milhões para este ano. Já o ex-secretário de Comunicação do primeiro mandato do governo Dante de Oliveira, Júlio Walmórbida, já lotado na Casa Civil, assume a coordenação do marketing, numa interlocução com as agências de publicidade. O jornalista Onofre Ribeiro, que também conduziu a Secom no governo Garcia Neto (75/78), integra a equipe com a missão de buscar maior integração das assessorias das próprias pastas e no contato com as redações dos veículos. Onofre estava um tanto afastado da administração Maggi porque havia "tomado partido" nas eleições de 2006, mas as divergências com o Palácio Paiaguás foram superadas.

  "Estou repensando a estrutura da Secom. É bem provável que a gente faça mudanças de cargos e funções", diz Novacki, em entrevista nesta terça (14). Ele observa, porém, que quanto ao quadro de servidores praticamente não haverá alteração. Segundo ele, Maggi pediu que o foco nas divulgações das ações governamentais seja dado conforme a rotina de trabalho e a necessidade de interação com a sociedade. Para Novacki, "não será fácil substituir José Carlos Dias (ex-secretário)", para quem "reúne vasta experiência na área de comunicação". Novacki é o terceiro que assume a Secom do governo Maggi, que começou em 2003 com o publicitário Geraldo Gonçalves. Depois veio José Carlos, que pediu exoneração recentemente.

   Na avaliação do novo secretário, o governo tem várias ações na área social que não são divulgadas. Cita, por exemplo, que a população carcerária aumentou de 3 mil para 12 mil no atual governo graças ao que chama de "atuação firme da secretaria de Justiça e Segurança Pública no combate à criminalidade". "Antes, o que se buscava era simplesmente privar o preso da liberdade. Hoje, o governo busca também a ressocialização, levando educação a eles, tanto que teve um reeducando que passou no vestibular", diz Novacki. "Hoje tem muita coisa positiva que está acontecendo e não é divulgada".

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O NOVACKI PODE APARTAR UNS 5 MILHÕES E CONCLUIR O HOSPITAL REGIONAL DE CUIABÁ. OU TUDO ISSO SERÁ GASTO SOMENTE COM PROPAGANDA DO GOVERNO? ME ENGANA QUE EU GOSTO!

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ALGUEM DESTE GOVERNO PODERIA ME RESPONDE UM COISA. SERÁ QUE O GOVERNO MAGGI NÃO VAI CONCLUIR AS OBRAS DO HOSPITAL CENTRAL DE CUIABÁ? GASTA VERBAS COM TANTAS PORCARIAS, COMO ESSE TAL DE KATOOMBA, QUE DIZEM A BOCA PEQUENA TER CHUPADO CERCA DE 1 MILHÃO. OUTROS 6.5 MILHÕES COM UMA EMPRESA DE COMPUTAÇÃO. UMA TAL DE COMPLEXX, E NÃO VAI CONCLUIR O HOSPITAL? ALGUÊM DO STAF PODERIA ME DAR ESTA RESPOSTA. O HOSPITAL NÃO É PRIORIDADE NESTE GOVERNO?

  • Paulo Mattos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Primeiro Ministro e Imperador do Governo Blairo Maggi, Eumar Novacki, fazendo uso de suas atribuições e de seu atual poder no Estado complementa sua asseoria com renomados jornalistas de nossa Capital. Pelo peso de seus comandados, acredita-se que o Governo Estadual não medirá esforços para que a Secretaria de Comunicação Social enalteça a administração estadual, principalmente em ano pré-eleitoral, quando um marketinho amigo não faz mal prá ninguém, não é mesmo ?

  • Campos Neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    De maneira discreta, o secretário Eumar Novacki vai ajustando a máquina do governo e imprimindo seu ritmo de trabalho. Particularmente, gostei das mudanças na Secom, por considerar Onofre e Júlio profissionais capazes e respeitados. Desejo ao secretário Novacki sucesso em mais este desafio.

    Deputado Campos Neto

  • Ronaldo boscoli | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Fernando Brandão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Admiro a forma responsável como o governo Blairo Maggi trata as questões administrativas. Deixando o Novack na Secom com três pessoas competentes na sua retaguarda, terá sucesso com certeza.
    Acertou na mosca o governador em manter como está. Parabéns!

  • marcela soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dar a Secom pro coronel é o fim da picada...um desprestígio flagrante aos jornalisas desta terra....mostra o conceito que o blairo tem sobre esta categoria...e ainda vem um Onofre Ribeiro validar este absurdo! Alô Keka, o Sindjor vai se pronunciar ou se calar em troca da nova sede do sindicato? Além do estado, tem a Secom de VG comandada pelo Dito Loro, é outra brincadeira...

  • memoria curta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Hi!! agora danou-se o brairo é comandante-em- chefe do Novak, o valmorbida serve a Deus e ao diabo ao mesmo tempo, o onofre é um baba-ovo de plantão......e assim caminha a nossa imprensa cuiabana sem conteùdo.



    Ah!publica ta????

  • Jeverson Missias de Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns ao Secretário Novacki pelas escolhas. Estará muito bem acompanhado!!!
    São profissionais altamente qualificados e com certeza a missão será menos espinhosa.
    Lembrem de cuidar da saúde também moçada!!!!!Rsss.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.