Últimas

Quarta-Feira, 24 de Outubro de 2007, 18h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

MEIO AMBIENTE

2 fiscais são afastados após tentar multar Pires

    A CPI da Sema investigará o comando da secretaria de Meio Ambiente por ter afastado da fiscalização em campo e sem justificativa os servidores Fagner Rodrigues e Raimundo Fagundes. A medida administrativa foi adotada após os dois fiscais serem proibidos de autuar o empresário Jorge Pires de Miranda, que mantém, em sua fazenda Rio do Sangue, em Brasnorte, um tanque irregular para criação de mais de 100 mil unidades da espécie Jundiara. Esses peixes só podem ser criados mediante autorização ambiental.

     O afastamento foi determinado pelo superintendente da Sema, Jonas Duarte. Em depoimento à CPI nesta quarta, ela alegou ter afastado os servidores por insubordinação. Nega qualquer tipo de ingerência ou tráfico de influência por parte de Jorge Pires, presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat).

    O caso agora virou assunto para a Comissão Parlamentar de Inquérito, que exige maiores explicações do comando da Sema. Quer saber se houve perseguição aos dois servidores por divergirem sobre a notificação ao empresário Pires.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Julio Dias | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse é o estilo do Daldegan e do Batilde, se estão no esquema deles ficam, se não estiverem saem fora.
    Só o Blairo que não vê isso, no mínimo por que os dois tem o rabo do Governador na mão. Deve ser por conta das queimadas da empresa do gov.

  • Dani Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eh, parece que a situação ambiental aqui em MT cada vez mais complicada... Tudo concentrado nas mãos de poucos, que pelo que aparenta, não têm nenhuma competência para tratar do assunto. Sai um e entra outro e tudo continua do mesmo jeito. E o grupinho que manda e desmanda na SEMA só colocando lá gente de confiança deles e quem se prestou ao concurso, fica dependendo da boa vontade deles pra serem chamados, isto é, se ainda houver essa possibilidade. Até quando teremos que conviver com tanta impunidade...???

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ao ver a reportagem do secretário chefe da SEMA no jornal de meio dia da Gazeta a conclusão que se chega que este orgão só existe para pescador e para os amigos do "REI" vista grossa se não rua ,enquanto isso os membros do MP,aproveitam a maneira generosa que o governo os brindou com um repasse nunca antes por eles recebido.

  • Roberto Rodrigues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Será que a CPI não vai chamar o diretor do femam para depor? é preciso esclarecer alguns convênios, como a da locação dos carros, assim como a dos benefícios para alguns técnicos "pré-escolhidos" pelo bathilde para viagens fora do Estado, cursos de alto custo no Estado, etc. Assim como deveria chamar também a chefe de gabinete, que dizem manda mais do que o secretário, embora não tenha sequer formação superior e muito menos na área ambiental. Ela "cuida" de certos processos, articula encontros e persegue técnicos do órgão que ela não simpatiza. Isto è um Absurdo!!!

  • pLINIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ISSO NÃO ACONTECE SÓ NA SEMA NÃO. ISSO É PRAXE EM TODAS AS SECRETARIAS DESSE GOVERNO DA TRANSPARÊNCIA.
    VEJA O EXEMPLO DO IOMAT.. É SÓ PERSEGUIÇÃO. ACHAM QUE ESTÃO LIDANDO COM A AMAGGI.
    FIZERAM DESSE ESTADO UMA EMPRESA EM BENEFICIO PRÓPRIO.

  • mauro donizette de ferraz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não é segredo para ninguém que moacir pires e mano ainda mandam e desmandam na sema, graças influência inclusive de gente do alto escalão do governo. O tráfico de influência lá na sema é abusiva e inexcrupulosa, e quem que não estiver no jogo é discriminado e sumariamente perseguido. O ministerio público já foi alertado e já está na hora de tomar providências.

  • Flavio José de Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Todos na sema estão indignados com os desmandos e favorecimentos pessoais. Olha o caso dos acusados na operação currupira, e íntimos do moacir pires, estão todos em cargos de confiança ou protegidos pelo atual gestor. O maior crítico do ministério público na sema é o próprio secretário e o sub.

  • julio augusto de oliveira soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ações como esta dos dirigentes da FEMA que me fazem entender Maquiavel na sua grande obra "O PRÍNCIPE" lá nos idos do sec.XIV,nos leva a concluir que o poder é capaz de conrromper até as mais tenras das almas,a ser provado a persiguição aos funcionários,o que esperar desse governo? com a palavra o MP que segundo as palavras do ilustre Paulo Prado nunca antes esteve tão próximo dos procuradores.

  • Orlando Moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ESSE JORGE PIRES TÁ ENROLADO MESMO ,PRIMEIRO COM A PRESTAÇÃO DE CONTA DA ACRIMAT E AGORA COM A SEMA

  • gilson patrus de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Todos na sema sabem que existe um coloio de técnicos antigos (estão quase se aposentando) que foram beneficiados desde a época dos muller, depois continuaram com privilégios na época do moacir pires, sendo que alguns sairam dos cargos que ocupavam por questões de desvio de conduta, mas, no entanto, essa turminha dos escândalos, sempre envolvidos em faltruas, estão sempre por cima lá na sema, e pior, adoram jogar na fogueira técnicos competentes e comprometidos com a questão ambiental e que não fazem parte dos grupinhos deles.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.